Tag Archives | crime

O CRIME

A motivação: ambição, ganância A premeditação foi reconhecida pelo júri e expressa com clareza na sentença: “ajustando com terceira pessoa  o cometimento do delito”   O crime:  Um ator medíocre, em busca do estrelato. Escolhido para um papel secundário na novela das 21 horas, onde faria o elemento atrapalhador do romance de Yasmin (Daniella Perez) e […]

93

A motivação: ambição, cobiça II

Naquele dia 28, depois de falar por muitas vezes que, ao final da gravação, iria pegar  a mulher no barra shopping (álibi já pré ajustado entre os dois criminosos), Guilherme de Pádua vai  buscar Paula Thomaz no intervalo de uma gravação, com a roupa de cena. Veja o que diz Correia, o coordenador de produção: […]

122

A adulteração da placa

A perícia classificou como “perfeita”a adulteração da placa do carro dirigido pelos assassinos, transformando o L em O.  No dia do crime, Guilherme de Pádua foi ao estúdio dirigindo o carro do sogro, e não o seu. Clique na imagem para ver em tamanho grande: O perito Mauro Ricart fala sobre a adulteração da placa […]

49

O matagal e a prova de visibilidade

O lugar onde os assassinos atiraram Dany, depois de a apunhalarem por 18 vezes, hoje é uma área incorporada à cidade. Na época, era um matagal ermo, sinistro, sem nenhuma iluminação. Na noite em que a encontramos, os carros da polícia tinham que manter os farois acesos, para que pudessem enxerga-la. Tanto que os moradores […]

64

Prisão e Confissão

O casal de assassinos foi até a delegacia, no próprio carro onde havia cometido o crime, dar pêsames a nossa familia! Guilherme de Pádua abraçou Raul, marido de Dany , dizendo: “força, cara! força, eu estou aqui… Foi a vontade de Deus”! Com aquela confiança que só os psicopatas depositam no seu poder de manipulação, […]

28

Você já ouviu um psicopata? ouça aqui: entrevistas de Guilherme de Pádua

A psiquiatria define o psicopata como aquele indivíduo  incapaz de sentir empatia por outro ser humano. Ele pode fingir sentimentos, mas não sente verdadeiramente, nem afeto, nem culpa, nem remorso pelo mal que cause às outras pessoas. Para ele, as outras pessoas são só um meio para atingir seus objetivos. Exibicionistas, mentirosos, narcisistas, manipuladores,estão sempre […]

181

Guilherme de Pádua: a psicopatia no Tribunal do Juri

Durante o julgamento, o advogado Arthur Lavigne sublinha a psicopatia de Guilherme de Pádua. Na sentença, o juiz ressalta as características do psicopata ao descreve-lo. A imprensa também registrou a frieza e o cinismo com que se portou no banco dos réus, e a impressão que esse comportamento causou aos que assistiram ao Júri. Desde […]

198

Antonio Clarete: a lavagem do carro

Quando a polícia trouxe Guilherme de Pádua para a delegacia o sogro o acompanhou, dirigindo o santana onde Daniella havia sido  ferida. Polícia, perícia, imprensa e pessoas presentes, puderam constatar que o carro havia sido lavado por um profissional. Os porteiros do prédio de Guilherme de Pádua também confirmam em seus depoimentos que, na noite […]

22

Paula Thomaz: como se chegou a ela?

Ao passar pelo local para anotar a placa dos dois carros parados em local tão ermo e suspeito, o advogado Hugo da Silveira pôde ver claramente o rosto da mulher sentada no banco do carona do santana. E a descreve para a polícia, na mesma noite do crime, como uma mulher de rosto redondo e […]

18

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes