Você já ouviu um psicopata? ouça aqui: entrevistas de Guilherme de Pádua

A psiquiatria define o psicopata como aquele indivíduo  incapaz de sentir empatia por outro ser humano. Ele pode fingir sentimentos, mas não sente verdadeiramente, nem afeto, nem culpa, nem remorso pelo mal que cause às outras pessoas. Para ele, as outras pessoas são só um meio para atingir seus objetivos. Exibicionistas, mentirosos, narcisistas, manipuladores,estão sempre flertando com o perigo, e encontram seu prazer maior nesse jogo de enganar, em que reduzem seus semelhantes a peças de um tabuleira.

Só eles, só os psicopatas são capazes de emboscar uma colega de trabalho, apunhalar 18 vezes, atirar seu corpo num matagal, ir consolar a família de sua vítima e ainda se acreditarem perseguidos, quando cobrados pelos seus atos! só eles são capazes de falar de um assassinato que cometeram com a leveza que você vê aqui: como se fosse nada!

Carla Daniel conta, no processo, que  na madrugada do crime ligou para Guilherme de Pádua dando a notícia, achando que ele não sabia! . Carla estava  angustiada, em pânico, sem conseguir processar que aquilo tivesse acontecido mesmo. Contou. E sabem o que Guilherme de Pádua respondeu a ela? -como é fica a gravação amanhã? e o roteiro? Nem sequer conseguiu fingir comiseração. A única coisa que procurava saber é se seu papel estava garantido!

Quando Raul entrou lá em casa aflito, porque Dany não havia chegado ao ensaio, minha primeira providencia foi ligar  para o Caco, diretor da novela, na esperança de que tivessem feito intervalo nas gravações para a equipe jantar. Mas Caco informou que a gravação tinha acabado mesmo, e que viu  a Dany saindo do estudio. Marilu Bueno e Guilherme de Padua caminhavam com ela. Ligamos pra Marilu e o telefone não atendia. Raul pegou meu carro e foi até a casa dela com o Rodrigo, e enquanto meu pai ligava para a policia rodoviária, para saber se tinha acontecido algum acidente na área, eu ligava para o Caco outra vez, para pedir o telefone de Guilherme de Pádua.

O assassino atendeu com a voz mais normal desse mundo. Falei que estava muito preocupada, Dany tinha saído do estúdio para o ensaio e ainda não tinha chegado. Ele respondeu com leveza:

"Se preocupa não, Gloria. Vai ver que ela foi visitar uma amiga"  Amiga? perguntei! que amiga? ela telefonou para o ensaio dizendo que estava a caminho e ia visitar amiga? estranhei  e perguntei a ele: porque você diz isso? ela falou pra você que ia visitar alguma amiga? E o cinico: "não, mas pode ter ido. Não se preocupa não, Gloria. Daqui a pouco ela chega aí. Me avisa quando ela chegar, vou ficar preocupado"

Aquela conversa sem propósito, numa momento em que tinha pressa em obter alguma informação, me irritou. Fui seca e rápida: voce viu ela sair da Tycon? E ele: "não, eu sai antes, quando eu sai ela estava com a Marilu e um grupo de fãs, dando autógrafo".

Logo depois, o Raul liga aos gritos da delegacia: haviam encontrado o carro de Dany e ele  entendeu que ela  havia sido sequestrada.  Antes de voar para a 16a, lembrei da referencia que Guilherme de Pádua havia feito ao "grupo de fãs" e resolvi lfalar com ele de novo. Se era um sequestro, esse grupo de fãs podia ser uma indicação para a polícia. Liguei. Ele atendeu. Despejei, angustiada:

-Guilherme, pelo amor de Deus, aconteceu alguma coisa com a minha filha, encontraram o carro dela num matagal

Ele cortou minhas palavras dizendo de maneira incisiva: -ela saiu sozinha

Nem um espanto, nenhuma pergunta: onde? que lugar é esse? nenhuma demonstração de surpresa! nada!  Na minha aflição, não juntei, no momento, o dois mais dois. Era a típica frase e postura de quem estava se defendendo.  Não processei rápido. E como ele não sabia dizer mais nada sobre os tais fãs, apenas que estavam num ônibus,  vi que perdia tempo e corri  para a delegacia, no carro do Nilson Ramam (da Montenegro e Ramam), que estava lá em casa e assistiu aos dois telefonemas.

A caminho, aquelas afirmações contraditórias de Guilherme de Pádua me incomodavam: começou dizendo que saiu  primeiro, depois que Dany tinha saído primeiro. Liguei do celular para a coreografa Sandra e pedi a ela que tornasse a falar com Guilherme e tentasse ver o que mais ele podia dizer do grupo de fãs. Quantos eram, que tipo de pessoas, essas coisas todas.

Descobrimos depois, fazendo um apelo pela imprensa para que os fãs se apresentassem, que se tratavam apenas de duas crianças acompanhadas de um motorista.

Tudo o que Guilherme de Pádua queria era ficar impune. Escute o que ele diz, em entrevistas no presídio de Água Santa:       Aqui, um show de cinismo! ele discorda da pronúncia. Sente-se injustiçado, acha que o crime nem deveria ter ido a julgamento. Deixa bem claro o porque e as vantagens da versão que atribui o crime aos "ciúmes de Paula" : a redução da pena. Escute: A reporter pergunta: e se matassem seu filho? alguém da sua família?
Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Email this to someone

, , , ,

181 Responses to Você já ouviu um psicopata? ouça aqui: entrevistas de Guilherme de Pádua

  1. lucy 09/01/2012 at 2:06 am #

    oi gloria voce e uma pessoa admiravel , ainda tem que ouvir esses lixos humanos tentando defamar o nome da sua filha, esse foi o jeito que ele encontrou pra o desepero dele quando viu que voce ia tirar ele da novela , ele e um prostituto verme nogento, ela a ASSASSINA eu nao tenho nem palavras pra descrever .. beijos

  2. Flávia Luz 06/12/2011 at 4:49 pm #

    Olá Glória e demais leitores,
    Antes de mais nada, gostaria de parabenizar a Glória Perez pelo blog, que eu considero de altíssima utilidade pública. Já o venho acompanhando há uns dois anos e, se não me engano, é a primeira que envio uma mensagem. Devo parabenizá-la também pela coragem e força de desmascarar um ser tão abjeto como esse assassino da bela e talentosa Dany. Ele não foi capaz e nem será capaz de apagar o brilho e o talento de sua filha, seja através de livros escritos pela esposa, através de entrevistas, até porque nenhum brilho vem daquela criatura.

    Eu a agradeço por ter aberto este espaço, pois através dele obtive informações valiosas a respeito da psicopatia, já que…tenho fortes evidências de que tenho um psicopata na família…Muito obrigada, de coração, abriu meus olhos!

    Gostaria de, com sua permissão, compartilhar uma matéria a respeito do assunto, publicada numa revista, digamos, científica. Acho que para alguém, como eu, que é leiga no assunto também ajuda muito: http://super.abril.com.br/ciencia/seu-amigo-psicopata-446474.shtml

    Repito: muito obrigada!

    Flávia Luz

  3. Palewa Merçon 09/09/2011 at 1:58 am #

    José, perfeito seu comentário. Precisamos mesmo, urgentemente, mudar nossas leis penais. Tinha que acabar essa coisa de indulto e livramento condicional para crimes hediondos.
    Ivonete, ateus se referem à alienação dos fanáticos. Não necessariamente o “crer em Deus” puramente. O que nao apoiamos éa pessoa viver em prol disso. Por exemplo, minha atual vizinha só pensa e fala em Jesus. Vive de fé. Só sai para ir na igreja. Só ouve musica se for gospel. Se recusa ate a ir ao medico quando adoece, pois afirma em alto e bom tom que Jesus vai além da medicina. Para ela coisas ruins só acontece para quem não tem fé o bastante e nao percebe que ela tambem tem problemas na vida dela como qualquer outra pessoa. Cristãos fanaticos assim, são alienados. Fato!

  4. José 08/09/2011 at 2:29 am #

    Certa feita, pus-me a pesquisar no que diz respeito a este caso. Recordo-me (eu era uma criança de apenas seis anos de idade quando ocorreu este trágico incidente) e lembro que prostrei-me frente a televisão quando anunciaram ao vivo o ocorrido. Nesse ínterim, é vergonhoso estar ciente que – não somente este homem, como também tantos outros, estejam livres e impunes. Em síntese, acredito que o nosso país carece, inquestionavelmente, de uma reforma no que diz respeito aos códigos penais, visto que estamos testemunando – atualmente, o pináculo do descaso não somente para com os familiares das vítimas, como também para com toda a população brasileira.
    Em síntese, não consigo imaginar a sua dor como mãe, no entanto, confesso que tive – a longo trecho, uma péssima sensação em relembrar e pesquisar sobre este caso e, é válido ressaltar uma curiosidade que se instalou em mim, um jovem de 25 anos – vivendo o cerne da sua plenitude juvenil: – como pode um assassino sair incólume? Um forte abraço, fique com Deus.

  5. Ivonete Moreira 12/08/2011 at 7:48 am #

    CRER OU Ñ CRER?¿ EIS A QUESTAO¿
    Segundo alguns comentarios que vi sobre religiao onde chamam aos cristianos de alienados…na verdade os ateus tb sao alienados ao ateismo,os budista ao budismo, os espiritas ao espiritismo…e assim somos todos alienados aquilo o ideias das quais defendemos, e me parece bem que cada um defenda seus pensamentos, assim como estou eu aqui defendendo os meus de igual para igual…os que ñ creem em nada alienados a essa idéia por ñ creer e los que creemos em algo alienados a nossas ideias por creer. Enfin o que creemos ou n creemos ñ nos define quem somos totalmente, afinal nesse blog por exemplo existe inumeros tipos de pessoas com diferentes formas de creer ou ñ creer, lutando pela mesma causa e isso é bonito, creer diferente e lutar pelo mesmo, assim somos mais fortes.
    (Dsculpa se existe erro ortografico port. ñ é meu idioma oficial)

  6. Kelly Cristina Leal 12/08/2011 at 3:35 am #

    Cynthia lamento sua perda e tbm gostaria de saber que igreja é essa. Sei bem o que é a dor da perda, perdi minha filha ainda bebê.

  7. Kelly Cristina Leal 12/08/2011 at 3:32 am #

    Cynthia, sinto muito por este perda, tbm gostaria de saber que igreja é esta que vc citou?
    Sei perfeitamente a dor de perder alguém, perdi minha filha ainda bebê.

  8. Irene Ribeiro 12/08/2011 at 12:40 am #

    Também gostaria de saber que Igreja é essa. Que coisa medonha, impressionante…

  9. Irene Ribeiro 12/08/2011 at 12:26 am #

    Fiquei estarrecida com o relato da Cynthia, sempre me toca muito quando leio comentários aqui como o da Inara que teve a filha tão novinha, acho que aos 18 anos, brutalmente morta pelo namorado pq se negava a ter relações com ele, e da Perla tb da morte do filho dela Miguel que ainda por cima foi difamado como Dany foi, ainda teve o rapaz aqui, que citou a morte do irmão durante um assalto, fora outros que li por aqui. É muito revoltante a violência e os rumos que estes casos cruéis tomam. A lei nesse país é uma piada e eu duvido que alguma coisa vá mudar infelizmente. Eu gostaria de saber que caminhos pode-se tomar para tentar mudar isso.

  10. Palewa 11/08/2011 at 3:32 pm #

    Nossa Cynthia, que historia horrivel! Que igreja é essa?! Como vc sabe que a morte do Danilo tem a ver diretamente com essa religião? É estranho ninguém lá querer tocr no assunto mesmo. Deveria ser um pensamento religioso não deixar um suposto crime impune, destinado ao esquecimento injustamente.
    Quando falo que religiões traz mais desgraça que boas novas, acham que sou exagerada. Mas desde que comecei a ler esse blog, já vi varios casos de violencia gratuita envolvendo religiao como o caso de ataques terroristas, do atirador da escola, o extremista cristão da Noruega, agora religião x racismo na Inglaterra, etc. Se as pessoas tornam-se fanaticas com isso, tentam impor sua religiao aos outros, mesmo que nao de forma violenta, mas que no intimo pensa ser melhor pq frequenta igrejas e crê em algum Deus, sinceramente, essas pessoas precisam mais de um psiquiatra que salvação divina!

  11. alzira 10/08/2011 at 9:06 pm #

    GLORIA SOU FILHA UNICA A MINHA MAE ME PROTEGE D MAIS
    E SO AGORA EU SEI O MOTIVO.EU QUERIA QUE ISSO NAO TIVESSE ACONTECIDO MAS ELA É UMA ESTRELA E ESTRELAS SEMPRE BRILHAM.

  12. alzira 10/08/2011 at 8:31 pm #

    QUANDO DANIELA FALECEU EU NÂO TINHA NASCIDO MAS A MINHA MÂE ME CONTOU TODA A HISTORIA E CHOROU BASTANTE PASSOU UM REVEILON TRISTE OLHANDO A FOTO DE DANY EU COMECEI A PESQUISAR E JUNTAR OS FATOS DESCOBRI QUE ELE QUERIA CHAMAR A ATENÇÂO DA MIDIA.

  13. Cynthia 03/08/2011 at 8:33 pm #

    Cara Gloria, há 5 anos eu venho sofrendo a ausência de meu irmão e acompanhando o sofrimento de minha irmã e principalmente de minha mãe, que durante todos esses anos vem bravamente, mesmo que sob remédios, aguentando a dor e batalhando a vida todos os dias.

    Assistindo agora os depoimentos do psicopata assassino de sua tão querida filha, tive forças para escreve-la pela primeira vez.

    Perdemos nosso querido Danilo, um adolescente, poeta, grafiteiro, artistra circense, amante da vida e da arte e que tinha uma vida toda pela frente, por conta de uma seita religiosa que afastou meu irmão da familia e que o levou a morte.

    Tentamos por todos os meios resolver o caso, interrogar as pessoas envolvidas e nada, a lei do livre culto nos impede de entrar ação contra essas seitas que acabam com familias.

    Até hoje nao sabemos o que aconteceu de fato no dia da morte de meu irmão, porque ninguém nos conta nada do que aconteceu. E pior, ainda tenho dois primos fanaticos desta seita que com o apoio dos pais nao falam nada e ainda defendem a tal igreja.

    Eu quero morrer cada vez que tenho que olhar na cara dessas pessoas, são cínicas, dissimuladas e se sentem os donos do mundo porque frequentam uma igreja.

    Infelizmente, por falta de recursos não conseguimos tocar o processo adiante, mas temos a certeza de que uma hora a casa vai cair para o lado desses fanaticos religiosos sem escrupulos e sem respeito.

    Muito obrigada por este espaço, foi muito bem desabafar esta história com alguém tão forte qto vc, a quem eu admiro demais!

    Grande abraço

  14. Daniela Galvão 12/07/2011 at 5:37 am #

    Um show de cinismo e frieza essas entrevistas, tudo que ele já disse do caso Daniella até hoje. Glória, francamente, não sei mesmo como vc aguentou e aguenta tudo isso. Perdeu sua preciosa filha ainda ouve palhaçada desse tipo. Ainda aguentar esse desgraçado, risonho e todo almofadinha dando entrevista pra tv, revista e tudo mais. Desgraçado ele, e a invejosa barangona da ex dele. Tribufu invejoso, medíocre. Abraço Glória, muita força vc tem.

  15. Kelly Cristina Leal 12/07/2011 at 4:15 am #

    Escrevi “pai do meu filho” to doida, pensei sobre seu filho e errei aqui. É “pai da minha filha.’

  16. Kelly Cristina Leal 12/07/2011 at 4:07 am #

    Como citei no outro post, fui ao fundo do poço, quem me ajudou foram minha mãe, tia, e amigos. O pai do meu filho tb me apoiou e sofria tb. Eu nutria muito dentro de mim a dor. Hj ainda dói, mas me vem as vezes uma ternura não sei explicar. E aprendi a nunca cair por pior que seja a situação, minha mãe quem me ensinou, ela apanhava e era traída em casa, pelo cara que, biologicamente, é meu pai, sofreu tanto, superou tudo, me criou, junto com minha tia.
    Que ótimo seu filho é assim. Que ele se mantenha sempre assim.
    Todos aqui gostam muito de debater contigo, como já disse vc é muito querida por aqui. Vc diz o que pensa, tem personalidade e caráter.

  17. Palewa Merçon 12/07/2011 at 12:00 am #

    Vc tambem é uma mulher de força, Kelly. Eu te sinto bem, mesmo sem contato direto. Não sei explicar. Te sinto forte, racional, segura; mesmo que machucada ainda pela perda da criança. Eu ate acho que vc esta bem comunicativa. O tempo vai amenizar a sua dor.
    O meu filho tem a personalidade bem parecida comigo. Ele é bravinho, geniosinho, ele questiona tudo. Ainda bem que ele é assim, bem esperto, fugaz! rs
    Eu tambem adoro esse blog e nossos debates aqui. Eu me sinto à vontade para desabafar aqui igual no meu blog. Nunca esqueci a Dany. Sempre me inspirei nela. E, apesar de nem todos nós aqui termos a mesma opinião, sinto que todos nos respeitamos, conseguimos desabafar sobre qualquer assunto aqui sem entrar em conflito. Isso é saudavel. Eu aprendo muito aqui nesse espaço que considero especial. Acho legal e interessante tambem o nº de ateus aqui. Sao muitos. Não esperava isso, fiquei surpresa. E como fico feliz tambem quando a Gloria atualiza, quando ela posta fotos ineditas da Danda. É demais! 😀

  18. Kelly Cristina Leal 11/07/2011 at 7:22 pm #

    É verdade Palewa, obrigada e tudo de bom pro seu garoto, que ele cresça, e se torne um homem de bem, justo e inteligente, que saiba ver em vc um exemplo. Que ele seja parecido com vc.
    E eu, apesar disso, tenho momentos bons, pessoas maravilhosas ao meu redor e tb gosto muito desse blog. Me completa, gosto dos debates aqui. Ver tb a força da Glória, a alegria da Dany me faz bem.
    A vida segue apesar de tudo. As pessoas dizem que pouco falo da minha menina, mas ela está entranhada dentro de mim.
    Admiro a Glória, perdeu dois filhos, teve câncer e não esmorece, é um exemplo de força, caráter e bravura.

  19. Palewa Merçon 11/07/2011 at 6:51 pm #

    Também sinto orgulho em ser atéia e de assumir isso abertamente. Estamos as duas livres, Kelly. E isso não tem preço! 😉
    O que aconteceu com vc, poderia ter acontecido com qualquer outra mulher. Foi uma fatalidade. Siga em frente, guarde a pequena no coração. Espero que ainda seja muito mais feliz. Acredite na vida, tenha fé em vc. Isso é o mais importante! E é nisso que reside a verdadeira força e liberdade. 🙂

  20. Kelly Cristina Leal 11/07/2011 at 5:47 pm #

    Nossa eu tb me sinto mais forte e segura, e parei de procurar explicação pra perda da minha filha. Ela hj está no meu coração, nas minhas lembranças, nos meus sonhos de mãe de como seria hj, nunca deixarei de ser sua mãe, mas agora não preciso mais de nenhum alicerce religoso, de numa justificativa nem me sinto mais culpada por não ter fé em algo tão irreal.
    Como vc falou, os ateus têm sim se assumido mais. E eu digo tb com todas as letras, que não me encaixo em religião alguma, e tenho orgulho da minha posição ateísta.
    Toda religião quer sempre explicar o pq de tudo e eu cansei disso, estou livre.

  21. Palewa Merçon 11/07/2011 at 5:58 am #

    Pois é Kelly, as religiões fazem a gente nos sentir culpados pelo mal que sofremos. Nada consideram uma fatalidade. Acha que tudo que ocorre é suportavel, por pior que seja. Que temos que aceitar as provaçoes com paciencia e fé, dando o consolo tosco da vida eterna ao lado de deus no paraíso. Que tédio, neh? rs
    E se aconteceu o mal a vc, com certeza tem algum motivo para isso ou é pq sua fé não foi o bastante. Aceite tudo com muita resignaçao e da proxima vez ore mais! Nunca questione os desígnios de deus! HAHAHAHAHA!
    O problema é justamente esse, Kelly: as religiões tem respostas prontas e toscas para tudo. Um bando de desculpas sem nexo para justificar o que nao tem justificativa; para obrigar vc aceitar o que é inaceitavel. Acho podre isso, brincar com os sentimentos e esperança das pessoas. Ficar prometendo o que nao é certo de existir, para que a pessoa suporte com resignação qualquer provaçao, por pior que seja. Para mim quem é dependente de um ser invisivel dessa maneira para se sentir bem na vida, é um fraco! Tinha medo de abandonar a igreja, achando que ia virar uma amarga, que ia ficar sem chão, sem esperança ou no que me apoiar nas horas dificeis… muito pelo contrario, desde que me assumi atéia, me sinto muito mais forte e segura, mais racional e bem disposta, alem de sentir uma liberdade inexplicavel. A fé em Deus, a igreja e tudo de morbido que o cristianismo prega, pesava demais na minha vida! Sou outra agora desde que abandonei tudo, muito mais confiante e cheia de atitude. 😉

  22. Kelly Cristina Leal 11/07/2011 at 2:51 am #

    É Palewa, acredita que na época, confusa ainda, cheguei a me sentir culpada e percorrer religiões? Me senti culpada por ter a “fé fraca”. Agora, então pq será que pessoas de fé perdem filhos e sofrem tragédias? A desculpa é que não tinham fé suficiente…

  23. Palewa Merçon 11/07/2011 at 2:31 am #

    Bota baboseira nisso, Kelly. Uma coisa que adoro que falam muito no Atheist Experience é essa coisa de que pensar positivo faz as coisas dar certo. Ate parece neh? O misticismo das pessoas as tornam alienadas. Não tô dizendo que temos que ser pessimistas; mas sim racionais, pés no chão.
    Crer em deus, rezar, orar, pedir com fé, etc de nada adianta. Mesmo que um Deus exista, rs. As coisas acontecem, o bem e o mal faz parte do mundo. Temos que nos proteger e nos defender como pudermos.
    O seu comentario Kelly é bem parecido com o depoimento da Vera no site da ATEA. Ela perdeu um filho de 2 aninhos e atribuiram essa perda a falta de fé nela em Deus, já que ela é atéia desde novinha. Mas no hospital, haviam milhares de familiares dela cristãos fervorosos, orando desesperadamente, pedindo para esse Deus poupar a vida da criança. Nada adiantou. O bebê morreu… e a culpa é da Vera que nao tem fé?! Deus nao podia ignorar a incredulidade da Vera e ouvir os outros que creem e tanto clamaram por ele? Ele tirou o filho da Vera para puni-la por nao crer nele? Eu hein, que desprezivel! A vontade dele é que inocentes morram? Por quê? Nunca perdi um filho, mas por ser mãe posso imaginar a dor que deve ser. Tenho um garoto de 5 anos, e se tivesse que perde-lo, nao admitiria que ninguem me falasse que foi a vontade de Deus. Eu acho que daria uma bofetada na cara da pessoa. Não aceito isso, nao sou obrigada a ouvir isso.
    Ah, eu hein! Já fico irritadissima de ter que aturar meus meritos e boas ações serem atribuidas a Deus; como se eu, por mim mesma, fosse incapaz de acertar, de ser boa e de conseguir algo na vida sem que Deus esteja interferindo. Bando de alienados quem pensa assim. Cansei de ficar calada a respeito desse assunto. Agora jogo na cara das pessoas mesmo o que penso dos deus delas. Elas nao jogam na minha cara que vou pro inferno? Que tudo é Deus, etc? Entao tambem me acho no direito de falar abertamente o que pesno, já que isso me incomoda MUITÍSSIMO!

  24. Kelly Cristina Leal 11/07/2011 at 2:04 am #

    Pois é, e mãe de verdade, que ama, nunca esquece um filho em circunstância alguma. Eu entendo a Glória, não só pq perdi minha filhinha, mas pq tb sei me colocar no lugar das pessoas, questão de entender o outro, humanidade.
    Nunca vou esquecer minha filha, imaginar como seria hj. Odiei ouvir que foi a droga da vontade de Deus que se existisse e fosse justo não tiraria minha filha dos meus braços, hj só tenho as lembrançinhas das roupinhas, do que era dela. Não aceito nunca, não dá. “Deus escreve certo por linhas tortas e sabe o que faz”. Baboseira.

  25. Palewa Merçon 11/07/2011 at 12:52 am #

    Exatamente, Kelly e Margot. Sabe o que me deixa muito feliz? Ver que todos nós, ateus, estamos saindo do armário. Não estamos mais dispostos a ficar calados, nem aturando recriminações por sermos incredulos. Não aceito mais passivamente que me rotulem por isso. Se precisar brigar, brigo mesmo! Não creio em Deus mesmo, e antes de dar um pé na bunda da igreja e das religiões, já desconfiava desse Deus. E mesmo que me provem amanha que ele exista concretamente, ainda assim o renego, pois nada que louvam nele me parece justo. Se Deus é do jeito que descrevem na biblia, nas igrejas, etc; quero continuar bem longe dele.

    E Margot, tambem detesto que fiquem atribuindo os meus meritos a Deus. Eu faço e ele leva a fama. Sempre assim! Ouço muito as pessoas me falarem que sou muito bonita e que Deus deve gostar muito de mim por ter me feito assim… na hora agradeço a pessoa, e depois nao resisto e pergunto pq o outro nasceu feio, pobre, doente, aleijado, cego, etc? Pq esse Deus escolheu o outro para sofrer? Ele gosta mais de mim, por acaso? E eu nem acredito nele… tsc tsc… rs
    Eu nao entendo isso mesmo. Acho ate egoismo. Pq eu nascer bela é uma bençao de Deus, o outro que nasceu feio, adoentado, etc aí ou ninguem fala nada ou fala que apesar de nao podemos compreender, temos que encarar com fé, pq com certeza tem uma razao para tudo isso. Fala serio!

    E essa coisa de falar que a morte natural de alguem é a vontade de Deus, putz! Isso é bizarro demais! A vontade de Deus é que as pessoas morram?! Isso impede a pessoa de viver, seus parentes sofrem, etc. Tanto estrago essa vontade divina causa. E qual o sentido de bebês morrerem, como no caso da Kelly? Pq Deus permite que ela engravide, fique meses carregando a criança no ventre, desejando a hora de ter o neném nos braços, e aí vem o bom Deus e mata o neném? Pq se é a vontade dele, ele permitiu a morte. E ainda temos que louva-lo?! Achar isso legal?!

    Sinto raiva quando falam que tudo é Deus. Como assim? Qual a prova disso?Ah olha o ceu, o mar, a natureza, o seu proprio corpo… tudo é perfeito, logo é Deus. Ate parece neh? Ate pq nem tudo é perfeito nem no mundo, nem na natureza e nem no corpo humano, senao nao nasceria gente com problemas, com má-formação, nao haveria doenças graves, etc. O que a ciencia nao pode explicar ainda, nao é prova de existencia divina, é apenas o desconhecido.

    Deus é um judeu magico que surgiu do nada, ou sempre existiu no meio do nada, e um dia entediado do nada, resolveu criar todas as coisas? Não sei como pode pessoas tao inteligentes acreditar piamente nisso, sem questionar, sem nem achar estranho tudo isso. Fé demais cega. Fato!

  26. Kelly Cristina Leal 10/07/2011 at 4:24 am #

    Adoro comentários ateístas, acho que todos se completam e eu já rodei mesmo diversas religiões e nenhuma me satisfez. Palewa, eu ainda não te add no msn pq não tô conseguindo entrar nele não sei pq.
    Não acredito mesmo em deus, já falei aqui que perdi minha filhinha e me dava ódio mortal ao ouvir que foi a vontade de deus, tive síndrome do pânico séria originada por uma série de coisas que me aconteceram e deus nenhum me ajudou nisso, tive que fazer tratamento e muito esforço.
    E na bíblia, nada tem coerência e sentido, e se jesus morreu de fato na cruz, ele não foi o único e alguns bem pior, de cabeça pra baixo.

  27. Margot Ramos 10/07/2011 at 2:59 am #

    Olá pessoas.
    Tbm cresci no meio da igreja católica. Fiz tbm até a crisma, estudei em colégio religioso. Durante as aulas d catecismo e depois d crisma, eu sempre questionava mt com perguntas tipo “se deus eh misericordioso, pq ele castiga?” enfim eu questionava mt, deixava pessoas desconcertadas, sem querer msm, já recebi até advertência. Meu pai até me colocou no grupo jovem da igreja e eu saí. Já li a bíblia e tbm o alcorão, além do q meu padastro eh muçulmano. Não vejo msm sentido algum em deus, o mundo eh todo errado, não vejo justiça divina nem coerência em nada. Tbm sou lógica e racional e a tudo questiono. Ainda encontro sim quem tente me convertar e até sutilmente recriminar, mas o fato eh q não me apresentaram argumentos q me convença.
    E eu acredito na ciência. Sou estudante d psicologia, já conversei com tanta gente q faz tratamento psicologico, eh cada coisa q só aumenta minha convicção da não existência d deus.
    Fui promovida a supervisora lá no meu emprego e já vieram atribuir isso a deus. Não msm, foi o meu esforço.
    Tive um amigo meu d infância assassinado no início d dezembro do ano passado, ficou tudo mal resolvido, umas 20 versões, nada saiu do lugar e ele perdeu a vida. Até escrevi a respeito no blog da Glória Perez msm.
    Prefiro tá livre do q viver sob dogmas q não acredito.

  28. Palewa Merçon 10/07/2011 at 2:00 am #

    Eu era como a sua irmã, Gabriel. Resisti muito antes de me assumir atéia. Mas, na realidade, desde pequena questionava a existencia e justiça de deus. Nada nunca fez muito sentido para mim. Pensava e pensava, mas minha cabeça dava um nó. Tudo incoerente. Logo, comecei a questionar demais e, consequentemente, pelas respostas que me davam na igreja , todas sem sentido, passei a duvidar cada vez mais fortemente de Deus. Depois fui lendo sobre a origem das religiões e ficou nitido que a Biblia e a historia de Jesus Cristo, nao passa de um plagio, de um mix de historias de deuses e religioes mais antigas. Basta as pessoas lerem sobre os deuses: Horus, Krishna, Buda, etc.
    Fui como vc Gabriel: crismada, batizada, criada numa familia catolica, estudei em escola religiosa em Portugal, etc. E nada nunca foi 100% acreditável para mim. Só em 2008 tive coragem de me assumir como atéia abertamente.

  29. Palewa Merçon 10/07/2011 at 1:54 am #

    Vc vai morrer de rir das charges ateístas que posto no meu blog, Gabriel. Divirta-se! rs

  30. Palewa Merçon 10/07/2011 at 1:49 am #

    Todos esses seus questionamentos já passaram pela minha cabeça tambem, Gabriel. Eu detesto o Cristianismo e o deus biblico justamente por isso: ele nao é bom, nao é racional, nao é justo, é machista, é homofóbico, é assassino, é vingador, é ameaçador, etc. e os cristãos ficam dando desculpas para justificar todas aquelas atrocidades retratadas no “livro bom e sagrado”. Religião nenhuma tem lógica, essa é a grande verdade. Todas são anti-cientificas.
    Eu respeito a fé alheia, todas as seitas e religioes e o direito deles de crerem no que quiserem e como quiserem; o que nao posso aceitar é que falem que o “ruim” é bom; que perdoem assassinos e esqueçam suas vitimas como se a morte delas fosse algo reversível ou aceitável. Quem é misericordioso com as pessoas cruéis, acaba sendo cruel com as pessoas misericordiosas.
    Não acredito em Deus porque quanto mais eu investigo os discursos que o defendem, mais inconsistências e mais contradições parecem emergir. Qual pode ser o sentido de rezar? O Deus das pessoas cristãs não é onisciente? As pessoas rezam pedindo as coisas para quê? Deus, sendo onisciente, não está prestando atenção e sabe de tudo sempre?
    Como me enoja quando uma pessoa fica feliz pela conquista profissional da outra e diz que aquilo foi um presente de Deus a ela, ignorando assim todo o esforço e toda a dedicação que a pessoa sozinha investiu em si para alcançar aquilo. Me enoja que creditem tudo a Deus, sempre. Aff! Quem é ateu o é porque percebe a conveniência que ronda Deus e as religiões. É por isso que existem tantas religiões quanto existem códigos morais.

    “Para o homem de convicção, a fé representa sua espinha dorsal. Deixar de ver muitas coisas, não possuir imparcialidade alguma, ser sempre de um partido, estimar todos os valores com uma ótica severa e infalível – essas são as condições necessárias à existência desse tipo de homem.”

  31. Gabriel Ribeiro Filho 09/07/2011 at 7:08 pm #

    Como se não bastasse, a morte existe pq Adão e Eva pecaram, então se eles não tivessem pecado, o mundo iria ficar cada vez mais populoso até explodir? E os animais tb pagam o pato, já que morrem tbm? E os animais não se casam antes de fazer sexo, será que vão pro inferno?
    Sabe Palewa, cresci na igreja católica, fiz até a crisma, estudei em colégio religioso e nada disso nunca entrou na minha cabeça, algumas pessoas as vezes acham agressiva minha forma de falar e mostrar que não acredito, e já me perguntaram se sou revoltado com deus, não sou, pq não creio na existência dele, acho inconsistente e incoerente, acredito no que é lógico e gosto de questionar tudo, reconheço tb se estou errado, mas até hj ninguém apresentou argumentos que me provassem que estou errado. Não creio em um deus de ameaças tipo, ou crê em mim ou vai pro inferno. Se eu for bom, justo, generoso, não importa, o importante é acreditar cegamente nele, sem pensar nem questionar nada. Então “deus” que me desculpe mas não consigo ser assim, até pq se ele existisse e fosse assim, não concordaria com sua forma de agir e pensar, mas quem sou eu pra questionar deus né? Mas não consigo crer mesmo. Agora minha irmã virou atéia de fato, ela tinha dúvidas e sempre disse a ela que no fundo sempre foi atéia, mas não queria admitir, queria ter esperanças… acho que isso acontece com muita gente mas tem dificuldade de admitir. E vi pelo blog que nós dois não somos os únicos ateus daqui. E se somos ateus, teriamos de ser maus, se somos maus, como podemos apoiar Glória Perez e defender uma vítima de violência como Daniella? Ah já sei, o mal é o de não ser a favor do “perdão” ao assassino. Aliás, perdão para assassinos.

    Abs.

  32. Gabriel Ribeiro Filho 09/07/2011 at 6:57 pm #

    Exatamente Palewa, pensamos muito parecidos mesmo, e é sempre assim, sempre tem um tentando convencer, mas os argumentos são frágeis. Adoro os vídeos do Atheist Experience, vi que os postou em seu blog, eu vi alguns, vou ver depois melhor e comentar tb.
    Na prática deus nos impõe a crer nele senão seremos severamente castigados, nesse caso, o livre arbítrio é pura hipocrisia, eu detesto tb o cristianismo, por não ser incoerente e hipócrita.

  33. Gabriel Ribeiro Filho 09/07/2011 at 6:53 pm #

    Palewa, eu vi um pouco do seu blog, ainda vou ver mais, quero destrinchar com calma. Adorei seus posts em especial sobre ateísmo, eu já li ” O livro Negro do Cristianismo”, é macabro mesmo e mostra muita coisa que tanta gente nem sonha imaginar, vale a pena pra ateus e não ateus lerem.
    Alguns livros interessantes que li foram: “Deus não é Grande”, de Christopher Hitchens; “O Fim da Fé”, de Sam Harris.
    Acho que o próprio caso Daniella Perez mostra toda a injustiça, vejamos, Daniella Perez, está morta e enterrada, perdeu sua juventude, seus sonhos, projetos de vida, deixou sua família, seu marido viúvo, pq foi estupidamente assassinada, sua mãe nunca mais será a mesma obviamente, e onde estão seus assassinos?! Um dá palestras como pastor pelo Brasil, é tratado sim em diversos lugares como grande celebridade e ainda reclama de perseguição, e a outra, casou novamente, teve outro filho (e sua vítima não pôde realizar o desejo de ter filhos) e ainda passa por grande dondoca da sociedade. É isso.
    Como disse eu até respeito as religiões sim, mas eu não concordo que tudo se justifique por religião, por deus, dizer que o mal do mundo está em quem não tem deus, se ele próprio criou o mundo, criou “a árvore do fruto proibido, do conhecimento do bem e do mal”, criou a “cobra do pecado”, Aí Adão que de sua costela fez Eva, isso é um tanto quanto machista não? Sabemos que quem gera é dá a vida são as mulheres, nós homens somos apenas co-autores nisso, mas a vida saí de dentro da mulher, e na historinha de Adão e Eva, ela foi feita da costela dele e ainda por cima, ela foi quem trouxe o pecado pro mundo só pq comeu “o fruto proibido”, incentivada por uma cobra falante, então se a cobra é um animal maldito, pq existe? Pq a tal arvore do fruto proibido foi criada? deus deu a Adão e Eva roupas de pele de animais, então é certo sacrificar animais? E outra, se Adão e Eva comessem do fruto morreriam no mesmo dia, mas não morreram… E onde fica a evolução da nossa espécie nisso?
    E o sexo, é impuro? Dele nasce a vida, nós, os cães, os gatos… fazemos filhos, geramos vida através do sexo, pq vê-lo como algo sujo? Pq Jesus tem que ser casto?

    Abs.

  34. Palewa Merçon 09/07/2011 at 6:38 pm #

    É Gabriel, pensamos parecidíssimo mesmo! Acho que vc vai adorar o meu blog entao, pq debato tudo isso lá.
    Um dia desses num restaurante juntou um monte de cristaos tentando me converter, chocados por eu nao crer em deus. Aí contaram a historia de um cara que nao acreditava e acabou ficando muito doente. Ele acabou tendo que amputar uma mao. Disseram que Deus permitiu que isso acontecesse com ele. Ora, isso é bom gente? Que Deus é esse? Se ele permite que essas maldades aconteçam, ele é conivente. Pior é eles ficarem falando essa historia para me dizer que se a gente nao aceita deus pelo amor, aceitará pela dor como esse cara do exemplo. Entao cade o raio do livre arbitrio? Esses argumentos alem de nao serem justos, nao tem logica nenhuma. Ficavam repetindo igual papagaio que “tudo é deus”. Tudo? Como assim? Como podem afirmar isso com tanta convicção? Pela fé? Entao se eu tenho fé que isso é verdade, entao é verdade e devo impor isso aos outros pq estou acreditando certo? Me poupem neh?! Ah, eu odeio o cristianismo mesmo. E se deus é dessa maneira retratada na biblia e pela boca dessa gente, mesmo que me provem que ele existe concretamente, ainda assim eu o negaria, pq nao acho nada disso racional, nem bom e nem justo. Deus é desprezivel se ele é assim!

  35. Gabriel Ribeiro Filho 09/07/2011 at 6:22 pm #

    Fala Palewa, blz?! Minha irmã passou o recado, ela disse que já dava pra acessar o blog, aliás, eu não sei pq naquele dia não entrava de jeito algum. Enfim, eu vou lá agora mesmo, antes eu quero dizer aqui que apóio essa idéia de debater ateísmo e religiões em uma novela.
    Legal, gostei dos comentários… eu sou ateu mais do que convicto e, de fato o preconceito diminuiu muito contra nós, mas ainda ouço ou leio pessoas dizendo que “jamais votariam em um ateu” ou que o mal do mundo é “falta de deus” no coração, eu quero entender onde que está associado que quem não acredita em deus comete crimes em nome de NÃO ACREDITAR em deus.
    Estou cansado de tudo a explicação estar em deus, se o mal existe é a falta dele no coração, se o bem existe é pq se acredita nele, se alguma tragédia acontecesse, foi a vontade dele, se alguém sofre, é pq, ou está pagando um mal terrível ou foi pq deus não dá aninguém um fardo maior do que possa carregar, como assim, deus gosta de dar fardo aos seus amados filhos? Os cristãos que me perdôem mas isso não entra na minha cabeça, acredito no lógico, racional. Não virei ateu da noite pro dia, na verdade nunca acreditei muito, e tb, lendo a bíblia, avaliando o mundo, não consigo crer que há algo poderoso, justo e bondoso com tanta injustiça no mundo. Eu respeito todas as religiões, e desejam que me respeitem, conheço sim pessoas de religiões que não são fanáticas, o que me cansa é a fé cega, é atribuir tudo à um deus mágico. “Justiça divina”, não consigo crer nesse termo, o mundo está aí e sinceramente, não se vê essa justiça tão falada.
    Tá tão entranhado que é preciso acreditar que a maioria das pessoas têm medo de debater, questionar. Tenho uma tia religiosa fanática, que me joga indiretas e tudo mais, meu primo de 12 anos, um dos filhos dela, tem um problema genético e quando ataca ele nem consegue andar e ele sofre muito e eu perguntei pq o deus dela não impediu isso já que ela o venera tanto, aí sabe o que já disseram dela? Que talvez sua fé e devoção não sejam suficiente. Ela mesma tenta despistar do assunto. Francamente, eu vivo o hoje, o agora, sem esperar juízo final, céu, inferno. É isso.

    Abs.

  36. Palewa Merçon 01/07/2011 at 10:40 pm #

    Exatamente Irene, eu tinha vizinhas evangelicas que viviam me alertando para nao julgar o assassino da Danda pq para Deus nao existe medida de pecado, ou seja, pecado é pecado. Entao matar uma pessoa por motivo futil ou torpe e trair um namorado é a mesma coisa. Sabe o que me dá mais nojo? É essas criaturas “não pensantes” conseguir manifestar com a boca um absurdo desses com uma cara feliz e com uma certeza ofensiva de que isso é muito justo. É de um egoismo sem tamanho, é muita falta de capacidade de se colocar no lugar dos outros que tiveram filhos assassinados. Inclusive eu perguntei para elas pq Deus faz uma pessoa nascer perfeita, bela e rica e outras aleijadas, doentes, pobres, etc já que o Cristianismo nega a reencarnaçao e diz que Deus é justo e tem um plano para a vida de cada um de nós. Aí citei como exemplo uma mãe ter um filho cego de nascença e outra mãe ter um filho perfeito. Pq Deus escolhe um para ser perfeito e o outro para nao ser? Elas me responderam que é necessario para que as obras de Deus se manifestem nesses seres que nao sao perfeitos fisicamente e na maior cara de pau, olharam para mim brava, perguntando se eu acho que o unico mal no mundo é nascer cego. Me lembraram que o mundo nao é feito só de justiça e bondade. Eu fiquei assustada. Quer dizer que se elas tivessem nascido cegas ou tivessem filhos cegos, nao iam questionar nada? Iam aceitar tudo de bom grado, sem perguntar, mesmo que só internamente, pq o filho da outra é perfeito e os delas nao?! Facil pregar uma tolice dessas quando se nasceu perfeita! Se uma delas fossem cegas ou se tornarem cegas por algum acidente, aí quero ver nao questionar a Deus e achar que essa provaçao é mesmo necessaria de bom grado. Ah quero! Facil desdenhar das provaçoes que os outros tem que passar e elas nao, neh? Muito egoismo mesmo! Que nojoooo!
    Eu tambem me sinto outra, muito mais livre e feliz, desde que me assumi como atéia e perdi o medo de falar abertamente que nao acho o Cristianismo justo, nem algo bom. Não que minha vida tenha mudado na pratica, o que mudou foi só o meu emocional. Sou muito mais forte e coerente agora. Parei de me conformar com tudo e esperar “deus” resolver meus problemas. Esse foi meu grande avanço! Estava realmente cansada dos falsos consolos da igreja cristã. E mesmo que me provem que esse Deus retratado na Bíblia existe, ainda assim nao desistiria de ser atéia. Por que motivo? Porque tudo que louvam nele me parece repugnante e nada justo. Vc viu a polemica envolvendo a ex-atriz Miriam Rios, Irene? Eu postei lá no meu blog a respeito… ela praticamente acusa gays de serem tambem mais propensos à pedofilia só por serem homossexuais. O que tem a ver alhos com bugalhos? A maioria dos pedofilos que a policia apresenta nao sao gays. Baseada em que a Miriam afirma com tanta convicção um absurdo desses?! Pq ela é militante católica?! E daí?! Ah, eu hein, ninguem merece! Ela nao é especialista em pedofilia, em Criminologia, não é psiquiatra ou psicologa para falar com tanta certeza do universo intimo de um gay e de suas possiveis tendencias criminosas baseadas só em suas opções sexuais.

  37. Yasmin Villefort 01/07/2011 at 5:44 pm #

    Sim, seria ótimo que a Glória debatesse uma novela assim, eu não tenho religião definida, mas adoraria ver uma novela com um debate rico como esse, seria de muita valia. Apóio. =)

    Beijos.

  38. Irene Ribeiro 01/07/2011 at 3:27 pm #

    Para eles não existe “pecadinho ou pecadão” e outra, para eles, o “assassino arrependido”, vale mais do que o “tatuador não arrependido de ser tatuador ou a pessoa não arrependida de ter tatuagem”. Não falo que todos os religiosos são assim, conheço muitos que não são, inclusive, conheço um evangélico, que é um cliente nosso da loja e amigo tbm, saimos juntos e tudo, ele é divertido e nem tenta pregar ou converter ninguém, nem toca no assunto, às vezes ele explica o que ele acredita mas ele não é um fanático, por isso gosto muito dele. Agora a instituição Igreja, prega que “pecadinho e pecadão” dá no mesmo, que isso não existe, que pecado é pecado e fim de papo. Vai falar pra família de vítimas assassinadas que o “pecado” dos assassinos são iguais ao pecado de quem roubou um pão no mercado, ou de quem falou uma ofensa a alguém, ou de quem deu uma bofetada em alguém, e por aí vai. Dizer que tudo é igual, ninguém merece.

  39. Irene Ribeiro 01/07/2011 at 3:19 pm #

    Palewa, vc citou sobre tatuagem, eu vi aqui mesmo no blog, o comentário de um rapaz, Tony, falando que ele é tatuador e um amigo dele é tatuador, tem tatuagem, e que esse é evangélico e aí a Igreja recrimina ele. Estou me sentindo tão liberta depois que me “decidi” pelo ateísmo. Essa é a minha convicção e agora que me decidi me sinto “outra”.
    Glória, nos atenda “please” e faça uma novela sobre esses temas que falamos, debater ateísmo e diferentes religiões, sei que saberá fazer isso com imparcialidade, embora alguns dirão que vc está querendo impôr algo, etc. Mas basta ver suas novelas, vc sabe debater muito bem temas polêmicos.

    Abraços a todos do blog.

  40. Palewa Merçon 24/06/2011 at 10:47 pm #

    Verdade Irene, a Glória nesse ponto é bem parecida comigo: ousada. Também me descrevem assim: muito corajosa e bem ousada. E acho que nesse mundo de hoje falta gente assim. A maioria se acomoda, não impõe respeito, não lutaM por seus direitos.
    Eu gosto das novelas da Glória justamente pq ela quebra tabus, gera polêmica. Isso é impactante numa sociedade maltratada e acomodada. Tomara que ela leia com atenção nossa sugestão de ela debater ateismo e varias religioes diferentes numa novela. A hipocrisia, preconceito e brigas que envolvem tais diferenças. Veja que desproporcional perdoar e esquecer o crime cometido por um assassino como o Guilherme de Pádua, mas não aceitar uma pessoa pq ela tem uma opção sexual diferente, ou faz tatuagem… é menos grave matar por motivo torpe?! Pq Deus se preocupa tanto com o cú alheio, mas não dá a mínima para a quantidade de malucos que cometem crimes em seu nome? Com os dízimos que tanto beneficiam certos pastores desonestos, a pedofilia abafada na igreja, milhões de mortes por catastrofes naturais, onde pessoas morrem clamando pela salvação dele? Deus permite que seus lideres religiosos persigam implacavelmente os gays, mas não é capaz de fazer nada para evitar a morte estúpida de muitas vitimas da violencia como a Danda? Deus dá tanta importancia em combater o homossexualismo, mas nao é capaz de combater com tanta veemencia tambem o trafico, a corrupção na política e policia, a impunidade, etc? Pq culpo a Deus os atos praticados no mundo por homens? Pq esses lideres religiosos afirmam que a biblia é a palavra de Deus. Não aceitam que contrariemos o “livro sagrado”. Mas a biblia diz claramente que nao há nada de bom ou ruim que aconteça no mundo sem que Deus permita. Que nem mesmo Satanás pode agir, se Deus nao permitir. Entao a culpa é do Deus que eles pregam atraves da bilia SIM!
    Eu tambem sinto que o ateísmo tem sido mais aceito hoje em dia que o homossexualismo. A igreja combate com muito rigor ainda os gays e o aborto. Não aceitam debater, querem se impor e ponto final. Fingem nao saber que existem nós ateus e gente que segue religiões diferentes, até menos conservadoras. E que não somos obrigados a acatar nada pq está escrito na bíblia, ja que nao somos obrigados por nenhuma lei a seguir a religião católica ou protestante. O pastor Malafaia e o Papa no Vaticano são mestres em ignorar e, ao mesmo tempo, perseguir os que não concordam com suas idéias. E o Malafaia ainda quer falar na TV sobre liberdade de pensamento? Ora, é muito cínico esse senhor!

  41. Irene Ribeiro 24/06/2011 at 5:32 pm #

    Gente, estou adorando isso daqui.
    Palewa, eu posso te adiantar, a novela era da Glória sim, foi “América” em que a Ju Paes interpretava a Creuza e a Glória claro, recebeu alguns bombardeios por conta disso, mas o que eu gosto na Glória, é justamente isso, sua ousadia, ela dá a cara a tapa e nem tá aí, não tem medo de causa polêmicas, como citou a Margot, ela fez “Barriga de Aluguel” com um tema polêmico, e eu sei que nessa época quiseram censurar a novela, e ela seria exibida no horário da novela das 20h, mas não pôde então ficou sendo novela das 18h. Em “De Corpo e Alma” ela inovou com o “Clube das Mulheres” atingindo em cheio os machistas de plantão que acham que mulher não tem a nada, em “Explode Coração” ela falava da cultura cigana e internet e muitos acharam absurdo a forma abordada da internet, achavam viagem demais, lembro das cenas da Dara(Tereza Seiblitz) e o Júlio(Edson Celulari) conversando pela internet, se olhando e muito mais que acharam loucura, viagem da Glória e olhem como hj está a internet, até bem mais do que ela projetou, agora mesmo no ar “O Clone” ela fala sobre clonagem, fora outras em que sempre toca em assuntos que mexem diretamente com a sociedade. A Glória é ousada em tudo o que faz, no seu trabalho e até em sua vida, temos o exemplo do caso Daniella, como ela encarou tudo de frente e não se contentou enquanto não houvesse justiça. Então eu vejo perfeitamente a Glória encarando um tema assim. Acho assim, a cara dela.
    Palewa, vc estava comentando sobre o preconceito religioso tbm aos homossexuais, então, a namorada do meu irmão que tbm não acredita em deus diz que o preconceito em relação ao ateísmo é quase que proporcional ao preconceito contra o homossexual, e que se duvidar hoje, se aceita até melhor o ateísmo do que o homossexualismo. Ela toma conta do salão de beleza da mãe dela e ela diz que há muitos fregueses homossexuais, homens e mulheres e que eles contam cada uma para elas, a respeito de não aceitação, preconceito. Vivemos em uma sociedade hipócrita e parece difícil para certas pessoas entenderem que todos tem o direito de ser e fazer o que quiserem, contanto que isso não inclua mata, roubar, sequestrar… A sociedade aponta o dedo, e muitas vezes é cega, acredita em uma verdade pronta, cuspida na cara dela e pronto. E “ai” de quem contestar. Por isso gosto muito da Glória não só como mãe e pessoa, mas como autora por ela não se intimidar em debater temas que mexem sim com as famílias, mexem com a sociedade.
    Margot, eu sabia que vc era atéia rsrs, até comentei por aqui no blog, eu fuxiquei seu twitter rsrs. Sobre o Tiago Santiago eu acho que ele está sendo muito feliz em “Amor e Revolução”, e está quebrando tabus e demonstrando tudo mesmo. Ele realmente é um autor que ousa tbm.

    Beijos galera.

  42. Palewa Merçon 23/06/2011 at 10:52 pm #

    Já tinha visto essa pesquisa de que países onde a maioria é ateu são mais pacíficos, Margot. Eu nunca vi um ateu virar terrorista. Esse tipo de ato sempre vem de religiosos fanaticos que querem impor suas crenças. Veja como os protestantes criticam os católicos. Ora, nao são todos cristãos? Não pregam a mesma bíblia?
    O preconceito em relação a gays e ateus vem justamente do “livro bom” chamado bíblia. Nós somos classificados lá como “anatemas”, malditos por negar a deus. E o mais bizarro é que a biblia tambem afirma que foi o proprio deus que nos “cegou” para que nao conseguissemos crer nele. Alias em varias passagens biblicas, deus induz as pessoas a errarem, ou fala por parabolas para ninguem compreender suas palavras. Cade, nessas passagens, o tal livre arbitrio que tanto pregam para justificar deus nao impedir o mal de acontecer no mundo, nem mesmo os que sao praticados em nome dele? Fala serio neh? Qual o sentido disso? Se ele me cega para eu ser ateia, que moral ele tem para me julgar por isso? Pq eu sou uma maldita? Pq ele me fez maldita? Aí falam que vc nao sabe interpretar… qual a outra maneira lógica de interpretar essas sandices? Pior é que lá está escrito tambem que deus tanto habita a luz quanto as trevas; que ele odeia mais o pecador q o pecado, etc.
    Teve uma novela que nao me recordo o nome, que a Juliana Paes fazia uma religiosa fundamentalista que levava uma vida dupla. Ela pregava recato, mas por baixo das roupas cafonas de religiosa usava lingeries super sexys e era uma mulher fogosa e sexualmente ativa. Vcs lembram disso, Margot e Kelly? Era uma novela da Glória?
    A Glória seria uma otima autora para abordar ateismo e diferentes religioes e seitas numa novela dela. Ela sempre quebra tabus e debate temas polêmicos em sua obras. Entao acho que, de repente, ela ficaria mais a vontade mesmo que fosse criticada por religiosos, principalmente por evangelicos, por conta do assasssino estar na igreja. Mas nos que nao somos religiosos, e os cristãos e outros religiosos nao fanaticos estariamos junto com ela para apoiar. Eu mesma nao me importo de debater isso abertamente no meu blog ou facebook. Acho ate que a mentalidade da maioria esta mudando em relaçao a ateus. Não sinto mais tanta repulsa como sentia antes por assumir abertamente nao crer em deus e nao ter a minima simpatia pelo cristianismo.

  43. Kelly Cristina Leal 23/06/2011 at 9:28 pm #

    Concordoooooooooooooo, seria ótimo, excelente, acharia ótimo qualquer autor, todos tem suas qualidades mas de fato preferiria Glória, ela sempre fala de religiões e diferentes culturas. Seria muitooooo bom.
    Saudades daqui.

    Abração a todos.

  44. Margot Ramos 23/06/2011 at 9:18 pm #

    No início eu quebrava o pau com meio mundo se criticassem meu ateísmo, já fui criticada e nada respeitada, agora eu simplesmente não tô nem aí, se tem uma coisa que eu não tenho nem nunca tive medo é de falar o que eu penso, eu tô cansada de ter que explicar pq sou ateísta pra aqueles que recriminam e já perguntam isso em um tom de revolta. Se uma novela que falasse desse tema fosse ao ar seria tudo de bom mesmo e olha é como citaram em comments aqui, não é incentivar a, b, ou c não é explicar, debater. Palewa, não sei se vc já viu isso, em todo caso: http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/inacreditavel/2009/06/24/209003-ranking-mostra-que-paises-ateus-sao-os-mais-pacificos

    Vlw, abraço, fui!!!

  45. Margot Ramos 23/06/2011 at 8:40 pm #

    Boa Palewa… mandou bem no seu comment!!!!

    Gostei da idéia de escrever pras emissoras que produzem novelas e eu fiz isso agora, escrevi pra Globo, SBT e Record dando a sugestão. Seria ótimo que algum autor levasse adiante um projeto assim. Eu imagino muito a Glória ou o Tiago Santiago, escrevendo uma novela nesses moldes, curto muito o trabalho de outros autores, mas me parece mais o “perfil” da Glória ou do Tiago, no quesito debater temas polêmicos desse gênero. A Glória foi muito ousada sempre em seus temas, por exemplo colocar em “Barriga de Aluguel” o tema da mãe de aluguel, em “De Corpo e Alma” o “Clube das Mulheres”, e por aí vai. Mas claro que o autor que se habilitasse a isso, receberia “palmas” de muitos.

    Palewa, eu vou indicar seu blog pra alguns amigos meus, ateus e não ateus. Vlw.

    Forte abraço.

  46. Palewa Merçon 22/06/2011 at 10:28 pm #

    Que bom que gostou do meu blog, Margot. O Cristianismo além de ser algo sem lógica, como todas as outras religiões e seitas, também carrega muitos crimes em nome de deus nas costas.
    Pq somos maus só pq questionamos a deus ou nao cremos nele? Para mim monstro e cheio de maldade é quem arruma desculpas esfarrapadas e justificativas para as atrocidades cometidas por deus na bíblia, principalmente no velho testamento. Onde e em que sociedade, ou por causa de deus ser o criador, é motivo e correto o estupro, a escravidão, mandar matar quem cultua outros deuses ou nenhum, ou quem trabalha no sabado? Ele é o criador, entao pode fazer o que bem entende com todos nós, só pq nao é tempo da graça?
    A igreja cristã prega que somos culpados pela crucificação de um homem bom, mas pq seríamos? Um deus onisciente, todo poderoso e sabedor de todas as coisas nao podia resolver tudo de outra maneira? Um ser tao perfeito criou seres tão imperfeitos e nos culpa por isso e ainda nos pune? Ele nao sabia que ia dar nisso tudo de antemão? Tanta desgraça só pq uma cobra falante convenceu uma mulher a comer uma maçã proibida? Jesus foi crucificado para nos livrar de nossos pecados… entao pq ainda haverá um julgamento final e a tortura eterna no inferno para quem for condenado pelo bom deus que tanto nos ama? Qual a lógica nisso? Para mim sem ética é quem prega que deus é infinito perdão, mas vai jogar pessoas no inferno para sofrer pela eternidade. E o maior alerta da bíblia em relaçao ao inferno é justamente sobre os anatemas (malditos) incrédulos. Para o bom e justo deus bíblico nao importa o quão boa e justa uma pessoa seja na terra, se não crê e louva ele essa pessoa vai pro inferno, independentemente de suas boas obras.
    Para Deus é mais importante ser louvado por todos do que as pessoas praticarem o bem e a justiça? Cansei de ouvir na igreja que deus e o mundo nao é só feito de bondade e justiça. Ah que maneiro, acham legal isso? Deus te faz o bem se vc rezar muito, pregar a palavra dele, louva-lo sempre, jejuar, se sacrificar, etc., ele nao faz o bem só pq uma pessoa é boa e merece bençãos… temos livre arbitrio? Deus me deu duas opçoes: crer nele ou não crer. Mas se eu optar pelo que ele nao quer q eu opte, q é nao crer nele, aí ele irá me punir. Entao que raio de livre escolha eu tenho?
    Olha, cristaos que me desculpem, mas para mim a biblia e essas crenças nao passam de TOLICES. Não gosto, nao acho racional, nao acho logico, nem bom e justo. Fé demais não cheira bem e ainda cega. Te torna preconceituso, te faz julgar quem nao compartilha das mesmas idéias. Te faz ser conformado e resignado demais baseando-se em falsos consolos. Para mim a religião traz mais mal que bem. Não sei pq no Brasil, um Estado laico, dá tanta abertura para a igreja se meter na sociedade e na política. Acharia o maximo ver isso retratado numa novela: a diversidade de religiões, o ateísmo e agnosticismo, as seitas como a maçonaria, etc. De repente seria um começo para conscientizar as pessoas do quanto o fanatismo e a fé cega é maléfica. A hipocrisia de muitas religiões. Os absurdos como amaldiçoar a ciencia, o homossexualismo e proibir uso de preservativos. Seria ótimo que a Glória resolvesse debater esse tema numa novela. Mas com certeza não será facil tocar nesse assunto, pois a igreja ainda tem forte influencia e muitos nao aceitam que se questione. Mas eu se fosse autora de novelas, tocaria um projeto desses para frente, independente de criticas e represalias.
    NÃO SERIA UMA FALTA DE RESPEITO OU PRECONCEITO RELIGIOSO; MAS ESCLARECIMENTO, A MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO LIVRE. NÃO É PARA DEFENDER OU APOIAR O ATEÍSMO, OU UMA RELIGIÃO EM ESPECIAL, MAS PARA RELATAR IMPARCIALMENTE A REALIDADE EM TORNO DISSO. PQ NAO PODEMOS DISCUTIR RELIGIÃO OU DESCRENÇA? PQ NAO DEVEMOS QUESTIONAR OS DESIGNIOS DE DEUS E A BIBLIA? PQ SER MACUMBEIRO É MAIS ERRADO QUE SER ESPIRITA? PQ UMA IGREJA CRISTÃ BRIGA COM A OUTRA? PQ O EVANGELICO SE ACHA MAIS CORRETO Q O CATOLICO? PQ DEBO CRER PIAMENTE NO DEUS DE ISRAEL SE NAO NASCI LÁ NEM SOU JUDIA? E AS CULTURAS DIFERENTES QUE PREGAM VARIOS DEUSES COMO A GRECIA E A INDIA? VÃO TODOS PARA O INFERNO? PQ O MAL É TUDO OBRA DO DIABO PARA OS PROTESTANTES? ENFIM, SERIA UM TEMA RICO POR CONTA DA PROPRIA DIVERSIDADE DE INTERPRETAÇAO RELIGIOSA. PODIAMOS MANDAR MENSAGENS PARA A GLOBO, RECORD E SBT SUGERINDO ISSO. POIS NESSES CANAIS PASSAM NOVELAS. EU ADORARIA TAMBEM QUE HOUVESSE UM PROGRAMA PARECIDO COM O QUE TEM EM AUSTIN, CHAMADO “ATHEIST EXPERIENCE”. QUEM NAO CONHECE, MESMO QUE SEJA CRISTÃO, SUGIRO QUE ASSISTA NO YOUTUBE. BASTA PROCURAR ENTRE ASPAS LÁ POR “ATHEIST EXPERIENCE LEGENDADO”. ALGUNS VIDEOS DISPONIBILIZO NO MEU BLOG. É UM DEBATE ENTRE CRISTAOS E ATEUS. OS CRISTAOS LIGAM PARA QUESTIONAR OS INCREDULOS. DEI BOAS RISADAS VENDO ESSE PROGRAMA…

  47. Margot Ramos 22/06/2011 at 9:34 pm #

    Quanto tempo eu não visito aqui!!!!
    Bem, sou ateísta e concordo plenamente com a idéia de uma novela falar sobre esse tema levantado pelo Leonardo, seria super interessante e importante. Seria excelente debater ateísmo e diversas religiões, de fato poderia ajudar derrubar alguns preconceitos sim, mas poderia causar muita “dor de cabeça” tbm. Gostaria muito que um autor levasse isso ao público, de preferência vc Glória. A verdade é que hoje em dia eu não me importo se concordam ou não com a minha posição, eu não dou ouvidos mais quando não me sinto respeitada quanto a isso, não dou nem abertura, pois eu respeito as opiniões e já fui muito criticada pelo meu ateísmo, porém, poderia ajudar as pessoas a entenderem que o fato de alguém ser ateísta não significa que é um monstro do outro mundo.
    Palewa, eu estava vendo o seu blog pois eu li muitos comentários de que seu blog é muito bom, então fui dar um confere por lá, gostei bastante, eu até adicionei nos meus “favoritos” pra eu ver depois melhor, muito interessante.

    Forte abraço.

  48. Irene Ribeiro 22/06/2011 at 2:26 pm #

    Sobre essa entrevista no “Fantástico”, eu penso o seguinte: ele não pensou nunca nem em defender a Paula, eu já li outras entrevistas dele sobre o crime, e em todas ele parece querer se mostrar “inocente” que não viu má intensão na Paula, mas ele disse numa entrevista algo tipo “Eu vi a Daniella achei que ela estivesse morta” aí o reporter pergunta sobre a Paula, se ela achou que Daniella estava morte tbm e ele responde que sim e acrescenta mais ou menos que “ela disse que sim, não sei”, ele quis insinuar que talvez Paula achasse que Daniella estava viva e mesmo assim executou os golpes de tesoura e depois dito algo tipo “amor, eu fiz isso pra não culparem vc, acharem que foi um fã enlouquecido ou assalto”. Enfim, tudo que ele diz pra mim é dúbio e tem segundas intensões, ele fala que a Paula atingiu Daniella “no desespero”, mas nas entrelinhas vejo que ele quer despertar nas pessoas que ela possa ter feito aquilo de maldade mesmo. Pelo menos isso me passou em algumas entrevistas dele que li e vi.
    E ele no Ratinho, falou que a versão dele e da Paula não foi divulgada, claro que foi caramba, saia em revista, até no Jornal “O Globo” saiu às vésperas do julgamento a versão deles, entrevista em que a Paula até disse que “entende a dor da Glória”, deu o maior rebu, deu o que falar isso, a chamaram de cínica e tudo. Ele deu entrevista em diversas revistas, falou tudo o que quis da Dany sem provar nada, despista sempre que não tem resposta pra alguma coisa. Até hoje é assim.

  49. Guilherme Luíz Guerra 14/06/2011 at 9:06 pm #

    Seria excelente contra essa alienação de massas, eu apóio, pois o que sou contra é essa alienação, aceitar tudo sem raciocinar e pensar, com hipocrisia apenas, não sou contra religião de forma alguma, mas no próprio caso Daniella mesmo, cansa quando se comentam que eles têm que ser perdoados e cansa mais ainda as inúmeras citações bíblicas em favor dele e a vítima que se dane, já morreu mesmo, pra ela já era. É o que parece, que se dane a vítima, já foi, passado. E pra mim são um bando de hipócritas pois eles mesmos não perdoariam se fossem com eles ou parente deles e esse blá blá blá de perdão só surgiu porque o Guilherme vestiu a máscara de cordeirinho, foi a saída que ele viu pra ser aceito e tudo mais. E assim ele inverteu as coisas e passou a ser o necessitado de perdão, e eu acho esse lance perdão uma babaquisse, uma papagaiada. Me tira do sério isso.

    Abraço, paz.

  50. Guilherme Luíz Guerra 14/06/2011 at 8:46 pm #

    Tem tempo que eu não voltava aqui, me deu uma saudade súbita da Dany, para mim, não há nenhuma atriz que me lembre ela, tem muitas atrizes gatíssimas e talentosas por demais, agora igual a Dany, sem desmerecer ninguém, não tem a meu ver, a Dany tinha algo especial, e a atriz mais linda que já vi.
    Concordo com a opinião do Leonardo e tb estou aqui apoiando, sou agnóstico ateísta e creio que seria um tema super válido a ser discutido e vc, creio que saberia fazer de forma sensata e branda, claro, deverão surgir sim muitos desses fanáticos que não aceitam alguém que não concordem com a opinião e o fanatismo deles, eles não querem que o povo pense, raciocine, questione. Não estou aqui dizendo que todos os religiosos são fanáticos, até pq o fanatismo não acontece só na religião, mas enfim, vc iria encarar muitas críticas sim mas seria um tema importante e necessário.

    Abraço

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes