Armando a mão de Paula Thomaz

Conhecendo bem a violencia de que  Paula Thomaz era capaz, e seu histórico em agredir e ameaçar de morte àquelas que considerava rivais, a ponto de, por causa disso  ter sido proibida de entrar no submundo da galeria Alaska, Guilherme de Pádua manipulou , para despertar nela o ciúme e a fúria.

Na ocasião do crime, os dois tinham se casado há alguns meses e Paula Thomaz estava grávida de 4 meses. Guilherme de Pádua fala dos cuidados exagerados com que protegia essa gravidez: além da propensão da família de Paula para abortos, o filho dos dois tinha sido gerado em laboratório. praticamente em seguida ao casamento! Paula Thomaz confirma o fato:

Relatório da Assistente Social que ouve Paula Thomaz na prisão da Polinter:

que chegou a fazer inseminação artificial a pedido do marido, apesar de casados há apenas 3 meses, porque ele desejava logo um filho

    Ao receber o bloco de capítulos e verificar que sua personagem não aparecia em dois deles, Guilherme de Pádua acreditou que sua carreira estava em risco e não hesitou: esqueceu os "cuidados" com a gravidez e começou a atiçar a ferocidade dela:  

No livro que escreveu (trecho publicado na imprensa), diz até que ponto chegam as desconfianças de Paula. O assunto, entre os dois, é a ausencia da personagem dele no bloco de capítulos.

     

você fala que eu não te ajudo... eu faço tudo por você, só penso na sua profissão... mas não quero você com ela. Você vai precisar transar com ela? é isso que você quer me dizer?

E assim ele manipulou Paula Thomaz, para que ela, exaltada  pelo ciúme e  tomada pela idéia de estar protegendo a carreira do marido e, consquentemente o futuro dos dois, o acompanhasse no cometimento do crime.

Ele precisava de alguém que mais tarde fosse responsabilizado sozinho, como se verá.
Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Email this to someone

, , , , , , , , ,

25 Responses to Armando a mão de Paula Thomaz

  1. Jéssica Saraiva 27/11/2012 at 1:28 pm #

    Eu tb Lucy,sempre achei a cara desse guilherme muito estranha quando passava a novela,era muito louco,mas,como é, poderia ser só impressão minha,mas depois vi que não era impressão minha

  2. Debora 27/10/2012 at 3:53 pm #

    Triste perceber que a Dani foi morta por causa de briguinhas bobas de casal. Provavelmente, o Guilherme era um inseguro que usava o nome da Dani (que nem imaginava) para fazer ciúmes para a esposa. Típica besteira de casal apaixonado e imaturo. Acredito que tenha sido magia negra e prova de amor por parte da Paula e o Guilherme. Tudo doentio.
    Muito bom Glória, vc continuar postando coisas da Daniela, para ninguém se esqueça dela. Imagino a dor de mãe que vc sente, perder sua filhinha bestamente no auge da juventude, quando ela estava se destacando na carreira que ela investia tanto tempo estudando.
    Acredito que Guilherme possa ter mudado de vida, que a religião possa ter transformado sua mente doentia. Mas penso que ele deveria ficar quieto, na dele, aparecer o mínimo possível, viver sua vida sem tocar no nome da Dani. É o mínimo que ele pode fazer. Em respeito à Glória e a Daniela, já que não temos como voltar a trás no tempo.
    Vc é um exemplo de garra, determinação e coragem para encarar os problemas Glória! Vc foi uma ótima mãe para Daniela e vcs se encontraram novamente no céu.

  3. Thaís Carine 09/07/2012 at 10:12 am #

    Ah sim, gostaria de compartilhar tb algo que li num livro meu que diz pra nós não ficarmos com medo do que possa acontecer conosco nesta vida, pq estamos sujeitos a tudo, acidentes, doenças, violência, podemos morrer calmamente, mas tb podemos morrer da forma mais brutal possível (como foi o caso da Dany), a vida é assim msm, cheia de riscos,…só que depois de tirar a sua vida, o que mais pode fazer o assassino além disto? NADA MAIS! Temos que temer mesmo é a Deus, que é quem além de tirar a vida, pode lançá-la ou no céu ou no inferno, portanto Deus nada deixa passar, e Ele quem faz a verdadeira justiça, um assassino tem pouco poder perto DEle. A Dany morreu, foi privada de sua vida e de seus sonhos, mas o inferno para o GP será infinitamente pior, mas muito, muito pior, tanto que nem conseguimos imaginar, fico até triste de pensar que alguém irá pra este lugar horrendo e ñ desejo isso á ninguém, mas enquanto eu ñ acreditar neste arrependimento, este minha gente, será o verdadeiro destino do GP e ñ demorará muito, já que nesta vida ñ se vive tanto assim!

  4. Thaís Carine 09/07/2012 at 9:53 am #

    Não se pode generalizar, como gente que ouço dizer: “Ah, entrou pra cadeia e saiu evangélico, agora quer fazer capa, querendo se proteger por detrás de uma bíblia”. Bem gente, acredito sim, que tem muita gente nas igrejas em busca do perdão de Deus pelo que fizeram, seja qual for o seu pecado, até pq o que o GP diz é verdade: “pra Deus ñ existe pecadinho e pecadão!” Realmente, todos nós temos direito ao perdão de Deus, mas o que ele esquece, é que para obtermos esse perdão precisamos estar VERDADEIRAMENTE arrependidos do que fizemos, por todo o mal que foi praticado, bem…aí que entra a questão, GP ñ passa em nenhum momento estar verdadeiramente arrependido, e sim, demonstra como falei abaixo, estar injustiçado por ter sido condenado, achando pouco o que ele fez, aliás, parece que nem foi nada, aí vem ele me dizer na VEJA que deixaria a Glória bater na cara dele e tudo mais pra obter o perdão dela..aff! Quanta babela meu Deus! Mesmo depois de muitos anos, ele ainda não me passa ser uma pessoa nova, modificada, ainda fala meio que “rindo” do crime, GP eu definitivamente não acredito em vc!

  5. Thaís Carine 09/07/2012 at 9:34 am #

    Nossa..dá pra perceber que ele ainda fala meio que rindo nas entrevistas, ouvindo dá até pra imaginar aquele sorriso falso dele…olha, ñ gosto de julgar, mas pra mim esse cara ñ mudou nada, eu ñ acredito no arrependimento dele, ouvindo ele falando nesse áudio, ñ vejo nada de diferente pros dias de hj…cada vez mais tenho certeza de que se trata de um psicopata msm, frio, sem remorsos, achando que o que ele fez foi pouco, se sentindo injustiçado por ter sido condenado num país de corruptos e ladrões que nunca pagam por seus crimes!

  6. lucy 04/07/2012 at 1:12 am #

    eu estou vendo a novela de corpo e alma no youtube, dar pra ver na cara dele k ele nao presta , e por sinal ele e um pessimo ator. vendo a novela se ver a cara k ele poe quando o personagem da daniela esnoba ele , e quando ele ver ela com o caio personagem do fabio assunçao , como ele chama ela de vagabunda…..se ver que ele gp que estar ofendido…. eu nao sei como colocaram esse individuo na globo com tanta gente com mais talento e mais bonito , dar chance logo para um psicopata desse que basta olhar na cara dele ja ver logo que nao vale nada…. eu realmente nao entendo….

  7. Carol Veiga 14/06/2011 at 7:20 pm #

    Oi Glória, eu de novo. Eu lembro da Paula em uma entrevista no Fantástico, acho que no mesmo dia que o G.P. tbm foi entrevistado pela Glória Maria, e a Paula na hora que disseram pra ela que o Guilherme a acusa integralmente, falaram do lance do desmaio aí ela teve a idéia de forjar e o G.P. só viu os momentos finais, a Paula pra mim a essa hora pareceu ter alguma coisa entalada pra falar, mas ela não tem coragem de admitir que cometeu aquela atrocidade junto ao G.P. Acho que ela queria dizer que era uma baita mentira dele e que tudo foi premeditado portanto ele sabia sim. Mas cadê coragem?!

  8. Carla Antero 24/05/2011 at 9:34 pm #

    Mulher feia dessa tinha inveja da Dany que era uma linda, uma bonequinha. Basta olhar pra ela e pra Dany. Imagina na cabeça paranóica dela, ver a Dany maravilhosa, tão bonita, contracenando direto com o marido dela?! Eu tenho pra mim que mesmo que o Guilherme tenha golpeado, ela golpeou sim, ao menos o pescoço. Glória, força sempre, vc é uma pessoa iluminada, forte e especial.

  9. Nice Vianna 05/01/2011 at 5:05 pm #

    Glória:
    Impressionante a naturalidade com que ele relata tudo. Isso mostra que ainda mais que essa história de perseguir o personagem dele é mentira, basta prestar atenção em cada palavra, em outras palavras, ele mesmo fala que não tinha nada com a Daniella, que a amizade dela é importante, mas ao meu entender(se eu entendi bem), ele sugere que a Paula “deixe” ele dar emcima da Daniella pra tentar ter um caso com ela, como se ele quisesse ter um caso com a Daniella e a Paula “deixasse”, entendesse que é pro bem da carreira dele. Que sujo meu Deus.
    Glória, força querida para enfrentar mais um ano seu a sua menina.

    Abraço.

  10. Palewa Merçon 05/01/2011 at 4:41 pm #

    Definir o Guilherme como um canalha e o que ele fez como canalhice, ainda é muito pouco perto do que ele realmente representa: a maldade em forma de gente. Eu não consigo compreender como tem gente que ainda acredita nas ladainhas desse homem. É como o Lucas bem cita aí no comentários dele, Guilherme joga palavras sugestivas no ar, planta dúvidas, confunde. Não afirma nem nega, tudo é indireta, cheio de meias palavras mesmo. AFF!
    Por que muitos de nós paramos de dizer “pare com isso” a esses tipos de “valentões”? Ele é forte? Pode ser, mas nós também somos. Desde a adolescência eu me pergunto pq tantas pessoas sentem prazer em humilhar e/ou difamar os outros. Mas, logo depois, me lembrava que o fato de alguns serem sensíveis ao sofrimento alheio me deixava claro que o impulso destrutivo de ferir não é um traço universal da natureza humana. No desvio psicopático mesmo, as pesquisas indicam a participação tanto da natureza quanto da cultura. Os estudos da hereditariedade contêm informações importantes sobre a psicopatia.
    Os psicopatas não se importam com o mundo social em que vivem, mas querem e precisam se encaixar nele. É o caso escritinho do Guilherme, né? Cabe a todos os não psicopatas com percepção e consciência dar o primeiro passo para a libertação. Pois, relato aqui com sinceridade gente, escuto falar de comportamentos e acontecimentos aos quais a própria pessoa que me conta se habituou ao longo da vida e considera normais, mas que para mim soam nitidamente estranhos e às vezes alarmante. E também me espanta o fato de eu perceber o quanto alguém pode saber sobre outra pessoa sem se conscientizar de que sabe. As pessoas tem medo de enfrentar, de perder. Talvez pq sintam que em todas as formas de se perder alguém, a mais suave é a morte. Temos que ficar atentos pq os psicopatas como o Guilherme não são uma raridade. Eles representam uma parcela significativa da população. No momento, a psicopatia é incurável. Para a maioria de nós, é difícil aceitar isso. É alvitante, injusto e assustador. No entanto, entender e aceitar como um aspecto real do nosso mundo é uma boa proteção.

    “É difícil distinguir a voz de Deus da do Diabo.”

  11. Lucas Albertini 05/01/2011 at 12:17 pm #

    “você fala que eu não te ajudo… eu faço tudo por você, só penso na sua profissão… mas não quero você com ela. Você vai precisar transar com ela? é isso que você quer me dizer?”

    O Guilherme tem essa mania de sempre jogar as palavras, sempre jogar no ar, psicopata mesmo, ele na maioria das vezes não diz tudo com todas as letras, mas sempre joga, pra que as pessoas tomem suas conclusões, gosta de plantar dúvidas, com certeza ele ficava jogando pra Paula coisas sobre a Daniella, e isso atiçou ainda mais o ciúme daquela idiota. Ele sempre quer demonstrar que está “muito incomodado” em dizer certas coisas, como se “não quisesse dizer”, “não queria que fosse assim”. Li uma entrevista antiga dele, em que a reporter pergunta se afinal, ele teve ou não teve um caso com a Daniella Perez, ele, que já citou por aí várias vezes que sim mas sem dar detalhes, dessa vez não respondeu, só arqueou as sombrancelhas e disse que o reporter iria ficar “de bico seco”, não respondeu mas deixou no ar.
    Um canalha de meias palavras, tão covarde que pra tudo precisa armar a mão de suas mulheres.

  12. Eduardo M. Sá 02/01/2011 at 4:13 am #

    Instigou o ciúme na cabeça da Paula, é óbvio. E ela aproveitou e foi lá matar a Dani pq se incomodava com o fato da Dani ser tão maravilhosa e talentosa quanto era.
    Desculpem até a grosseria, mas essa mulher dava uma de boazinha, inocentinha, e quiseram botar Dani de vilã que queria prejudicar o casamento alheio, mas quem tem histórico de viver atrás de homem por aí não e brigando com outras mulheres inclusive, por um par de calças, não era a Dani não.

  13. Palewa Merçon 08/12/2010 at 1:35 pm #

    Obrigada Irene Ribeiro, é que fico revoltada com a liberdade desses dois assassinos e com as suas fichas limpas ainda…

    Também me corrói ver a igreja apoiando esse Guilherme sonso, como se ele tivesse virado santo… é rídiculo! Está tudo, absolutamente tudo, errado! Eles traem interesses reais e legítimos e criam outros, imaginários e injustos.

  14. Irene Ribeiro 08/12/2010 at 12:34 pm #

    O que falar do comentário da Palewa Merçon? Perfeito!!!!!
    Hahaha adorei muito. Arrasou.

  15. Irene Ribeiro 08/12/2010 at 12:12 pm #

    O que falar do comentário da Palewa Merçon? Perfeito!!!!!
    Hahaha adorei muito.

  16. Palewa Merçon 07/12/2010 at 2:57 pm #

    O que posso dizer é que uma pessoa precisa de uma boa reputação para sobreviver, sendo psicopata ou não… né?! Nenhuma cultura, nenhuma tradição, nenhuma religião, nenhuma lei… pode autorizar o desrespeito à dignidade humana ou à vida de outrem. Esses dois perversos desrespeitaram o direiteo de viver que Daniella tinha. Invadiram a privacidade dela, constrangeram a moça, perseguiram, difamaram, até dar o abate.
    Pior agora é o Guilherme de Pádua ficar se proclamando um homem de Deus. É bizarro como tem gente que se apóia em seu buffet de fábulas preferido para justificar ódio e vingança, e depois se esconde debaixo de palavras como “perseguição” e “intolerância religiosa”. E o pior é isso mesmo, um fanático jamais admite o próprio fanatismo. Todos que apóiam esse assassino na igreja são fanáticos, fora da realidade e no mínimo, não tem respeito à vida alheia, pois a da Dany foi tirada de maneira covarde, sem chance de defesa. A Igreja não pensa na morte terrível dela? Na tristeza da família da Dany? É cada loucura que eles fazem em nome de suas religiões. É uma vergonha que a impunidade lidere, propagada por uma estúpida raça de religiosos. Muitos cristãos têm um conceito errado do amor bíblico. O amor, conforme as Escrituras, não é uma atitude sentimental demonstrada por meio de clichês religiosos ou frases melosas. São as atitudes, não as palavras, que expressam o verdadeiro amor.
    Os problemas do mundo não podem ser resolvidos por céticos ou cínicos cujos horizontes são limitados por realidades óbvias. Muitos cristãos falam e agem como se o amor os liberasse de todas as suas obrigações pessoais e sociais. Gente, só é possível expressar amor depois de cumprir as obrigações. Isso inclui todas as responsabilidades legais e éticas a serem cumpridas. Se não cumprirmos, o amor cristão irá tornar-se uma incoerência. Empurrar o pecado para debaixo do tapete, fingir que não houve coisa alguma e que está tudo bem, não adianta de nada. Deve-se levar o pecado à luz para que seja revelado, confessado, a fim de que haja arrependimento e, se necessário, reparação. Só assim o mal poderá ser coberto com genuíno perdão. Entenderam “povo lá do Guilherme?”

    “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem chamam mal, dos que transformam as trevas em luz e a luz em trevas, dos que mudam o amargo em doce e o doce em amargo !” (Isaías 5, 20)

  17. LUÍZA GUIMARÃES 07/12/2010 at 2:20 pm #

    MALDITOS, DESGRAÇADOS, A DANI RE-JEI-TOU ELE, ISSO FOI RECALQUE DELE TB NÃO FOI SÓ POR CAUSA DE PERSONAGEM NÃO, E ESSA FEIOSA CIUMENTA RECALCADA, 2 VERMES ASSASSINOS.

  18. Margot Ramos 07/12/2010 at 12:50 pm #

    Realmente, ele falando “barriguinha” é super irritante.
    Não fazia idéia que o bb deles era de proveta.
    Po parece que ele mostrava pra Paula que a única saída pra salvar a personagem dele era se envolver com a Daniella, fazendo assim pensar que poderia haver outra solução, ou seja, das duas uma: ou ele se envolver com a Daniella ou eles a matarem. E deve ter jogado isso pra Paula, que claro que preferiu matar. Fico imaginando tudo o que ele deveria falar sobre a Daniella pra ela, que a Daniella perseguia o pobre coitado, assediava, que queria sair com ele pra poder ajudar ele na carreira, que se ele não saisse com ela poderia ter a carreira prejudicada… tudo isso isso é tão ridículo. E pelo que eu entendi ele passou a ter essa atitude de colocar minhoca na cabeça da Paula, depois de não ter conseguido ter um romance com a Daniella, que no início se dava bem com ele, ouvia as lamúrias dele sobre o casamento dele, mas logo ela percebeu que ele estava querendo algo a mais com ela por ser filha da autora da novela, aí ela começou a esfriar com ele, caiu em si, viu que ele era um cara que queria usar ela. Mas eu entendo a Dany ter ficado na dela quanto a isso, não quis prejudicar o cara, talvez ela não imaginasse a proporção de tudo aquilo, eu mesma já agi assim muitas vezes, de ficar na minha em certas coisas pra evitar uma confusão ou algo assim, mas já me ferrei tbm.
    Muito bom esse blog, super bem feito, tudo bem explicado.
    Justiça não foi feita não. Esses anos de cadeia deles foram irrisórios. Não dá pra engolir isso não. Pq isso que aconteceu com Daniella poderia ser com qualquer um de nós ou da nossa família e depois vendo em poucos anos os criminosos nas ruas numa boa, depois de terem matado, mentido, difamado, feito teatrinho, tudo isso, enquanto vc ou seu ente querido nunca mais poderá voltar, isso é um problema de todos nós.

    Um abraço.

  19. Megg 13/11/2010 at 8:35 pm #

    Correção: ele deve ter tentado pela última e derradeira vez CONVENCÊ-LA a ir encontrar-se com ele “por bem”.
    Faltou escrever “CONVENCÊ-LA”.

  20. Megg 13/11/2010 at 8:32 pm #

    Ai que raiva dele falando “barriguinha”, achando que é bonitinho o que ele está dizendo, bancando o meiguinho, dócil, fofo, enquanto que matou uma jovem frágil com uma ferocidade sem tamanho, horrível. Creio que ele achou que a Paula o amava a tal ponto que morreria por ele, ficaria na cadeira por ele, e ele “caiu do cavalo”.Uma dúvida que tenho é o que foi feito do lençol que estancou o sangue, se deu tempo de resgatá-lo e levar pra delegacia , se guilherme chegou a dizer aonde atirou a arma do crime e pertences de Dani. Se alguém ali, entre familiares e amigos, desconfiou de Guilherme antes mesmo que as investigações apontassem para ele já que ele perseguia ela e tal,se bem que penso que seria difícil imaginar que ele chegaria a isso, não sei se o imaginariam capaz. Os frentistas não fizeram nada por medo ou não entendiam direito o que ocorria, digo isso porque o Guilherme disse que eles acharam que era uma cena da novela, como o Guilherme inventa aos montes e eu nunca li nada a respeito… Não quero condenar mas eles bem que poderiam ter feito algo para ajudar a Dani, sei que não adianta mais, porém talvez Dani pudesse ter sido resgatada com vida.Também saber se eles foram demitidos porque comentaram no trabalho sobre isso. Lembro que o Guilherme debochou de um deles por ser gago. Também saber como eles relataram o jeito que a Dani estava quando a atenderam.Creio que na emboscada, na rápida discurssão, ele deve ter tentado pela última e derradeira vez a ir encontrar-se com ele “por bem”. Não conseguindo, desferiu o soco. Tudo isso é muito macabro. Minha ansiedade pelo livro é enorme.

  21. Ana Clara 10/11/2010 at 9:44 pm #

    Glória,atualiza o blog por favor!!!!bjos!!!

  22. LUÍZA 10/11/2010 at 1:43 pm #

    ELA TEVE TANTA VONTADE D MATAR A DANI Q MESMO GRAVIDA E “COM UMA FRAGILIDADE TÃO GRANDE” FICOU NO CARRO NO BANCO DE TRÁS DEITADA, DURANTE HRS, COM CERTEZA DE MANEIRA DESCONFORTÁVEL, PQ FICAR HRS DEITADA NO BANCO D TRÁS D UM CARRO DEITADA E AINDA POR CIMA GRÁVIDA NÃO DEVE SER NADA AGRADÁVEL. É, MAS VALIA A PENA PRA ELA. FRÁGIL? FRÁGIL ERA A DANI, UMA MENINA VISIVELMENTE INDEFESA, QUE NEM IMAGINAVA O QUE A ESPERAVA.

  23. Mariana 05/08/2010 at 1:32 pm #

    Piscopata covarde,isso o que ele é…

Trackbacks/Pingbacks

  1. As muitas versões de Guilherme de Pádua – depois do rompimento | Daniella Perez - 24/05/2010

    […] encontro para tranquiliza-la, é evidente! E qual o intuito de, dois tres dias antes do crime, ter se empenhado em despertar, nela,  um ciúme que ela até então ela não havia manifestado? E porque o encontro precisava acontecer num local […]

  2. A motivação: ambição, cobiça | Daniella Perez - 21/05/2010

    […] acreditar que estava sendo eliminado da novela, Guilherme de Pádua armou a mão da mulher (Paula Thomaz), com quem mantinha uma relação doentia, possessiva, a ponto de terem tatuado, nos orgãos […]

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes