Última foto

cedida pela Marcela, a criança da foto cedida pela Marcela, a criança da foto

Dá pra imaginar a emoção de encontrar Marcela? a menina que tirou a última foto com a Dany no dia do crime, na saida da Tycon? aí está ela, com o rosto descoberto, e não mais rasurado, como aparecia no noticiário da época!

Localizamos Marcela através de um apelo feito através da TV. O pai dela se apresentou e nos entregou a foto, que foi essencial para que se descobrisse que o assassino havia mandado para a perícia, uma roupa diferente da que estava usando. O motorista de Marcela também testemunhou, porque seu carro seguiu o do criminoso até o acostamento do posto, onde ele se posicionou para a emboscada.

Eu a vi menina, quando da entrega da foto. O pai contava que no amanhecer do dia seguinte, ao saber da noticia do assassinato, ela afirmava convicta: “foi o Bira”, antes mesmo que qualquer noticiário aventasse essa possibilidade. Sua percepção de criança captou a ameaça que pairava no ar.

Anos depois reencontro Marcela no lançamento de um livro. Ela me conta o impacto que o assassinato teve sobre ela, e entrega para esse blog um relato dessas memórias:

Acordei chorando muito, me perguntando por quê? Por que não fui atrás dela naquele dia? Por que quando eu disse que queria seguir ela, que estava preocupada com ela, não acreditaram em mim? Por que não me levaram? Poderia ter evitado algo? Talvez sim, talvez não. Não tem como saber. Agora só resta saudade, saudade de uma coisa que não cheguei a viver, ou melhor, de uma pessoa que não conheci. Aliás, conheci e me encantei pela personagem, amava a Yasmin e, quando gosto de alguém, como gostava  dela e sinto que este alguém vai de alguma ser importante pra mim, luto por isso, vou conquistar. Então eu fui, só que desta vez foi bem diferente das outras. Até hoje não me conformo. Sei que tenho que aceitar, mas é tão difícil… Não queria que tivesse sido assim, foi muito triste. Mas eu sei que mesmo a Dany não estando aqui hoje fisicamente, onde quer que ela esteja (e sei que é num lugar maravilhoso), acredito que ela está me ajudando de alguma forma, mesmo sem saber. De repente,  um dia, vou ter a certeza disso e agradecer a ela.

Ela sabe que eu tentei, que fui naquele dia, naquela hora, por algum motivo. Senti que ela não tava bem, que estava precisando de ajuda, sei lá… Mas não pude fazer muita coisa. Eu me arrependo muito de não ter insistido, mas penso que se aconteceu isso, desse jeito, é porque iria acontecer de qualquer jeito. Se não fosse naquele dia, seria em outro, infelizmente.

Foi no dia 28 de dezembro de 1992, às 20h15. Chegamos na Taycoon, ficamos lá conversando com os seguranças, esperando a Dany sair para tirarmos foto com ela. Estávamos eu, meu irmão, a Dani (filha da Stella) e minha prima; ficamos ali no estacionamento, eu queria tirar foto do carro dele e do dela, mas tínhamos poucas fotos (nessa época a câmera ainda não era digital), então minha prima falou: “Vamos tirar com eles primeiro, se sobrar tiramos dos carros.”. Eu disse: “Ok”. Mas não era o que eu queria, não fiquei completamente satisfeita, não sei explicar ao certo como me senti… Depois de algum tempo ela saiu, tiramos foto com ela, depois com ele. Ficamos esperando no carro (era uma Parati azul, com João, nosso motorista na época) ela sair, mas ela demorou muito para sair com carro, um Escort preto. Pedi ao João para esperar para seguirmos ela, mas ele não quis,passamos pelo posto(caminho) que tem do lado da academia ali pertinho e o carro dele,um santana azul estava la, ele tinha saído antes dela do estacionamento da Tycoon(studio) e parou no acostamento do posto,estranho né. Droga! Sabia que ia acontecer algo, minha intuição estava me dizendo, mas só tinha 12 anos e não tinha como me virar sozinha ainda. Já era tarde da noite, por volta das 22h, caso contrário teria dado um jeito.

Eu não queria que aquela sensação tão boa de estar do lado da pessoa de quem era fã acabasse tão rápido! Lembro que eles (João, meu irmão etc) falavam assim: “Eles estão gravando aí direto, a gente vem outro dia de novo.”. Só que eu, do fundo do meu coração, sentia que não teria outro dia. Não sei explicar o que passou na minha cabeça naquele momento, só sei que resolvi ir justo nesse dia, naquela hora, tirar essa foto com ela, que já estava ali do lado da minha casa, da academia onde jogava tênis há um tempão, ou seja, já tinha tido outras oportunidades mas quis ir nesse dia. Há de haver alguma explicação para isso. Deus vai me dar essa resposta um dia, quando for a ocasião propícia.

Voltamos pra casa, estava feliz mas não satisfeita. Íamos revelar as fotos assim que acordássemos. Quando o telefone tocou e minha mãe disse que as rádios, Tvs, todos estavam comentando que a Dany tinha sido assassinada, na mesma hora eu berrei: “Foi ele que matou ela!!!”. E comecei a chorar muito, fiquei muito confusa naquele instante, muito mal, e gritav: “Viu, eu sabia! Queria ter ido atrás dela, poderia ter salvado ela!”

E daí meu pai levou a gente para a fazenda em Mauá para passar ano novo, mas eu fiquei doente, foi ruim. Quando voltamos, nossas fotos estavam na capa de todos os jornais e revistas; nós com a cara riscada e eu revoltada. Por que? Por que dessa forma tão bruta? Uma coisa sem explicação, revoltante, alguém me explica por favor! Um dia depois a Gloria, mãe da Dany, foi lá em casa conversar comigo, depois me levou na casa dela, no quarto Dany, me deu uma fita de vídeo da Dany dançando, um batom que ela usava e duas blusas com foto da Dany pedindo justiça! A partir desse dia saí com a blusa e uma delas uso até hoje. Durmo com ela de vez em quando e sonho com a Dany algumas vezes.

Depois desse ato covarde que fizeram contra a Dany, durante um bom tempo saíam coisas novas falando sobre o caso na Tv, nos jornais, nas revistas. Só se falava nisso e eu era o assunto na escola. Todo mundo me perguntando coisas o tempo todo, querendo saber detalhes. Teve até gente se passando por mim, uma época, dizendo que era a menina das fotos com a Dany, uma loucura! Lembro muito disso, algumas amigas até tiraram cópia das fotos. A Karina sempre ia ao cemitério e colecionava tudo que saía dela, assim como eu!

80 Responses to Última foto

  1. Régia 12/11/2014 at 11:15 pm #

    Estou revendo a novela ‘O dono do mundo’ na VIVA, e lembrando muito da sua filha Daniella. Minha mãe perdeu um filho (câncer) com 14 anos de idade e até o último dia de vida ela repetia sempre, que não existia dor maior do que a morte de um filho. É admirável a sua força! Muita saúde e proteção divina para a senhora.

  2. junior rocha 25/07/2014 at 9:29 pm #

    queria um contato da marcela, a menina q tirou a ultima fto com a dany, será q ela tem face???

  3. edimar miguel 06/04/2014 at 8:24 pm #

    daniela senti muito com o q aconteceu com vc mais deus sabe o que fas sinto muito saudades sua gostaria q sua mae reprisasse a novela de corpo e alma para aliviar nossos coracoes gloria perez jesus ti ama e o brasil ti ama nao lenbra mais desse assassino ele vai acertar as contas agora e com deus gloria essa dor nunca se apaga nao perdoa esse bandido porque deus e maior na sua vida gosto muito de vc moro em goiania 6284998447 coloca o nome de sua proxima novela assassino em falso cristao

  4. PAULO DA SILVA 27/02/2014 at 4:39 pm #

    QUANDO OCORREU A MORTE DA QUERIDA DANY EU SÓ TINHA 10 ANOS DE IDADE, MINHA MÃE NEM ACOMPANHAVA A NOVELA “DE CORPO & ALMA”,PORÉM TRAZIA COMIGO UMA ADMIRAÇÃO E CARINHO POR ESTA ATRIZ DANIELLA PEREZ ,DESDE BARRIGA DE ALUGUEL 1990. ONDE ELA INTERPRETAVA A DANÇARINA CLÔ ,GOSTEI DELA , ELA ERA LINDÍSSIMA E SEI LÁ ,PRESTAVA ATENÇÃO NELA , MESMO COM UM PEPEL PEQUENO NA TRAMA, COMECEI A ACOMPANHAR A EVOLUÇÃO DELA NA TV . FEZ TAMBÉM O DONO DO MUNDO EM 1991 , TINHA TUDO PARA DESLANCHAR NA TV ,E ISSO REALMENTE ESTAVA ACONTECENDO NO PERÍODO EM QUE ELA NOS DEIXOU ,ATÉ HOJE VEJO FOTOS DELA NA INTERNET , CHORO QUANDO ESCUTO “ROMANCE ROSA” E DÓI NO FUNDO DO MEU PEITO,FUNDO DA ALMA ,QUANDO ME LEMBRO QUE TIRARAM A VIDA DESSA LINDA JOVEM,PROMISSORA ATRIZ E QUE FERIRAM TANTO UMA MÃE ,FERIRAM TANTO O BRASIL …NÃO CONSIGO ACEITAR A VIOLÊNCIA , E SOB TUDO A INVEJA , COBIÇA , ESTA É A NASCENTE DE TODA PERVERSIDADE QUE EXISTE NO HOMEM , O EGOÍSMO. PEÇO Á DEUS QUE TIRE ESSE SENTIMENTO DO CORAÇÃO DAS PESSOAS E QUE NUNCA DEIXE CHEGAR AO MEU, AO NOSSOS CORAÇÕES.”

  5. Indira 27/12/2013 at 11:42 am #

    Amanhã é dia para lembrar a Dany.Já são 21 anos e pela primeira vez sinto que já faz tanto tempo que ela se foi.antes parecia que tinha sido ontem mas já não…amanhã vou rever o blog todo!
    Saudades sempre Daniella

  6. Monica 28/12/2012 at 8:47 pm #

    Eu tinha 13 anos qnd tudo aconteceu. Naquela noite, depois de assistir a novela, dormi abraçada com uma revista aberta na foto do psicopata. Eu era louca por ele, tbm colecionava tudo q aparecia dele. Acordei sobressaltada por volta das 23h, e não dormi mais. Angustiada, sufocada… no outro dia, assistindo aquilo tudo na TV, eu não conseguia entender nada… todo mundo comentando depois, em casa, meus amigos na rua, e meu coração estraçalhado. Desenvolvi síndrome do pânico logo após, algo q me acompanhou durante toda a adolescência e q me levou a tomar remedios para controlar.
    Hoje, digo q nunca esqueci das sensações daquela noite em q eu acordei do nada, e choro qnd lembro o quanto foi dificil. Hoje, como mãe, sinto a dor de uma q teve tirada dela uma parte, um pedaço, q não se repõe por ngm nem por nada. O pânico foi embora, eu cresci, virei mãe tbm e num dia qqr, passeando pelos canais da minha tv, me deparo com o psicopata dando uma entrevista a uma emissora q se diz religiosa. Não dá pra entender…
    Espero que o dia de hoje celebre tbm a beleza, a doçura e o talento de uma artista q conhecemos tão pouco, mas q tem uma mãe q é um exemplo pra várias outras.

  7. Valéria Gimenez 28/12/2012 at 1:16 pm #

    Impressionante a história da Marcela. A intuição que teve provou-se, infelizmente, correta.
    Dezembro de 1992 foi nefasto para mim. No dia 10 de dezembro fui à São Paulo, enterrar a filha de uma amiga querida, falecida devido a um câncer no fígado aos 3 aninhos de idade. Voltei pro Rio devastada. No domingo, dia 13, recebo a notícia de que meu namorado tinha sofrido um acidente de carro em Campinas e tinha falecido. Achei que não cabia mais tanta dor em mim. No dia 28 descobri que sim, ainda tinha espaço, ao saber de manhã cedo o que tinha acontecido com a Dani.
    Só queria que alguém me explicasse por que tanta gente boa tinha partido assim, dessa forma tão injusta e tão cedo. O tapa na cara foi na sequencia, ao saber quem tinha cometido aquela atrocidade. Em dezembro de 1992 eu descobri, aos 23 anos, que era possível sentir muita raiva da vida.

    Hoje, 20 anos depois, tudo é mais brando menos a saudade.Deixo aqui um abraço e um beijo pra Glória, que transformou sua dor em uma luta a favor de todos nós, brasileiros. Dani nunca será esquecida!

  8. Aline 28/12/2012 at 3:43 am #

    E hoje faz 20 anos que dois infelizes tiraram a vida de uma estrela, Daniella Perez, a eterna Yasmin, personagem que mostrava a força, determinação e segurança que toda mulher gostaria de ter, eu, na época com 12 anos, brincava de “ser Yasmin”, colocava a música que era seu tema da novela e a imitava na frente do espelho, em meu quarto, sonhava em crescer e ser como a Yasmin e encontrar um “Caio”, personagem de Fábio Assunção na novela, queria um namorado igual… rsrs.
    Hoje, com 33 anos, continuo com a mesma dor que há 20 anos eu tive quando soube da barbaridade que fizeram com ela. Penso nas novelas que ela poderia ter feito, “O Clone”, por exemplo, imagino como seria se ela tivesse sido a “Jade”, pois Daniella Perez dançava lindamente, podemos constatar nos vídeos que a Glória Perez posta neste blog e nas lembranças da novela “De Corpo e Alma”, que foi uma de minhas novelas preferidas, porque tinha a Yasmin, a “fogueteira”, como a personagem da Cristiana Oliveira a chamava, a impressão que nos passava era que as duas eram irmãs mesmo, pareciam uma família de verdade…
    Glória, admiro muito a força que você tem para suportar toda essa dor, eu tenho acompanhado este blog e tudo o que você posta sobre a Dany, acho um absurdo aqueles dois estarem por aí, como se não tivessem cometido algum crime e o pior é que existem pessoas ignorantes que acreditam que ele tenha se arrependido, simplesmente porque ele se “converteu” e trabalha para a igreja.
    Fique em paz, Glória…
    Aline.

  9. Cris 28/12/2012 at 2:43 am #

    E o psicopata ainda chorando a morte da Dani na TV e dando apoio a Gloria, consolo. Depois de tudo o que ele fez, quem dá chance na vida pra esse demônio de gente? Só psicopata igual.

  10. Cris 28/12/2012 at 2:37 am #

    Eu relatei aqui no blog ano passado e volto aqui. Eu era muito nova quando aconteceu o fato, tinha uns 10 anos. Tudo foi muito chocante, acho que um dos fatos que mais chocaram a minha vida. Quando somos pequenos, tudo é inocente e puro, então, se deparar com uma situação dessas é como levar um choque que nunca se esquece. Todo dia 28 de Dezembro me lembro da Dani e me lembro da Glória, sem a filha. Me marcou demais. Os assassinos estão soltos e uma emissora de TV dando oportunidade de entrevista ao psicopata. São uns vermes! Tanto eles quanto alguns jornalistas não valem 1 centavo! Cadeia pra todo mundo.

  11. Mirtes 02/12/2012 at 10:59 am #

    Que pena que os monstros estão soltos,odeio guilherme ele é frio,queremos justiça,por uma morte tão triste como essa,que Deus ilumine Dany,e a guarde….te amamos Dany eternamente..?

  12. gabi 26/11/2012 at 11:05 pm #

    que triste o caso pessoau da daniella peres ne gemte,haaa haaaa mas o que inporta que a mãie e o pai dfela etao vivos ne

  13. Irapuã Silveira 10/11/2012 at 5:06 am #

    Nasci em 27 de fevereiro de 1984, na época era uma criança e infelizmente todas as senas do crime foram ao ar, inclusive fotos do corpo de Daniela abandonado no matagal. Penso que os corpos de vítimas de infelizes casos como estes, deveria ser preservados de fotos, inclusive determinadas fotografias da sena do crime não me saíram da cabeça até hoje. Isso acaba trazendo perturbação porque somos obrigados a acreditar que o mundo, o ser humano e a sociedade como um todo são horrrriveeiiis.
    D. Glória senhora não tem ideia de que situações diabólicas como essas exibidas na televisão de uma forma a não observar certos princípios éticos e morais, podem trazer para a mente de uma criança que ainda esta formando o seu caráter e personalidade nesta fase da vida. Simplesmente foi horrível lembro de cada detalhe que não vale apena relembrar aqui. Isso influenciou tanto a ,minha vida que resolvi estudar Neuropsicologia para tentar entender o que leva uma pessoa a cometer uma barbaridade dessas com a outra e ainda ter a ingenuidade de acreditar que iria ficar impune , sendo esta moça filha de uma escritora famosa e sendo ela mesma uma atriz e bailarina de grande fama.
    Infelizmente as pessoas de camadas mais baixas da sociedade não recebem a devida atenção nos hospitais, nas escolas e em casos de crimes que acabam sendo engavetados por falta de prova ou melhor falta de interesse. Mas será que o Guilherme acreditou que isso aconteceria no caso da Daniela? ou ele não tinha medo de qualquer punição que o pudesse infringir?? com certeza psicopata serial killer ele não é pois estes quando comentem o primeiro crime não param mais e no caso do Guilherme este já está solto a bastante tempo e não reincidiu no crime. Psicótico ele também não pode ser considerado porque estes quando não estão em estado de delírio constante, o que se percebe a quilômetros de distancia, estão em estado de plena consciência.
    Na verdade o crime da fera da Penha e da Aricelha ficou bastante claro para mim que os seus autores o praticaram por acreditarem na impunidade no primeiro caso pela enorme diferença de classe social entre a família do autor e a família da vítima, também devido a enorme corrupção que existe no Espirito Santo; E no segundo caso a praticante ser narcisista e possuir um perfil de excesso de auto confiança de que havia cometido o crime perfeito. Será que essa distorção cognitiva passou pela cabeça de Guilherme e Paula. Seria irracional demais acreditar no escapamento da punição. E não falo da punição carcerária somente, mas também da punição social na qual até hoje tanto este quanto a fera da Penha sofrem, os olhares de reprovação os cochichos e até agressões físicas. Eu no lugar dele procuraria um ouro lugar para refazer a vida. Um lugar onde ninguém me conhecesse nem tivessem tomado conhecimento deste caso, por exemplo na Sibéria

  14. luisaugustobonilha 27/10/2012 at 11:21 pm #

    querida gloria não acredito na lei dos homens mas tenho certeza que um dia aquela cadela e aquele f.d.p. terão o que mereçem eles tiveram, uma segunda chançe a dani não .

  15. aurea maria silva teixeira 07/10/2012 at 1:24 am #

    Querida Glória, sei que é quase impossível saber,como alguém tem o direito de matar uma pessoa por motivo ultra-fútil e continuar inserido na sociedade, ainda mais grave que os pilantras parece que fizeram o curso de Direito.Como uma sociedade como a nossa, aceita que reitegrem uns ilerguminos no Direito Brasilieiro.Não consigo acreditar. Para mim teria de existir a pena de morte para crimes ediondos, estupros etc.Sendo assim, não ficaríamos alimentando essa escória nas prisões.Poderíamos usar essa verba para atender as crianças abandonadas.

  16. Uuu 17/09/2012 at 2:28 am #

    Sei exatamente o que sente, pois também perdi (minha mãe) de forma trágica

    Ela foi arrancada de mim, tudo que sobrou foram as lembranças , de como ela era divertida, de como nos dávamos bem, da nossa amizade, o tanto que rimos um com outro, e tudo que ela fez por mim.

    A assassina? Impune…solta vivendo tranquilamente, mesmo depois de ter devastado minha vida e arrancado minha mãe de mim.

    Mas eu sei que ela está comigo e me protege todos os dias, e que um dia vou encontrá-la novamente.

    Até lá eu sinto saudades, e tenho todas essas lembranças boas.

    Eu nunca mais vou ser a mesma pessoa, disso eu não tenho dúvidas…

    Mas eu não consigo odiar a assassina, pois minha mãe era uma pessoa tão maravilhosa, que lembrar dela não deixa espaço para sentimentos ruins…

    Eu choro de saudades, muito…hoje é como se eu e ela fossemos uma só pessoa,

    ela vive dentro de mim, ela me dá força pra continuar…
    é como se ela estivesse viva e nós muito próximos…

    só não posso conversar, então eu finjo que converso com ela e ela me responde como antes…sempre que preciso de ajuda, penso nela e a recebo um raio de luz, uma esperança, que me dá forças pra continuar…

    não sei explicar, mas era uma pessoa tão inesquecível que nem a eternidade vai me separar dela e ela de mim

    a assassina? acredito que ela deva carregar alguma culpa sim e nunca vai ser feliz…

    eu por outro lado tenho todas essas lembranças boas, e isso nem mesmo a frieza dela quando cometeu este ato pode me tirar!

    Acredito que sinta o mesmo pela Daniela, Glória. Hoje, bem mais do que amor de mãe e filha, de amigas…uma relação de amor e amizade que é una.

    Ela está com vc todos os dias, irão se encontrar novamente.

    Eu imagino que meu reencontro com a pessoa que perdi vá ser eu e ela no nosso dia mais feliz, e que vai durar para sempre.

    Essa ideia que eu tenho de como vai ser.

  17. ROGERIO 13/06/2012 at 8:53 pm #

    na época tinha 12 anos e fiquei muito triste por ela te morrido pricipalmente da forma que foi sinto saudades dela até hoje forca gloria perez meu carinho e toda solidariedade..

  18. lili maia vandeginste 10/06/2012 at 11:33 pm #

    Glória, antes de tudo minha admiração por você como mãe, mulher e ser humano. Faz poucos dias iniciei uma conta no Twitter e o que mais me emociona alí são teus
    comentários, seu sorriso lindo na foto, sua preocupação com o social, as denúncias que você faz em suas novelas.Também quero deixar registrado aqui como eu
    admirava e ainda admiro a Daniella, tinha foto dela na porta do guarda roupa, junto com fotos de outras pessoas que me inspiravam. Além de achá-la lindíssima, uma
    atriz de um carisma impressionante, ela era uma dançarina que parecia brincar com os anjos. Te confesso que Guilherme de Pádua sempre me causou uma sensação de
    estranheza medonha, e como adolescente ficava na torcida para que ela terminasse logo com o “Bira”, achava ele nojento mesmo. A família dele morava perto de onde
    morei com meus pais na adolescência, no Bairro Anchieta, em Belo Horizonte. Quando essa foto em especial saiu, me deu um arrepio e uma crise de choro que
    permaneceu por horas, tinha alguma coisa de assustada no jeitinho da Daniella nessa foto, era como se ela estivesse cansada e ao mesmo tempo sugada.Depois lendo,
    acompanhando as matérias que saíram fui entendendo melhor minha percepção sobre isso. Não que seja assim, mas quando a gente gosta de alguém cria um vinculo
    mesmo que imaginário, que nos permite as mais diferentes divagações. Não entendia como eles puderam ser tão cínicos com você, como era tudo tão sinistro e frio, e o
    que via alí parecia somente a ponta de um iceberg gigantesco.Nunca entendi também o fato deles terem saído da prisão, dela ter cursado a faculdade de direito, como
    assim? e ele ter retornado a Belo Horizonte como se nada tivesse acontecido.Tenho um problema de saúde grave, que precisa ser controlado por remédios, porque
    quando estou triste fico com uma depressão bem difícil de lidar, tenho crise de pânico, não consigo falar direito, e trabalho desde meus treze anos com cartomancia, e
    quando estou alegre, fico eufórica ,os pensamentos acelerados demais e as vezes tenho reações e atitudes inesperadas que depois acabam me custando muito caro.
    Uma noite estava com crise de pânico e num desespero tão grande, porque não queria mais tomar remédios nem ficar indo de psiquiatra a psiquiatra,eu fui parar na
    igreja batista da lagoinha.Atendia muitas pessoas que frequentavam a minha mesa de leitura, igrejas, centros kardecistas e acabei indo ver como era.Mas tudo deve ter
    um propósito nessa vida, imagina uma cartomante, que faz leitura em espelho d’água, indo parar numa igreja batista? Não tens idéia de como fui agredida, de como me
    trataram dentro daquele lugar. Pessoas despreparadas, ignorantes, diria violentas mesmo, e eu com crise de pânico, explicando que tinha um problema orgânico que até para os médicos era imprevisível e de difícil tratamento e elas se aproveitando disso, inclusive para me roubar. Enfim, estava doente demais e ao invés de encontrar a paz, fiquei foi mais
    doente. Uma noite perto da igreja, estava decidida a conversar com o pastor da igreja para denunciar a “equipe” dele por uma verdadeira inquisição, por terem me machucado inclusive fisicamente, e quem eu vejo se dirigindo ao estacionamento da igreja? Guilherme de Pádua,como ele estava com as janelas do vidro fechadas e o “farol apagado”, resolví buzinar e avisar do farol, eis que para meu espanto ele abre o vidro e me agradece.Toda a angustia que eu senti vendo as imagens da Daniella naquela noite sem fim,voltaram como um F5. Passei direto pelo estacionamento e nunca mais tive coragem de voltar naquele lugar. Mas recentemente, as imagens da
    Daniella começaram a voltar na minha lembrança, dessa vez dela sorrindo, dançando, feliz, e bem acompanhada dos anjos de luz. Pois tenho fé que ela está bem.Como
    minha intuição pediu, liguei para igreja para saber se o psicopata Guilherme de Pádua continuava a frequentando lá, o que me disseram me deixou muito assutada. Ele
    opera cameras de vídeo e a ‘luz’ da igreja, pois aprendeu na Globo como fazer isso, como ele ainda tem coragem de citar a Globo? e o pior, um pastor teve a cara de pau de dizer que não foi ele não ‘irmanzinha’, foi a Paula que fez.Me perdoe esse texto longo, me perdoe ter compartilhado o vídeo da ‘conversão’ dele dentro da minha conta do Twitter, pois liguei para central de relacionamentos para dizer que penso que é um absurdo ele ainda utilizar o nome da Globo, e me disseram que você prefere não tocar mais nesse assunto.Mas estou me preparando para mover uma ação por danos morais, físicos,materiais e porque não dizer até espirituais, que sofri
    dentro dessa igreja.E agora estou fazendo isso por mim, e pela lembrança do sorriso da foto que eu tinha da Daniella na porta do meu guarda roupa, sempre sorrindo
    para mim, como se fosse alguém sempre a me dizer, segue em frente, não desanima não. Fiz aulas de dança, fiz até curso de teatro, mas entendi que pelo fato de não ter conseguido um diploma por conta das minhas oscilações de humor, e pela dificuldade em encontrar um tratamento adequado eu acabei virando uma “cartomantica terapeutica” bem como brincando, me dizem os amigos que fiz no nordeste. Fica aqui um carinho por você, uma admiração do ‘tamanho’ do mundo pela tua força e uma vontade imensa que você saiba que pensar em como você segue se fortalecendo, me ajuda e muito nos momentos difíceis que tenho de contornar para seguir essa
    jornada.Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança, Salve Glória, e Salve Jorge.Um abraço.

  19. Mariana Schröder Feijó 28/05/2012 at 4:28 am #

    nasci em out/91,era mt criança,mas em 2010 qndo entrei na faculdade de Direito em Porto Alegre,no segundo semestre,tive uma cadeira de Direito Penal,e o nosso professor comentou o caso da Daniella Perez e que os assasinos tinham ganhado liberdade,desde então comecei a colher coisas sobre o assunto,vídeos,fotos,notícias,a entrevista dele ao Fantástico,que foi,na minha opinião,explicitamente mentirosa,depois investiguei pelo nome deles em redes socias,achei 3 nomes dela(paula) e vários nomes dele(guilherme),então resolvi criar um fake e adicionei todos os usuários de nomes deles em 3 redes socias,alguns aceitaram,outros não,comprei um numero falso de celular pré-pago e pedi o numero deles,pq eu era mtu fã e tal,me fiz de apaixonada,me deram 4 numeros,liguei,não reconheci a voz de nenhum…tentei buscar mais informações sobre isso,comprei o mentes perigosas,qndo estava na psicologia(2011) e li sobre o caso!!!tentei ir atrás de novo,começei do zero.tudo novo e denovo,e nada!!! desisti,achei que podia fazer justiça com as próprias mãos,mas hj vejo que quem fez isso vai pagar mtu caro,a justiça divina é imperdoável!!!! Amo de paixão as novelas da Glória,gravo os capítulos,e desejo do fundo do coração que ela tenha mta paz e continue com sua brilhante carreira de escritora,a daniella que esteja em paz e com certeza está melhor que nós,e aos responsáveis pelo crime que paguem por isso,se não aqui,Deus vai cuidar disso!!!!!!E lembro que justiça com as próprias mãos não vale a pena!! A lei mudo,mas ainda está looooonge do ideal!!! Grande beijo a Glória Perez,que sou fã e todos os leitores desse blog!!!

  20. Ana Clara 25/04/2012 at 10:02 pm #

    Meu sonho é abrir o jornal e ler a notícia: Assassinos da atriz Daniella Perez são encontrados mortos.

    Não me conformarei jamais com a impunidade desse dois monstros.

  21. Renan de Assis 15/03/2012 at 10:15 pm #

    A justiça ainda não foi feita.
    QUEREMOS JUSTIÇA.

  22. fabiana 21/11/2011 at 4:36 am #

    eu só sinto vontade de uma coisa, acabar com esses assassinos, fazer com q eles sofram o dobro do que fizeram com ela! Deus me perdõe está dizendo isso mais se eu tivesse a oportunidade eu msm faria jústiça, claro não os mataria mais deixaria eles em algum lugar presos, sem água e comida para q sofressem até a morte.

  23. Monalisa 20/11/2011 at 4:13 pm #

    Nem cheguei a conhecer a Dany, infelizmente. Nasci pouco antes de ela ser assasinada, em novembro de 1992. Já sonhei com ela algumas vezes, quando eu tinha mais ou menos 13 anos e isso me deixou mal por um bom tempo, minha Vó me contava o que tinha acontecido com ela. Até hoje choro e me sinto muito triste quando lembro desse crime, mas tento imaginá-la bem, feliz, e em um lugar maravihoso, que eu sei que é onde ela está. Glória, você é um exemplo de vida, em todos os aspectos. Ainda quero ter a oportunidade de conhecê-la pessoalmente, você é única!

  24. Manoel 13/10/2011 at 11:38 pm #

    Lembro- me que quando tinha a idade da Dani, tirei uma foto que até hoje mimo por ela, tinha meus 23 anos e hoje com 36 ainda prefiro aquela foto. Até pensei em tirar uma agora, pois o fotógrafo que havia mudado daqui, retornou. A foto é realmente a única recordação que nos deixa a vida, mas é de dentro do coração, que a gente faz reviver somente aqueles bons momentos. Bons momentos que podem começar agora mesmo, com um gesto tímido e um olhar abrindo portas ou até mesmo uma reaproximação com aquela pessoa certa, depois de tanto tempo. “As vezes somos mal interpretados, com que falamos, mas na verdade somos apenas humanos; sentimos quando se têm prazer em viver mais, vivenciar ao máximo nossos melhores momentos, porquê não nossas grandes conquistas. Até então não queremos jamais dividir o que realmente valeu a pena em nossas vidas, nós mesmos; mas sempre nos falta alguma coisa para nos completar por dentro.”

    http://youtu.be/5AC4Vaj86IY

  25. André 14/09/2011 at 5:43 pm #

    Estava pesquisando algumas coisas sobre a novela “O Clone”, que terminou de reprisar no Vale a Pena ver de Novo. Acabei chegando neste site e recordando o ocorrido com a Dany.. Na época, eu tinha 8 anos e não entendia muito bem. Neste momento, sinto uma angústia, um aperto no peito, uma vontade de chorar . Me coloquei no lugar da mãe dela, Glória Perez. Imagino tudo que essa mulher passou , e de onde tira forças para continuar… Que Deus sempre tenha um conforto para a Glória…

  26. glaucia 10/09/2011 at 11:08 pm #

    E esse psicopata ainda tem coragem de ir na TV e falar que ninguem sabe da versão dele, que ele tem motivos….olha eu sei que só Deus pode nos julgar e a reencarnação esta ai para poder resgatar todo os erros que cometemos mas eu não consigo ter outro sentimento por esse monstro, e pela ex dele tambem que participou de tudo . A Justiça Divina não falha jamais .
    Gloria tenho um carinho enorme por vc meu sonho é conhece-la e sei que vou realizar um dia . Deus a abençõe sempre e para defender a Dany que não esta mais entre ´nós mas que continua sendo amada eu faço td . Conte sempre conosco. Abraços …….

  27. andreia 24/08/2011 at 3:21 am #

    dany saudades eterna de vc,sinto sua falta na tv vc me fas muita falta tanto pra mim como pra todos aqueles que te amava assim como eu ,sempre fui sua fã adorava ver vc nas novelas nos programas tinnha tudo sobre vc tudo ke saia de vc eu corria e comprava revistas fotos poster postais tinha tudo sobre vc ñ perdia nada no meu quarto só dava vc era foto sua pra tudo quanto era canto tinha uma pasta cheinha de fotos e reportagens suas eu era fã mesmo de carteirinha sofri muito com sua partida sofri chorei de mais ñ me conformava de geito nenhum que a aquela pessoa linda que eu tanto adoarava avia partido quando eu soube da noticia ke vc avia partido eu me dezesperei muito eu chorava gritava e dizia que ñ era justo ke como pode uma moça linda jovem morrer assim tao tragicamente e pior foi quando eu soube quem era os assasinos ñ entrava na minha cabeça que o assasino seu era seu propio colega de trabalho ñ entrava na minha cabeça ñ podia ser como eles pode tirar sua vida uma moça linda jovem querida ser vitima de dois loucos pisicopatas manicos seres despresivel friu e cruel até hoje ainda dói muito sua auzensia ,mais tenho certesa que vc vive entensamente ao lado de nosso deus pái,fika em paz dany que vc tenha muita luz onde vc estiver e saiba que vc vai viver pra sempre em nossos coraçoes te amo.

  28. Ivonete Moreira 11/08/2011 at 11:25 am #

    Marcela teve a sorte de ao menos verla uma vez, eu ñ pude, ñ me deu tempo..porque dois covardes me impediram….isso é como tirar os sonhos, desejos e a vontade de viver de uma pessoa ainda mais quando somos crianças isso é imcompreensivél….mesmo sem ter conhecido a dany pessoalmente sinto ela sempre presente, ao menos flores pude oferecer a ella quando visitei o Rio e o que foi seu lugar de descanso durante uns anos.

  29. Valesca 29/06/2011 at 11:32 pm #

    A morte da Dany, foi tão brutal e tão covarde que fez com que eu também sonhasse muitas vezes, numa forma de salva-la se tivesse tido a oportunidade.
    Imagino então como foi para essa menina, que esteve com a Dany na noite do crime,que sentiu que ela corria perigo e nada pôde fazer.
    Acho que muitos de nós já ficamos imaginando de alguma forma, o que teríamos feito se tivesse tido a oportunidade de salva-la.
    Certamente essa foi a noite em que o Brasil chorou.

  30. Yasmin Villefort 01/04/2011 at 2:01 pm #

    Não me conformo com essa fisionomia dela, ela estava estranha nos últimos tempos e nesse dia do crime então, nem se fala, mas nunca ninguém poderia supôr uma desgraça dessa acontecer. Mas eu fico aqui, dentro de mim, sempre com a sensação de que tudo poderia ser diferente, ser evitado, penso sempre nisso. Mas infelizmente não se pode mudar. Imagino o quanto ela precisou de ajuda, o quanto ela queria viver…

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes