Porque a polícia falou de magia negra?

Essas desconfianças não surgiram do nada. As ligações de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz com a magia eram bem conhecidas, e deixaram rastro na maneira como o crime foi cometido. Isso não tem nada a ver com a motivação, só diz respeito à forma ritualística como executaram o assassinato. Os  indícios impressionaram peritos e policiais, e ganharam as manchetes do noticiário.  O policial Jamil Warwar, que ficou conhecido por elucidar o caso Claudia Lessin Rodrigues, também se manifestou.

Vamos aos indicios apontados:

1. o local: Daniella foi encontrada dentro de um círculo queimado: no interior do círculo a queimada era mais antiga, nas bordas, era recente.

2.ao pé de uma árvore: segundo os especialistas, todo sacrifício humano acontece ao pé de uma árvore. O tronco dessa árvore também estava manchado com a mesma substância, assim como alguns sacos de ensacar laranjas, também encharcados dela.

3. na última segunda feira do ano, em noite de lua nova.(a lua dos sacrifícios)

4. Na palma da mão direita havia uma mancha avermelhada, que a perícia não conseguiu detectar que substância era, mas descarta a possibilidade de qualquer substância conhecida (vol 1 pag 159, vol 2 pag 366)

5. o laudo pericial diz que a causa mortis foi anemia aguda (perda de sangue). No entanto, não havia uma única gota de sangue no local, e o sangue que Antonio Claret lavou dentro do carro dos assassinos não era em quantidade suficiente para justificar isso. É verdade que eles estancaram o sangue com um lençol. Uma jornalista do jornal O Dia  ouviu do porteiro do prédio deles, que  haviam jogado no lixo um lençol cheio de sangue. Publicou, inclusive, a reportagem.

6-a arma do crime foi um punhal, arma utilizada em sacrifícios dessa natureza

7-o primeiro golpe atravessou a traqueia: segundo especialistas, em todo sacrifício, o primeiro golpe atravessa a traqueia

8-os outros golpes foram dados formando um círculo em torno do coração

A esses elementos, somou-se a conhecida ligação de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz com cultos e rituais de magia Apesar de se declarar "espírita" quando de sua identificação na polícia (vol 1 pag 26), o comportamento do casal não corresponde em nada a esta religião, nem a nenhuma outra conhecida.

Dona Hannerole Haupt, a síndica do prédio deles, conta:

 

A revista ASTRAL de dezembro de 1992, nas bancas à época do crime, traz uma entrevista com Guilherme de Pádua, onde ele diz que seu tempo é sua casa, sua religião é sua mulher. E que tem um mentor espiritual a quem chamava Francisco:

Ele  é de Minas também, do interior de Minas, mas mora aqui no Rio, perto. Então eu vou com a Paula, a gente vai e conversa com ele horas, e ele é uma pessoa que fala coisas assim, por exemplo, ele tem ensinamentos (...) levo um feijão, sabe, umas coisas que ele gosta, às vezes trago de Minas. É uma pessoa maravilhosa. É o meu melhor amigo

Estranhamente, o melhor amigo não apareceu durante o processo inteiro.

Em depoimento constante no processo, o policial Valdir, que fez parte da equipe de policiais que conduziu Paula Thomaz para a delegacia, conta que, ao chegar, tentaram impedir que os policiais falassem com Paula a pretexto de que "estava dormindo". Estava presente um homem que se apresentou como pastor da Igreja Mística, e a teria feito dormir "sob rezas".  Este pastor, conta o policial, relatou a ele:

que no entender dele, o casamento do casal, PAULA e GUILHERME, não duraria seis meses tendo em vista que o local era um centro de espíritos maus

Havia a imagem, com a "forma" de um preto velho, que ficava no quarto do casal, onde era alimentada. Vocês dirão: mas o preto velho não é uma entidade de magia negra. Não, não é. Mas eu fui à loja onde Guilherme de Pádua afirmou que teria comprado o preto velho, ali numa galeria do posto 6, e  fiquei sabendo: realmente ele esteve lá para escolher a forma da imagem, mas não a comprou. Perguntou onde ela era fabricada, queria a sua sob encomenda, porque precisava colocar determinado conteúdo em seu interior. O dono da loja indicou o fabricante, no mercadão de Madureira. E lá ele fez a encomenda.

O que a perícia encontrou dentro dessa imagem não tem absolutamente nada a ver com o preto velho da umbanda. Veja o laudo (pag 1 e pag 2_) De acordo com o dono da loja a que já me referi, muitos adeptos de magia utilizam até a imagem de cristo para disfarçar seus cultos. O que importa, ele me disse: é o conteúdo, o que a imagem traz dentro dela. O exterior é disfarce.

Quando Guilherme de Pádua atuava, a imagem ia ao teatro dentro de uma sacola levada por Paula Thomaz. E era retirada, para assistir o espetáculo, causando constrangimento e medo aos atores, no palco e nos camarins. Ela confirma o fato em depoimento ao Juiz (Sumário de culpa, vol 2, pag 300)

Vejam o depoimento de Mauricio Mattar na Justiça:

A empregada Luzinete diz em depoimento que a imagem ficava no quarto do  casal, e que ali depositavam comida, acendiam velas e faziam outras práticas; que viu o casal saindo com a imagem numa bolsa, que Guilherme colocou a imagem na bolsa (vol 2)

Essa imagem foi quebrada pela mãe de Guilherme de Pádua. Consta do processo que, ao saber que a polícia estava à caminho da casa, ela atirou a imagem no chão dizendo "isso vai prejudicar Guilherme ainda mais"!

O estranho comportamento de  Guilherme de Pádua no fim de semana que anteceu o crime, foi registrados numa reportagem do SBT

Havia um pacto entre o casal de assassinos, selado, inclusive, com a tatuagem nos órgãos genitais de um e outro. O tatuador Helio Tatoo,  prestou depoimento e mostrou-se impressionado com a frieza de Paula Thomaz: fez a tatuagem na região crural, dentro da virilha, sem anestesia.

A cor dos dois era vermelha e branca.Ambos usavam fitas vermelho e brancas presas no corpo.  Guilherme de Pádua causava transtorno na hora de se trocar no camarim: segundo relato das camareiras, ninguém podia tocar nas fitas, e que era preciso esconde-las para as gravações. O ginecologista de Paula Thomaz, dr Fernando Pedrosa, também se referiu a essas fitas.

Os assassinos casaram vestidos de vermelho e branco, e a casa que estavam montando também tinha todos os cômodos em  vermelho e branco. No dia do crime, Guilherme de Pádua usou uma camisa vermelha. Não sabemos com que cor estava Paula Thomaz, porque suas roupas nem sequer chegaram ao IML.

Especialistas informam que os rituais de sacrificio na magia negra são de natureza bem diferente daqueles feitos pelas religiões africanas. Na umbanda e no candomblé, segundo eles,  paga-se ao santo depois que se recebe a graça. No pacto demoníaco é o contrário: paga-se primeiro. Segue-se um período de grande tumulto e,  depois disso, vem o tempo de colher a recompensa prometida.

Diante dos malabarismos que Guilherme de Pádua tem feito ultimamente para voltar aos holofotes, fico pensando se ele não está acreditando que esse tempo chegou!

ATUALIZANDO

O Bruxo, mentor e guia,  a quem Guilherme de Pádua se referia chamava-se Chico Preto, e era um feiticeiro de magia negra  muito famoso em  Montes Claros, MG, onde tinha fama de "matador"!

O assassino o visitava frequentemente, e participava de suas cerimônias.

Há um estudo, recentemente apresentado na UNIMONTES (Universidade de Monstes Claros), sobre Chico Preto e sua sucessora, Rosa. O título diz tudo: ROSA DIABO E AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS DAS PRÁTICAS DE CHICO PRETO.

Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Email this to someone

, , , , , , , ,

108 Responses to Porque a polícia falou de magia negra?

  1. Ana Luiza 28/12/2012 at 6:48 pm #

    Glória, vc é a mãe mais forte que já vi. Sua filha foi, mas se tornou luz e está no colo de Deus. É Ele quem cuida dela agora. Fique bem, e continue lutando p suportar essa saudade q deve ser imensa, mas q um dia chegará ao fim. Bjs.

  2. Vanessa Prudêncio 28/12/2012 at 3:25 pm #

    Sou de Montes Claros (MG) e sei que o Chico Preto é bem famoso na cidade, inclusive sendo conhecida sua relação com várias pessoas do meio artístico. Quando criança, tínhamos muito medo da fama do Chico Preto. Uma tia morava no mesmo bairro que ele, e tinham alguns bodes de sua propriedade que ficavam soltos pela rua. Achávamos bonitinhos os filhotes e, inocentes, pedíamos para nossa mãe para brincar com eles. Ela nos repreendia muito, pois todos tinham medo de ter qualquer contato com o tal Chico Preto. Essa é uma lembrança que me marcou muito, minha mãe falando: “Não pode nem chegar perto dos bodes de Chico Preto senão atrai coisa ruim pra nossa vida”. Dizem que ele “participou” de muitas mortes. Quando aconteceu o assassinato, lembro perfeitamente das especulações em torno da “participação” do Chico Preto e algumas pessoas até diziam já tê-lo visto na cidade. Isso não posso confirmar, tinha só 6 anos na época e as pessoas especulam e aumentam demais os casos…Só sei que é muito triste isso tudo… A forma como aconteceu, as motivações, a loucura, a manipulação que ocorre até hoje! Fico impressionada como a Rede Record faz uma propaganda absurda tentando lavar a imagem do assassino, creio que na tentativa de alimentar a vaidade dos seus correligionários da Igreja Batista da Lagoinha, na qual o assassino congrega, e claramente visando influenciar as pessoas a “perdoá-lo” ou a aceitá-lo como o “arrependido”. Só tenho a lamentar que muita gente ainda cai nesse joguinho e acredita que uma pessoa doente como ele possa ter algum arrependimento…

    Meus sentimentos e apoio à família.

  3. Adriana Fonseca 10/12/2012 at 7:42 am #

    Estou passando por aqui para dizer o quanto admiro a sua força interior e, para repudiar a entrevista do assassino, na noite de ontem, na Rede Record. Que tipo de sociedade é a nossa, que dá espaço na mídia pra ” gentinha ” que não merecia, sequer, estar vivendo, quanto mais sendo agraciado com um espaço tão ” valioso “. Pessoas iguais ao assassino deveríam ser banidas para sempre e, não, serem prestigiadas por uma emissora de tv. Existem tantas pessoas que prestam serviços importantes para as suas comunidades, que nos dão grandes exemplos e lições de bem viver, mas, infelizmente, não dão ” ibope ” ! Vergonha ! Repúdio sempre ! Glória, um abraço sincero e muita luz pra você ! Adriana Fonseca

  4. Anonimo 06/06/2012 at 11:56 am #

    Prezada Gloria,

    Sou de Montes Claros -MG, e o Chico Preto realmente tinha sua fama de grande feiticeiro.
    O nome verdadeiro de Chico Preto é Francisco Cardosso, ele faleceu há cerca de dez anos. Quem o substitui atualmente no terrero é sua filha conhecida Rosa Capeta. O terrero fica no bairro vila telma em Montes Claros. Esse é o email da neta de Chico Preto: maxlaine21@hotmail.com
    Seria bom investigar com a Rosa Capeta se ela sabe de alguma visita do Guilherme de Pádua ou mais informações da relação do Chico Preto com o assasino.
    Por isso, acho que você poderia começar entrando em contato com essa neta dele ou mesmo vindo a Montes Claros pra saber mais.

  5. Fabiano Figueiredo 31/05/2012 at 3:10 am #

    E o canalha ainda teve a cara de pau de, no livro que manipulou a Paula Thomaz II para escrever, contar uma história de um encontro dele com um satanista na quando esteve na cadeia e que aquele foi o primeiro contato dele com um servo do inimigo. Muito mentiroso essa criminoso! Continua mentindo até hoje….

  6. Darlene Vilalta 22/02/2012 at 9:34 pm #

    Eu assisti a cena da novela quando houve o término do namoro da personagem da Dany com o do Guilherme, era visível a decepção do cara. Eu era muito nova e recém casada nessa época. Lembro como se fosse hoje, assistíamos a novela quando a cena foi ao ar, eu comentei com minha mãe e minha irmã: esse cara é louco, ele não está interpretando o personagem ele está vivendo essa cena como se fosse realidade, tomara a Deus que isso seja só novela… Minha mãe e minha irmã acharam que eu tinha surtado. No dia 28/12 eu estava trabalhando não havia uma alma viva na empresa, só eu pois me pediram para ficar de plantão caso tivesse algum problema na obra, levei um susto quando o telefone tocou, minha mãe ligou para contar que tinham encontrado a Dany da novela morta, no mesmo instante eu disse pra minha mãe: foi o colega dela… o namorado da novela que matou… minha mãe novamente achou que eu tinha surtado e disse: imagina…ele foi na casa da Glória, ele está lá dando força pra ela e para o marido dela…está todo mundo chocado. Eu falei: mãe eu tenho certeza que ainda hoje vão descobrir a verdade e a senhora vai ligar me dizendo que eu estou certa, por volta das 12:00 minha mãe ligou muito triste, ela adorava a Dany na novela e confirmou e o que eu já desconfiava, ligou para dizer que o Guilherme havia se entregado e confessado o crime. Mãe eu sabia pois a cena da novela não me sai da mente o cara é louco, é um psicopata. Minha irmã na época era nova e bonita como a Dany eu lembro que falei para minha mãe da minha preocupação de acontecer algo com ela pois ela estava de namoro com um cara que não conhecíamos. Ela era muito bonita e o cara fica incomodado com as roupas que ela usava etc., temia que algo ruim viesse acontecer, mas graças a Deus minha irmã deu o fora no cara. Que bom seria se pudessemos olhar as pessoas e saber o que elas tem no fundo da alma, uma pena que só passemos a conhecer essas pessoas depois que elas já entraram em nossas vidas…

  7. Oluas 28/12/2011 at 5:13 pm #

    No meu ver não foi inventado a situação do ritual satânico para despistarem, o Guilherme já apresentava indícios de participar de algo assim, teria sido mais discreto se fosse o contrário, foi algo programado com antecedência e inclusive o que diria a polícia, segurou o rojão. Como muitos artistas e pessoas normais fazem parte destes rituais como sabemos. Ali no meu ver não foi realizado o ritual no local do crime, foi em outro lugar (uma casa ou mesmo no meio do mato) e realizaram o ritual, ela deve ter sofrido um pouco pois geralmente faz parte a tortura da vítima, e o sangue deve ter sido sim recolhido para utilização em mais rituais, provavelmente deve ainda existir o grupo (não deve ser pequeno) que colaborou a esse ritual, e vendo a entrevista que deu ao Ratinho parece-me que ele não pode dizer pois se dizer matam ele, é um pacto que realizam as pessoas que adentram a isso.

    Sempre vi Deus como algo neutro que a tudo pertence, e não alguém que fica verificando coisas ruins criadas pela mente humana, claro a maldade existe mas é criada pela mão e mente humana assim como a bondade. Vejo que quem planta o mal terá o mal, ele pode estar bem hoje assim como muitos assassinos porém nunca se apagará de sua mente, para toda eternidade, não terá paz, aí está o que dizem ser o inferno.

  8. FERNANDO 26/12/2011 at 3:12 pm #

    ESSE FRANCISCO QUE O GUILHERME FALA, ERA DAQUI DA MINHA CIDADE MONTES CLAROS INTERIOR DE MINAS, CONHECIDO AQUI POR XICO PRETO, O MAIOR BRUXO QUE A CIDADE JÁ OUVIU FALAR, ERA MUITO PROCURADO AQUI PRA FAZER MAGIA NEGRA PRA MATAR PESSOAS, ELE ERA PAI DE SANTO DE MUITO FAMOSOS, INCLUSIVE ALGUNS DOS MAIORES ATORES (A) DO BRASIL E DO PRÓPRIO GUILHERME, QUE VINHA SEMPRE NA CASA DELE AQUI EM MINAS.
    XICO PRETO MORREU JURANDO “NÃO TIVE NADA A MORTE DA ATRIZ”.
    MAIS SÓ DEUS SABE.

  9. andreza 08/08/2011 at 6:33 am #

    miserave vc vai pagar por tudo

  10. Daniela Galvão 18/07/2011 at 1:24 am #

    De certa forma concordo com o comentário do Fabiano logo abaixo. De fato eles estavam muito envolvidos mesmo com essas coisas estranhas, mas acho possível que pelo fato de terem algum conhecimento sobre o assunto, podem ter aplicado ao crime tb pra despistar a polícia. Eles são cheios de artimanhas.

  11. Fabiano Figueiredo 17/07/2011 at 2:36 am #

    Considero também possível a hipótese de que esse ritual satânico também foi armado pelos criminosos objetivando despistar a polícia, fazer com que os policiais desconfiassem que a vítima foi sequestrada e assassinada por um grupo de satanistas que a sacrificou em um sórdido rito satânico. Ouve casos na época de pessoas sequestradas e assassinadas desse modo por satanistas pervertidos. Desse modo, a polícia investigaria grupos satanistas do Rio ao ver indícios de magia negra nesse crime monstruoso e os facínoras poderiam respirar aliviados. Mas graças ao saudoso e valioso Dr.Hugo da Silveira, isso não ocorreu. Mas não duvido da conexão deles com as forças espirituais do mal. De qualquer forma, se trata de criaturas dotadas da mentalidade mais nefasta e sórdida que se possa imaginar.

  12. Érika 13/07/2011 at 4:20 pm #

    Que história sórdida! Cada vez que leio mais sobre o assassinato da doce e linda Daniella Perez (eu não a conheci pessoalmente mas, sinto falta dela e, com certeza ela faz falta no mundo artístico e no mundo em geral). eu fico impressionada com os detalhes, com as descobertas.
    GLÓRIA PEREZ, VC É UMA GUERREIRA INCANSÁVEL! Parabéns pelo seu blog! DEUS LHE ABÊNÇÕE!!! SUA LUTA É ÁRDUA! ADMIRO MUITO VOCÊ!UM ABRAÇO ENORME E CONTINUE COM SUA VIDA INCANSÁVEL. MOSTRE ISSO AO MUNDO. SUA FILHA NÃO VIVEU EM VÃO!!! Nenhuma palavra é o bastante para externar minha admiração pela sua pessoa e pela sua causa e toda a sua dor, sua luta…VÁ EM FRENTE! ESTAMOS COM VOCÊ!!! Bjs enormes!

  13. Daniela Galvão 12/07/2011 at 4:31 pm #

    Me lembro na época com 6 anos que eu ficava preocupada com a alma dela por causa das notícias de magia negra, eu chorava, ficava grilada com isso. Coisa de criança… Lembro que minha falecida vózinha falava que o Guilherme parecia ter raiva dela de verdade nas cenas, mas ninguém dava bola. Quando houve o crime minha vó repetia isso ainda mais e falou que ele matou ela pq ela não quis ele. Lembro de meus pais emocionadíssimos vendo Globo Repórter sobre o caso. E lembro que não queria muito que eu visse sobre o crime.
    Acho que nesse vídeo do Gil Gomes, o Guilherme pedia tudo em dobro pq era pra ele e a tal entidade dele. Ele tava muito envolvido e obsecado nessas coisas, ele não amava a Dani e só queria se dar bem emcima dela e achou que a entidade ajudaria. Coisa macabra, fanáticos, pervertidos, assassinos.

  14. Palewa Merçon 01/07/2011 at 10:55 pm #

    Sim Yasmin, já estive com a Glória pessoalmente algumas vezes. Ate postei uma foto com ela lá no meu blog, olha lá.
    O que vc escreveu, eu tambem sempre falo. E daí se a Dany tivesse tido um caso extraconjugal com o assassino? Isso é motivo para ela merecer apanhar e ser morta com 18 punhaladas?! E pq só ela merecia morrer, se no caso, os dois estariam traindo seus conjuges (Raul e Paula)? As pessoas tem mania de manifestar com a boca o que nao testemunharam com os olhos, como tambem de criar fantasias e teorias para explicar tudo, principalmente coisas bárbaras como esse crime. Exatamente como vc descreveu muito bem, Yasmin. Falam sem pensar e nao se importam com as consequencias. Por isso que falo que poucos sao os que podemos confiar como amigos de verdade na nossa vida.
    Eu fui perseguida por um psicopata em 2008 que eu fiquei algumas vezes. Percebi que o cara era doido e me afastei, aí ele passou a me perseguir. E as pessoas só julgavam a mim e nao a ele. Viviam me perguntando pq eu tinha ficado com ele? Ora, eu tenho bola de cristal por acaso para adivinhar que o cara é um maniaco que persegue varias moças ao mesmo tempo, por acaso? Fiquei com ele sim, percebi que ele era estranho e me afastei ué; como poderia saber que ele ia me perseguir e que já tinha habito de fazer isso com mulheres a muito tempo? É cada uma viu. Eu que fui mais uma vitima, mas fui julgada como a culpada de estar sendo perseguida por esse desgraçado. Fomos apresentados por um amigo em comum, que tambem nao sabia de nada disso que ele faz. E por esse fato, senti mais confiança em ficar com ele. Mas, ainda bem, percebi cedoq ue ele nao era normal. Mas as pessoas vivem a questionar pq fiquei com um cara assim. Ora, eu tinha obrigaçao de adivinhar que ele é biruta? Qual crime/erro eu cometi para merecer tudo que ele fez comigo? Ter ficado com ele. Isso justifica ele me perseguir, difamar, caluniar, ameaçar, etc. Claro, a mais criminosa nessa historia e culpada sou eu! 😀

  15. Paula Sombrio 01/07/2011 at 10:25 pm #

    A própria primeira versão do Guilherme demonstra envolvimento e conhecimento de magia negra da parte dele, ele citou isso atribuindo à Daniella, ele atribuiu à Daniella algo que faz parte dele. Muito comum inverter nesses casos, ele contou a versão “invertida”, ele assediava Daniella e estava ligado à magia negra, mas a meu ver ele não tinha muito conhecimento, estava “aprendendo” ou achava que sabia o suficiente. Guilherme e Paula estavam mergulhados em algo doentio, o relacionamento deles era doentio, envolvidos em pacto de fidelidade e em “pequenos” rituais até o assassinato de Daniella. E é muito comum também que seres ligados à seitas macabras (algo bem típico de alguns psicopatas) logo em seguida, virarem evangélicos, caso entrem em situações “sem saída” como o caso do guilherme. Muitos psicopatas julgam-se manipuladores de seitas macabras.

    Abraço,
    Paula Sombrio.

  16. Yasmin Villefort 01/07/2011 at 6:20 pm #

    É verdade Palewa, as pessoas falam da Dany sem o mínimo conhecimento, nós podemos conhecer melhor a Dany através de suas entrevistas, vídeos caseiros, escritos e tudo mais dela e dito tbm pelo que a conheceram. Já vi comentários infelizes a respeito da Dany, pessoas que nem se deram ao trabalho de procurarem conhecer um pouco da personalidade dela, ou sobre o processo, como tudo transcorreu.
    As pessoas criam, fantasiam e justificam o crime dentro de suas fantasias com comentários do tipo “Daniella não era nenhuma santa”, já arrumando pretexto pra justificar o crime, pq, como citei abaixo, mesmo que alguma versão dessas do Guilherme fosse verdade não se justifica trucidar alguém da maneira que fizeram à Dany. A gente nota por tudo que pudemos conhecer da Dany, a pessoa simples, honesta e intensa em tudo o que vivia que ela era. O crime foi tão cruel que é preciso justificar que a Dany fez algo pra merecê-lo. É mais fácil crucificar uma pessoa que não pode dar sua versão dos fatos.
    Se a Dany tivesse tido algum caso com esse cara não faria dela um monstro ou uma psicopata, começa por aí, e isso não é motivo pra se matar ninguém, segundo, se isso fosse real, já teria sido provado de alguma maneira, terceiro, até em entrevistas da Dany dá pra notar que ela não ia ajudá-lo mesmo com o personagem “Bira”, ela fazia questão de mostrar que não sabia com que “Yasmin” ficaria, e tudo que o Guilherme queria era que a Dany puxasse a brasa pro lado dele.
    A Dany era uma moça feliz e bem casada, ela mesma fazia questão de dizer isso em todas as entrevistas que dava, ela mentiria pra que?
    Palewa, vc já viu a Glória? É que eu li uns comentários seus e me pareceu isso. Se foi, quanta honra, espero conhecê-la no dia do lançamento do livro, caso seja fora do Rio, acho que do jeito que sou fã dela, dou um jeito de ir, nem que eu perca aula, junte dinheiro. Quero muito conhecer, seria muita emoção, pois é uma mulher que admiro demais da conta.

    Bjks.

  17. Palewa Merçon 25/06/2011 at 8:37 pm #

    Exato, Yasmin. As pessoas julgam demais. Falam demais. Invejam demais. São egoístas, precipitadas e inconsequentes. No caso da Dany fica mais facil confundir a ficção com a realidade, pq ela foi morta pelo par romantico dela na novela. E como tem muitos artistas que se envolvem depois de contracenar juntos romanticamente, ainda permanece essa sensação de que talvez seja verdade o rolo entre o assassino e a Dany fora da novela.
    Eu, assim como vc Yasmin, nao convivi com Daniella, mas eu tenho uma otima impressao dela. Ela era bem meiga e simples. É nítido isso nos videos, audios e fotos. Ela nao era nem um pouco deslumbrada com a fama. Ao contrario do Guilherme, que sempre insinua que a Dany o perseguia e estaria dedicada em consuiqtá-lo e prejudicá-lo na novela, fala com ar de superioridade, desdenhando da Gloria e do crime, sendo irônico e frio. A Dany nao, ela transmite calor, alegria de viver, vibração positiva. Por isso é mais facil confiar na versão da Glória e em tudo que vejo aqui nesse blog do que num cara sem escrúpulos, covarde e extremamente cínico como o Guilherme. Não discuto mais com quem insiste em crer nesse babaca. Deixo as pessoas ignorantes com a ignorância delas bem longe de mim. Tem gente que não abre a mente, não aceita ouvir opinião diferente, etc. Parece que usam cabresto de cavalo! Não enxergam pros lados, nao querem ouvir outras “verdades”, expandir possibilidades, pesquisar antes de opinar, etc.

  18. Yasmin Villefort 25/06/2011 at 6:13 pm #

    Coitada da Dany, se ela tivesse mesmo traído o Raul Gazolla com o Guilherme, hj ela estaria viva isso sim. As pessoas não pensam antes de falar as coisa né. Eu fiz ballet minha vida toda e conheci uma pessoa que falou que lidava de vez enquando com a Dany nas épocas de ballet e que ela era uma pessoa bem legal e divertida e que ela sempre comentava que de confusão queria distância, eu acredito pois parece ser bem o perfil dela mesmo pelo que vi nos áudios dela, vídeos, etc. Sabe o que acontece gente, vivemos em um mundo podre, egoísta, então as pessoas muitas vezes não conseguem acreditar que uma pessoa seja realmente legal, realmente amiga da outra, é muito mais fácil acharem que a Dany estava de rolo com o Guilherme, que ela aprontava poucas e boas do que pensar que ela era uma pessoa bacana, que tinha amizade pelo Guilherme e fidelidade ao marido, e mesmo que assim não fosse, isso não daria o direito de ninguém matá-la. Acho que isso é complicado de gente hipócrita entender. Uma vez uma pessoa me disse que rola muita coisa no meio artístico, e eu digo, coisas certas e erradas rolam em qualquer meio, pois são pessoas, seres humanos iguais a todos, e não é bem assim, eu li notícias inclusive de atrizes ou atores casados e que não gostam de dar beijo verdadeiro em cena, apenas técnico por não se sentirem bem. Então há muito preconceito com tudo. As pessoas adoram falar dos outros.

    Abraços e bom sábado a todos.

  19. Palewa Merçon 24/06/2011 at 11:02 pm #

    Irene, acho que esses pontos que ainda temos dúvidas só o livro que a Glória vai escrever poderá nos esclarecer. Creio que ela vai caprichar, pois essa coisa das pessoas pensarem que o crime foi passional ainda perdura. Muitos ainda acham que a Daniella se envolveu mesmo com o assassino. E é mais facil para as pessoas entenderem o crime sob essa ótica, do que achar que o cara matou daquela forma tão brutal só pq achava que perderia o emprego na Globo. Quando as pessoas encasquetam com uma coisa, é dificil mudar. Idéia fixa é uma droga e vicia. É igual religião, muitos acreditam em Deus sem entender o que ele é direito e sem saber definir suas crenças com palavras, pois sentem que que não há logica, mas insistem em continuar acreditando sem questionar nada. Não aceitam nem ouvir pessoas de crenças diferentes ou incredulos por achar que todos os outros que acreditam em deus de forma diferente, ou nao acreditam, estao errados.
    Minha vizinha mesma disse que já ouviu pessoas que conhecem gente que conheceu a Dany, alegar que ela se envolvia sim com o Guilherme. Duvido que essas pessoas existam ou caso sim, que tenham falado isso. Infelizmente muitos tem lingua grande e adoram uma fofoca. Quando um assunto esta em evidencia, logo cada um passa a teorizar o que houve e a verbalizar isso para ter assunto e se mostrar atualizado, ate fantasiam que conhecem alguem que conhecia a vitima, etc. É igual a historia de milagres que ouvimos. Nunca sao contadas por quem presenciou tal milagre e sim por gente que ouviu um outro alguem contar que ficou sabendo que algo de sobrenatural ocorreu. Por isso que sempre digo para ninguem testemunhar com a boca o que nao presenciou com os olhos.

  20. Irene Ribeiro 24/06/2011 at 5:41 pm #

    É Kelly, talvez seja isso que vc citou sim, o sangue do carro, lençol, enfim mas eu vi em algum lugar esse lance de “colher” o sangue por isso sou grilada com isso até hoje.

    Beijinhos.

  21. Palewa Merçon 23/06/2011 at 10:28 pm #

    Nossa Kelly, aconteceu o mesmo comigo em 2008. Sofri com Cyberbullyng por parte de defensores do Guilherme de Pádua. Eu fiquei mal a beça, horrorizada com tanta maldade gratuita e o prazer que sentiam em me infernizar e difamar. Eles são tão doentes que me comparavam à Dany e ofendia a mim e a memória dela. Falavam até que poderiam me matar igual a ela. Não pouparam nem meu filho que na época tinha quase 3 anos. Chegaram a expor a mim e amigas minhas no orkut como prostituta e, só eu, como traficante de drogas ligada a facções como o CV e ADA. Foi torpe! Tudo foi denunciado e até hj está tramitando na justiça. Mas confesso que nao tenho mais esperança de ver essa gentalha punida como merecem. Desacreditei muito na justiça nos ultimos anos.
    Ainda tem uma tal de Tika que desde 2006 nao me esquece, vira e mexe essa maluca aparece no meu youtube escrevendo grosserias contra mim, contra a Glória e amigos meus. E eu nao respondo, mas nada adianta. Eu bloqueio, ela exclui o perfil, cria outro e reaparece. Tem tempo de sobra para perturbar os outros na net 24 horas. Infelizmente, muita gente sem escrupulos tira proveito da net permitir um certo anonimato para covardemente atacar as pessoas, despejando virtualmente suas amargurad, infelicidade, frustrações e inveja.

  22. Kelly Cristina Leal 23/06/2011 at 9:46 pm #

    E era gente conhecida, um cara que queria infernizar a minha vida.

  23. Kelly Cristina Leal 23/06/2011 at 9:45 pm #

    Bem gente, o carro tinha sangue no banco de trás e foi lavado e tinha sangue no lençol tb e no casaco do Guilherme, talvez nas roupas de Paula tb tivesse, acho que “somando” isso dá o sangue que a Dany perdeu naquela noite, não sei, mas é só uma conclusão, mas quem sabe não colheram tb.
    Palewa, eu estou sem orkut, facebook pq eu sofri uma época cyberbullying. Até o msn eu tive que mudar, mas o restante eu apaguei mesmo, foi complicado, então eu vou te add no msn tá? Ah e vou me associar à ATEA. Quero muito.

    Abraço.

  24. Irene Ribeiro 22/06/2011 at 2:03 pm #

    Oi Ju.
    Pois é pelo que sei, a perícia constatou que de fato esconderam sim a arma dentro do carro, no banco de trás se não me engano, e constatou também que Dany foi apunhalada no carro (pelo menos os primeiros golpes -do pescoço- foram dentro do carro), acho que no banco de trás. Então pelo que sei ela teve anemia aguda, perdendo muito sangue, ainda mais o pescoço que sangra a beça, bom, pelo que sei o sangue que lavou o Clarete não era em tão grande quantidade, ao que ele relatou era uma mancha, mas não era muito sangue. E se não me engano li em algum lugar na época, ou ouvi, confesso que não lembro bem, mas eu soube de alguma coisa que chegaram a suspeitar se o sangue da Dany, parte dele não foi colhido. Sei lá. Pensar nisso é mórbido demais como o crime como um todo.
    Palewa, logo meu irmão tá de volta mas eu vou mandar um e-mail pra ele falando pra ele ver seu blog, eu gostei muito, vou ler mais daqui a pouco.

    Beijos a todos do blog e galerinha sumida, vê se quando der, apareçam pra movimentarmos ainda mais este blog.

    A morte da Dany é o símbolo da voz jovem que se calou vítima da violência, bem como Dany é o símbolo da vida, da alegria de viver, da intensidade, do prazer em tudo que se faz.

    Até.

  25. Ju 22/06/2011 at 8:20 am #

    Irene, em relação ao pouco sangue no carro: não foi porque eles esconderam a tesoura no carro antes de consumir com ela?

  26. adilene amaral 17/06/2011 at 5:37 pm #

    que horror na reportagem do gil gomes,ele pedia dois sucos,dois talheres,sendo que nimguém tava com ele,pra mim ele tava tão obcecado pela dani,demente de paixão,que ele imaginava ela do lado dele o tempo todo,acho que ele matou ela pra dar fim naquela paixão que ela não correspondia,aí o doente matou.

  27. Irene Ribeiro 13/06/2011 at 6:28 pm #

    Puxa Luíza, eu tenho essa dúvida tbm pois não está ainda tudo encaixado na minha cabeça, teriam eles colhido o sangue da Dany pra um ritual? Eu nunca entendi esse pouco, no início achava estranho ter pouco sangue no local, depois soube que ela foi morta no carro, mas soube tbm que o sangue do carro era pouco, e além do mais quando eles arrastaram ela, não saiu escorrengo sangue? Aí eu começei a pensar tbm se eles colheram sangue dela, aff isso é um horror ainda mais, mais vindo desses dois, eu não duvido nada, vendo o que eles fizeram com a Dany e depois sempre agiram sem culpa nenhuma. E ninguém está livre disso, todo mundo pode cair nas mão de sádicos psicopatas, as pessoas que pregam perdão a eles ou dizem que “isso já aconteceu a muito tempo”, deveriam pensar nisso, muitas vezes caimos em situações perigosas, pra daí cair nas mãos de perigos ainda maiores, é um pulo.
    Olha eu fico com muita raiva sinceramente quando leio coisas do tipo “não julgueis para não ser julgado” e que “todos cometem erros”, caramba, um assassinato não é um simples “erro” não. É muito bonito certas coisas da boca pra fora, e pra mim acaba sendo hipocrisia. Eu vi no youtube uns vídeos do Guilherme em um programa de TV com o tema “pq é tão difícil perdoar?” (acho que é isso), ai, cada baboseira dita ali, me deu tanta raiva que nem consegui assistir tudo. Ah, mas raiva é coisa “do diabo”. Matar e ficar rindo depois em tudo quanto é programa de Tv não é né. Francamente, isso cansa. E não é pq se trata da Daniella Perez, daria raiva se fosse qualquer outro criminoso frio falando e rindo em um programa de TV.
    Ah e pra quem diz que nos importamos só por ser a atriz que é filha da Glória Perez, aí eu pergunto: e pq os programas de TV se interessam tanto pelo Guigui? Será que é pq ele matou a filha da Glória Perez? Pq não chamam um assassino de um zé da esquina pra dar entrevista? Ahhh tá vendo a hipocrisia aí??!
    Sem mais.

    Abraços a todos do blog.

    Beijos.

  28. LUÍZA GUIMARÃES 13/06/2011 at 5:44 pm #

    UMA DÚVIDA ENORME QUE EU TENHO É SOBRE ESSA QUESTÃO DO SANGUE, SE NÃO HAVIA SANGUE NO CARRO EM QUANTIDADE SUFICIENTE, E DANI RECEBEU 18 PERFURAÇÕES, E DEVE TER SANGRADO MUITO, PERFUROU A TRAQUÉIA, CORAÇÃO… EU ME PERGUNTO, O QUE “HOUVE” COM O SANGUE DELA? PQ TINHA POUCO SANGUE? SERÁ QUE ELES “COLHERAM” O SANGUE DELA? NÃO CONSIGO NEM IMAGINAR ISSO, PRA MIM TUDO NESSE CRIME É MUITO MACABRO E SE HOUVER ESSE “INGREDIENTE” A MAIS DE “COLHER” O SANGUE DELA ENTÃO, POO SEM PALAVRAS!

  29. Carla Antero 24/05/2011 at 9:25 pm #

    Ihhhh depois de “brincar” com magia negra ficou com medinho de ir pro inferno é, daí colocou uma bíblia na cabeçeira da cama e eventualmente sai com ela debaixo do braço? Pois é, mas o inferno é aqui. Transformou a vida de uma família em um verdadeiro inferno e agora quer comprar um “lote” no céu… aiai

  30. Palewa Merçon 17/05/2011 at 5:48 pm #

    Irene, sempre procurei os sinais desse Deus que tanto falam que existem e que seria inquestiónável tal existência, mas nunca encontrei sinal algum… e tudo que vamos vivenciando de ruim nas nossas vidas, vai nos embrutecendo, vai nos fazendo questionar mesmo… não sóo qe acontece conosco, mas o que vemos aconte cm outraspessoas também qe não merecem nada de mal… só um conformado demais não questiona com a boca, mas ainda assim, com certeza no fundo, em algum momento da vida, questiona com o coração e os pensamentos. Só não vai ter coragem de argumentar nada na igreja… vai pedir perdão a Deus em silêncio por nessas horas duvidar dele…
    Eu depois que me assumi como atéia, me tornei uma pessoa mais forte, sensata e segura. Não sou melhor ou mais inteligente que ninguém por causa disso, apenas estou escrevendo aqui como me sinto hoje no ateísmo. Na igreja não me davam respostas claras e convincentes sobre nada… muitas vezes até me faziam sentir culpada pelos meus questionamentos. Falavam que não se pode questionar os desígneos de Deus que é blasfêmia. Ora, como não?! Tenho que aceitar tudo calada, mesmo que não compreenda. A única blasfêmia para mim é a INJUSTIÇA! Se fosse tão inquestionável assim não existiriam ateus, e aliás está crescendo o nº de ateus pelo mundo… acho que nunca vi o ateísmo ganhando tanta força como agora… será que é a modernidade? Enfim, não sei… só sinto que hoje os ateus perderam o medo de falar abertamente sobre o ateísmo. Não há mais tanto preconceito como antes, a não ser por parte dos fanáticos religiosos, extremistas radicais, fundamentalistas ignorantes.
    Não aceito o que é inaceitável em nome de Deus nenhum. Não sou má e nem tenho pacto com entidades do mal (até pq nem creio também em Satanás) por não ser religiosa e descrer em deuses. Não era feliz na igreja. Não acho que tudo tenha que ser perdoado mesmo, jamais aceitaria o Guilherme de Pádua perto de mim com um sorriso na boca. Nunca vou esquece a Daniella Perez, nem aceitar as injustiças do mundo como algo normal na base do “mundo é assim mesmo” e da “justiça divina” não escapará. Minha religião é o meu coração. Quem manda na minha vida sou eu mesma e não a igreja. Meus deuses são os meus valores e princípios. Livros sagrados são todos os que li e que me tornaram mais sábia e informada, mais capaz de questionar a vida e o mundo. E sempre questionarei os desígnios de qualquer “Deus” que tudo pode, mas nada faz… :-p

    Um forte abraço a todos! 😉

    Glória, quando puder, atualiza para nós o blog com mais imagens e vídeos inéditos da Dandinha… que saudade enorme dela! 🙂

  31. Irene Ribeiro 17/05/2011 at 1:30 pm #

    Fazia tempo que eu estava “balançada”, devido a muitas coisas que já vi, presenciei e passei, e tbm por já ter lido a bíblia e gostar de questionar as coisas, já não é de hoje que me via pensando em que posição tomar, sempre gostava de ler opiniões alheias para chegar as minhas conclusões, li de muitos crentes e ateus, aqui mesmo no blog, li de vários ateus como a Palewa, Kelly, Margot (cujo twitter já “fuxiquei” e indica isso), Vítor, Pedro, Cadú (são desses que me recordo, talvez tenham mais). Além de meu irmão, que fala com todas as letras e sempre argumentou comigo sobre isso, eu desconfio que meus pais às vezes concorde com ele, pois sempre que meu irmão cita algo sobre isso, eles ficam calados, se olham, como se eu visse no olhar deles que no fundo talvez achem que meu irmão tenha razão, somos de uma família de católicos não praticantes. Meu irmão sempre disse para nós que no fundo concordávamos com ele, ele sempre disse que eu era atéia e não havia me “tocado” ainda ou não queria me tocar. Não nego que na verdade sempre o pé mais no ateísmo do que no teísmo, mas eu não queria sempre encontrar algo, algum sinal. Os comentários abaixo do meu falam bem sobre minhas conclusões.
    A meu ver a fé não deve ser algo que cega, por isso adorei o comentário da Marina no outro post, pois ela crê mas ainda assim, soube comentar com soberania e discernimento.

    Abraços a todos.

  32. Palewa Merçon 12/05/2011 at 2:16 pm #

    Esse seu comentário aí Kelly, retrata bem os sentimentos dos ateus associados à ATEA que estão processando o Datena, pois ele vive no programa dele na Band dizendo que quem comete crimes “não acredita em Deus”; ou seja, é bom as pessoas tomarem muito cuidado com nós duas. Não cremos em Deus = somos más, perigosas, bandidaças e podemos, a qualquer momento, cometer crimes, até mesmo os mais cruéis!
    Engraçado que conheço também um monte de religioso hipócrita, que até rouba na igreja, e ninguém fala nada; e quando falam, é para dizer que no fundo esses palhaços também são “ateus”. É sempre isso: é cristão e cometeu crime, não tinha fé o bastante ou na realidade não era um cristão de verdade, era “ateu não assumido”. A culpa sempre é do ateísmo!
    Quero que se dane Deus e o Cristianismo! Não creio mesmo e não estou nem aí para os que não concordam com minha incredulidade! Detesto ouvir as pessoas dizer que Jesus morreu por mim numa cruz. Devo ficar feliz com isso, por acaso? Credo viu, coisa mais mórbida! Eu dispenso qualquer tipo de sacrifício e crueldade para “me salvar dos meus erros”. E como Deus pode mandar o proprio filho para passar por isso e ser bom?! O senhor todo poderoso não poderia usar todo esse poder para resolver as coisas de outra maneira? Ele criou o pecado original, depois mandou ele mesmo à terra para poder se sacrificar por nós e para ele mesmo, só para permitir a ele mesmo, que é todo-poderoso, mudar as regras que ele próprio criou?!?!?!?!?! Não compreendo mesmo, os cristãos que me desculpem. Parece uma história de terror tudo isso!
    Dispenso da minha vida deuses todos poderosos que não podem fazer nada para ajudar o mundo, a não ser deixar os bons sofrerem nessa vida não ouvindo seus apelos, mandar inocentes serem humilhados e sofrer uma crucificação injusta ou tacar almas no inferno que ele mesmo criou. Métodos mais estranhos para demonstrar o amor dele…

    Se Deus realmente existe, ele já abandonou este mundo e nós todos faz tempo… fato!

  33. Palewa Merçon 12/05/2011 at 1:55 pm #

    Christopher Hitchens é um homem muito sábio, tal como o Saramago (que também era ateu). Eu gosto das pessoas que questionam, que argumentam, que manifestam o que pensam com coragem pq no fundo acreditam no seu verbo… gosto de pensar, não de só acreditar! Sabe Kelly, não tenho nada contra quem crê em Deus, até pq isso é algo subjetivo; mas confesso que eu odeio quando os cristãos vem falar de Deus para explicar essas coisas no mundo que ninguém entende: maldade, violência, injustiças… ou vem dizer que isso tudo é bíblico ou coisa do Diabo! Que mané bíblico ou diabo o quê! Eu hein! O mundo não é assim, ele está assim e cabe a nós, bons e justos, que nos importamos, e não a deuses, lutarmos por um mundo melhor! Eu me irrito o dobro quando passo por alguma coisa ruim na vida e as pessoas vêm me consolar falando que Deus me trará conforto, basta eu pedir e acreditar nele. Conheço milhões de cristãos quer sofrem aos montes, sem merecer, e vivem clamando por Deus e nada acontece, nada muda… e aí? Ainda se sentem mal pq acham que eles é que estão errados por Deus não atendê-los. Porque na igreja falam que tudo é no tempo de Deus ou que se ele não te atendeu é pq vc não teve fé o bastante… aff! Igual essa historia de que todas as catástrofes no mundo é sinal que Deus tá voltando… de onde?! Pq nunca chega?! Ah, é pq 1 ano para nós humanos, equivale a 1000 anos para Deus. Sempre uma distorção de palavras que leva a crer que Deus é perfeito e o resto é tudo culpa de nós mesmos! Um conformismo sem fim que me dá arrepios! Se eu sou uma médica eficiente e salvo uma vida, o mérito nao foi meu e sim de Deus que se valeu de mim para livrar meu paciente. Ora! Fala sério! Eu que faço, mas ele leva a fama, os créditos! Depois eles reclamam que nós ateus, que não cremos nessas coisas, não fiquemos putos da vida; ou se incomodam com o que falamos em relação a tudo isso, por nos achar debochados. E dá para não ser, por acaso? NUNCA IGREJA CRISTÃ NENHUMA ME DEU RESPOSTAS OU CONSOLO 100% CONFIÁVEL. Não respondiam sequer a pergunta simples: Deus sempre existiu no meio do nada? Se ele é o criador de tudo, quem o criou? Ah, ele sempre existiu… se antes não existia nada pq ele ainda não havia criado, então ele sempre existiu no meio do nada! Até que ficou entediado e resolveu criar todas as coisas… hahaha! É FANTÁSTICO… PLIM PLIM! Ah, mas olha a natureza, o mar, etc. tudo isso é tão perfeito que prova a existência do criador… fala sério! Detesto o criacionismo! Saco ouvir essas teorias falaciosas que em nada ajudam a ninguém, que em nada muda o mundo. Não vou basear minha vida em “se”, em “talvez”… não estou nem aí para o que acontece depois da morte, vou viver o aqui e agora e basta, pois já tenho o suficiente para me preocupar nessa vida!
    Eu sou indignada com o Cristianismo, vc não tem noção Kelly! Para mim, o filme Zeitgeist não mentiu e nem exagerou quando meteu o pau no Cristianismo. Basta assistir no Youtube!

    Para se associar à ATEA, basta acessar o site e se inscrever:

    https://www.atea.org.br/index.php?option=com_juser&view=user&layout=register

    Divirta-se aqui, Kelly:

    http://www.bibliadocetico.net/prefacio.html

    Se puder e quiser, me add no msn: palewatmm@hotmail.com
    Facebook, se vc tiver: Palewa Merçon

    Bjks, Kelly! 😉

  34. Kelly Cristina Leal 12/05/2011 at 4:59 am #

    Palewa, como me associo à ATEA?

    A coisa que mais me irrita no mundo é quando associam um mal à falta de Deus no coração, o mal vem da falta de caráter, da falta de amor e consideração ao semelhante, e não tem nada a ver com fé.

    Considero sábias palavras do Christopher que vc postou.

    Abração.

  35. Palewa Merçon 11/05/2011 at 5:24 am #

    Divirta-se aqui, Kelly:

    http://www.bibliadocetico.net/prefacio.html

    Se puder e quiser, me add no msn: palewatmm@hotmail.com
    Facebook, se vc tiver: Palewa Merçon

  36. Palewa Merçon 11/05/2011 at 5:21 am #

    Christopher Hitchens estava programado para aparecer na Convenção de Ateus Americanos mas teve que cancelar devido a sua doença. Ele mandou esta carta no lugar:

    “Caros companheiros incrédulos,

    Nada teria me impedido de juntar-me a vocês, exceto a perda da minha voz (ou pelo menos da minha voz falada) que por sua vez é devida a uma longa discussão que atualmente estou tendo com o espectro da morte. Ninguém ganha esta discussão, apesar de existirem alguns pontos sólidos a serem feitos enquanto a discussão continua. Eu tenho percebido, na medida que o inimigo se torna mais familiar, que todos os apelos para a salvação, redenção e libertação sobrenatural parecem ainda mais ocos e artificiais para mim do que eram antes. Espero ajudar a defender e transmitir as lições disso por muitos anos ainda, mas por agora eu considero a minha confiança melhor depositada em duas coisas: a habilidade e os princípios da ciência médica avançada, e a camaradagem de inúmeros amigos e familiares, todos imunes aos falsos consolos da religião. São essas forças entre outras que vão acelerar o dia em que a humanidade se emancipará das algemas mentais do servilismo e superstição. É a nossa solidariedade inata, e não um despotismo do céu, que é a fonte de nossa moral e nosso senso de decência.

    Esse essencial senso de decência fica indignado a cada dia. Nosso inimigo teocrático se encontra em plena vista. De caráter multiforme, ele se estende desde a ameaça ostensiva dos mullahs com armas nucleares até as campanhas insidiosas para que pseudociência estupidificante seja ensinada nas escolas americanas. Mas nos últimos anos, tem havido sinais animadores de uma resistência genuína e espontânea a esse absurdo sinistro: uma resistência que repudia o direito dos bullies e tiranos de fazer a afirmação absurda de que eles têm deus ao seu lado. Ter tido uma pequena parte nessa resistência foi a maior honra da minha vida: o padrão e o original de todas as ditaduras é a rendição da razão ao absolutismo e ao abandono da investigação crítica e objetiva. O nome barato para essa ilusão letal é religião, e temos de aprender novas maneiras de combatê-la na esfera pública, tal como aprendemos a nos livrar dela na vida privada.

    Nossas armas são a mente irônica contra a literal: a mente aberta contra a crédula; a corajosa busca da verdade contra as forças temerosas e abjetas que tentam definir limites para a investigação (e que estupidamente alegam que já temos toda a verdade que precisamos). Talvez acima de tudo, nós afirmamos a vida sobre os cultos de morte e sacrifícios humanos e temos medo, não da morte inevitável, mas sim de uma vida humana que seja limitada e distorcida pela necessidade patética de oferecer adulação gratuita, ou da crença sombria de que as leis da natureza respondem à lamentações e encantamentos.

    Como herdeiros de uma revolução laica, ateus americanos têm a responsabilidade especial de defender e apoiar a Constituição que patrulha a fronteira entre a Igreja e o Estado. Isto, também, é uma honra e um privilégio. Acredite em mim quando digo que estou presente com vocês, mesmo que não corporeamente (e só metaforicamente em espírito…) Resolvam construir o muro de separação do Sr. Jefferson. E não mantenham a fé.

    Sinceramente,

    Christopher Hitchens”

  37. Palewa Merçon 11/05/2011 at 5:17 am #

    “O Global Peace Index 2009 é um estudo estatístico que através de seus dados demonstra que quanto menos religioso é um país, mais tendência pacífica esse mostra. No estudo há 23 critérios, incluindo guerras estrangeiras, o respeito aos direitos humanos, conflitos internos, o número anual de homicídios, comércio de armas, o número de pessoas nas prisões, níveis de democracia, etc.

    O estudo ratifica a opinião de alguns sociólogos que apontam as religiões como parâmetros para os índices de violência. Apesar da maioria das religiões basear sua filosofia no o amor e paz, historicamente, enormes atrocidades têm sido cometida em seu nome.

    Não é necessário muito esforço para lembrarmos a Inquisição, dos homens bombas, dos ortodoxos espalhados pelo mundo, das influências de diversos ícones religiosos no desencadeamento dos mais históricos conflitos humanos.”

    Tsc Tsc… 😀

  38. Palewa Merçon 11/05/2011 at 4:51 am #

    Pois é Kelly, a gente sabe o que é sofrer preconceito na pele por não aceitar deuses, dogmas e religiões. Não aceito em nome da lógica e da minha liberdade. Não em nome de uma rebeldia sem causa, da maldade ou de Satã. Acho tudo isso uma tolice, e para falar a verdade abertamente não tenho a mínima simpatia pelo Cristianismo, acho aquilo uma injustiça de cabo a rabo. Falta bondade no mundo para eu atribuir isso a deuses. Ah, eu hein! Não é a toa que me associei à ATEA (Associação de ateus e agnósticos), quero ajudar a combater a ignorância e o fanatismo religioso.
    E nunca vi um ateu invadindo escola para atirar em crianças inocentes e deixando carta para falar que fez isso por não crer em Deus; nunca vi ateu virar homem-bomba e explodir os outros mundo afora em nome de sua descrença. Depois ainda atribuem a nós, ateus, todo tipo de maldade e atrocidade. Datena é mestre em falar que faz tais coisas quem não crê em Deus, quem não tem ele no coração. Eu nao creio e nem tenho ele no meu core e não cometo crime algum, e aí? Crenças não define caráter, muitas vezes até revela o mau caratismo e o falso moralismo. É sempre a mesma historia, cometeu um crime e é ateu, o fez pq não tinha Deus no coração; já se cometeu um crime e é cristão, aí é pq não era cristão de verdade, não tinha uma fé forte ou tava sob domínio do Diabo. Aí é fácil né? Depois nós ateus que somos bizarros e maus! tsc tsc
    Eu tambem sou como vc Kelly, me orgulho de ser atéia, de não ser má e conformada com maldades em nome de Deuses, de nunca ter emboscado, espancado e apunhalado a filha de ninguém num ritual para depois bancar a boa ovelhinha numa igreja evangélica, com a biblia debaixo do braço e o nome do “homem invisível que mora no céu” na boca, na maior CARA DE PAU!
    Agora a pouco recebi a notícia triste da morte natural de uma amiga, como ela morreu de infarto já começou os comentários de que “foi a vontade de Deus”. Como assim? Deus tem vontade que as pessoas morram? Pelamor! Aff! Sabe Kelly, estou de saco cheio disso e já não é de hoje. É péssimo erstarmos chateados com algo e as pessoas vir falar para termos fé, que Deus é isso e aquilo, que Deus vai ajeitar as coisas, etc. aí o resultado dessas teorias falaciosas é o conformismo das pessoas com a maldade no mundo, achando que isso é sinal que Deus tá voltando (engraçado que passam anos e anos e ele nunca chega rs, mas é preciso ter fé rs), que é bíblico, etc. Deus é tão poderoso, bom e justo e consegue assistir passivo tanta desgraça?! Então ele é conivente! E ninguém venha me falar de livre arbítrio! :-X

  39. Kelly Cristina Leal 11/05/2011 at 12:30 am #

    Como já citei e a Palewa sabe pq já debatemos muito, sou atéia, já frequentei diversas religiões mas nunca me encaixei em nenhuma delas, hoje em dia sou atéia convicta 100%, mas nem por isso sou má, eu sou contra injustiça e a favor da bondade humana, da generosidade para com o próximo, então, como sei o que há na minha essência, penso que não preciso provar nada, então eu hoje em dia, me declaro atéia abertamente, se surge um assunto a respeito ou alguém pergunta o que sou, e sempre desconfiam do meu ateísmo, eu confirmo, o que importa é que eu sei a minha essência e não me troco por um Gp por exemplo. Já ouvi muito que ateu é coisa do satã, uma babaquice.

  40. Kelly Cristina Leal 11/05/2011 at 12:06 am #

    Cadú arrasou, show show, mandou muito bem, e eu adorei seu comentário Palewa, eu tbm não creio no chifrudo vermelho com tridente na mão. Eu sempre digo: o que importa é o que cada um carrega dentro de si, e não rótulos.
    Abraços queridos.

  41. Palewa Merçon 10/05/2011 at 4:59 am #

    Perfeito seu comentário, Cadu.Também sou atéia e desde que assumi o ateísmo sofri muita repulsa como se fosse má pessoa, ou tinha que uvir comentários ridículos do tipo “Deus vai te tacar no inferno pq não crê nele”. Sinceramente? Eu não estou nem aí para isso, não me causa medinho (só gargalhadas), acho tudo isso uma tolice, não creio mesmo e sequer cultuaria um deus desses, que vai promover sofrimentos pela eternidade no inferno que ele mesmo criou junto com o capeta, e ainda dar glória a ele e chamá-lo de pai, bom, justo e “infinito” perdão. Aff! Não acredito mesmo em homem invisível que mora no céu e está sentado num trono em cima de uma nuvem ao lado de deus pai que é ele mesmo… :- D e não estou nem aí para quem não gosta de ateus! Já apertei a tecla “foda-se” faz muito tempo. E SE EU VOU OU NÃO PARA O INFERNO OU PARA O RAIO QUE ME PARTA, É PROBLEMA ÚNICO E EXCLUSIVO MEU!
    Penso igual a vc, como posso ser satanista se não creio em homem vermelho, de chifrinhos, que cheira a enxofre, tem um rabo de seta, carrega tridente, cospe fogo e chama-se Satanás? Fala sério! Quanta sandice! Esse tipo de religioso é hipócrita, ignorante e fanático! Quem deveria ir pro inferno é todos que pregam perdão a gente da laia do FDP do GP assassino! 😡

  42. Carlos Eduardo "Cadú" Cavalli 09/05/2011 at 9:03 pm #

    Eu li algumas coisas a respeito de magia negra, parece que há mesmo várias “ramificações” e me chamou a atenção o Setianismo – Seguidores do Caminho da Mão Esquerda, cujo lema é “Será feita a minha vontade”, mas eu de fato não sei em que o Guilherme e Paula se encaixaram. Está eh ao contrário da “Seguidores do Caminho da Mão Direita”, magia branca, que segue “Será feita a tua vontade”. Pra não falar besteira não vou me aprofundar pois não sei detalhes sobre o assunto.
    Em pensar que eu já fui chamado de “satânico”, “satanista” por curtir heavy metal, por não crer em deus(es) que é um direito meu e não faz de mim um vilão de história em quadrinho, ao contrário, eu odeio todo tipo de crueldade e covardia e se eu vejo uma situação assim eu não consigo ficar quieto. Como posso ser satânico se não acredito em satanás?! Bem, ignorâncias a parte, enquanto, ateus ou pessoas que tem pensamentos ou comportamento que não atingam um “padrão de sociedade” são julgadas constantemente e nem conseguem exercer direito o que são mesmo que não façam mal a ninguém; psicopatas, assassinos e covardes, envolvidos em rituais macabros, são perdoados e vistos como criaturas que merecem o perdão divino e humano, tem fã-clube e tudo. Façam o seguinte: restaurem as vítimas de psicopatas e depois conversaremos sobre perdão!!!!!!!

    Abraço Glória Perez e a todos que tem senso de justiça nas veias.

  43. Thotys 28/04/2011 at 11:58 pm #

    Eu tinha 9 aninhos qndo teve esse crime barbaro. Fiquei tão impressionada q chorava todas as noites antes de dormir e qndo ouvi na tv q ela foi morta em ritual de magia negra eu fui rezar para ela. Pedia que nenhum mal fosse feito a alma dela… Gostaria de voltar o tempo e evitar :´(

    Saudades dela…

  44. Megg 19/04/2011 at 7:15 pm #

    Irene, eu me pergunto a mesma coisa, é tão complicado para pessoas “comuns” se colocarem no lugar da frieza dos psicopatas, imaginar como podem não sentir nada, não se importar com nada, ser 100% maldade. Quanto mais sei sobre eles mais estarrecida fico.
    Será que esse “amigo” que o Guilherme cita na entrevista pra revista “Astral”, esse “mentor espiritual”, Francisco, será que ele é real mesmo? Claro que existem mentores espirituais só que o Guilherme seguia uma linha mais do que sinistra, então eu fiquei pensando que de repente poderia ele estar citando uma entidade, só que para não citar isso ele deu a entender
    que era uma pessoa, sei lá, me ocorreu isso agora…
    Eu fico angustiada, querendo que cada vez mais pessoas conhecam o blog, por isso estou sempre “espalhando”, mostrando, divulgando, e estou satisfeita com os resultados.

    Abraços.

  45. Ju 19/04/2011 at 6:33 am #

    Outra coisa… acho que nem precisava comentar isso, mas eu acredito muito que volta e meia Guilherme lê este blog, deve acompanhar tudo que é postado aqui… alguém duvida? Mas enfim, nossa atenção aqui há de ser sempre voltada para a Gloria, para a sua Flor querida que se fez nossa também e para tentar compreender o que se passou no meio de tanto absurdo.

  46. Ju 19/04/2011 at 6:28 am #

    Quanto ao comentário de Palewa “…também achei esses comentários do Guilherme muito absurdos. Jamais consegui imaginar a Daniella dizendo coisas terríveis sim, tais palavras só poderiam ser geradas no pensamento de uma mente perversa e proferida por uma boca suja como a do Guilherme. Os adeptos a crendices estranhas era ele e a Paula, não a Daniella”
    Olha… cada vez mais eu tenho visto que as pessoas com idéias desequilibradas e absurdas, atribuem tais idéias às suas vítimas, sem sequer se darem conta do quão insanas elas soam quando comparadas à conduta real de suas vítimas. Quem pensava nessas coisas e eram envolvidos com isso? Eles! Eu tenho visto que mentes doentes “vomitam” completos absurdos (que se raciocinassem direito, pela lógica, fariam de tudo para ocultar ao invés de exporem) e fica claro como a água que aquilo ali vem da mente delas, é o pensamento delas que essas coisas povoam. Não apenas pensam nessas coisas absurdas, como muitas vezes praticam! Outra coisa que não lembro se eu comentei aqui ou só pensei… eu ainda acho que Dany sabia de coisas a respeito dele que ele se arrependeu de ter contado. A Dany ouvia muito ele, foi ombro amigo e confidente por um certo tempo. Ele deve ter se desesperado quando ela começou a se afastar e ter desejado dar um jeito de calar a Dany. Não sei, mas eu tenho essa impressão. Algum absurdo que ele deve ter contado pra ela e depois se sentido “com o rabo preso”. Desculpem a expressão, mas aqui no Sul é usada para dizer que alguém fica temendo por coisas erradas que praticou e depois não quer que venham à tona.

  47. Irene Ribeiro 18/04/2011 at 1:30 pm #

    Patty Escobar, eu lembro dessa frase dita na “Retrospectiva 92”, eu chorava tanto toda vez que aparecia algo da Dani.
    É um crime assustador, com ingredientes muito macabros, muito sórdidos, uma morbidez, premeditar, perfurar 18 vezes, usar magia negra e ainda consolar a família. Cara, como conseguiram olhar aquela menina de 22 aninhos tão feliz, com um sorriso tão lindo e fazer esse horror que fizeram com ela?! Só psicopatas mesmo. Assim como aqueles que olharam aquela gracinha fofa que era a Isabella Nardoni e mataram brutalmente, conseguiram fazer o que fizeram, e o pior, um deles era o pai da menina. É demais pra minha cabeça.
    Beijos.

  48. glaucia 05/04/2011 at 7:06 pm #

    Gloria por favor divulgue este livro …assim que for publicado vou compra-lo….é incrivel como td foi friamente planejado…..Guilherme e Paula são criaturas ruins …teem um livro chamado gruta das orquideas da Vera Lucia Marinzeck que fala de rituais de magia negra e vendo esta reportagem lembrei imediatamente deste livro……….. Sou Kardeckcista e imagino qtos espiritos trevosos esse individuo atrai pra vida dele….mal sabe como sofrerá ainda…..mas Daniella foi resgatada por espiritos iluminados pois exalava amor paz alegria …… Deus a Abençõe ……

  49. Patrícia Escobar 21/03/2011 at 8:50 pm #

    Esse crime foi terrível como um todo: o agravante da emboscada, as agressões, as motivações, a magia negra envolvida, tudo tudoo macabro demais, nem Hitchcock teria tamanha criatividade em um de seus filmes. Minha mãe disse que lembra que na retrospectiva 92 falou assim sobre o caso Daniella: “o que teria gerado a tragédia que nenhum autor ousou imaginar”.
    Agora eu gostaria, assim como li em muitos comentários, de entender melhor essa questão da mancha, a questão dos sacos de ensacar, de que o Guilherme foi até a cobal, eu ainda não entendi bem se a Danii tava no carona ou no banco de trás e em qual carro, fiquei confusa. A única coisa que eu sei é que a Danii não merecia isso e que eu tenho nojo desses assassinos, e a Paula pra mim foi quem esfaqueou a Danii, eu acho que o Guilherme “armou a mão dela”, literalmente e ela que deu os golpes.
    Sei que vai lançar um livro, nossa vou comprar assim que sair, juro!

    Beijos,

    Patty Escobar.

  50. Kelly Cristina Leal 18/03/2011 at 8:47 pm #

    Tbm não entendo nada desse assunto, mas acho que o comentário da Ju faz bastante sentido.
    Tive uma aula que citava magia negra, a magia negra é tida por uma prática de integração com o nosso arquétipo, a nossa sombra (Jung, fundador da psicologia analítica).
    Agora, não sei se estou correta, mas existem diversas formas de magia negra com diversos objetivos, lembro de já ter lido algo assim. O objetivo do sacrifício ou da tentativa de sacrificar, no caso da Daniella, pelo que eu entendi era pra se apropriar de tudo de bom que a ela pertencia. Creio que ele invejava o fato da Dani ser filha de autora de novela, talvez ele pensasse “eu era que merecia ser filho de autor de novela”.
    Mas enfim, o que não me cabe na mente é o que significam os sacos de ensacar laranja e se, nenhum especialista no assunto cogitou o que poderia ser a mancha. Tenho essas questões que ainda não compreendo.

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes