O roubo das bolsas: aliança e dólares

Daniella costumava andar, no dia a dia, com duas bolsas, e estava com elas no momento em que foi emboscada e morta. Como as bolsas não foram encontradas, chegamos a pensar, num primeiro momento, que ela tivesse sido assaltada, morta e atirada naquele matagal.

Ela havia almoçado comigo, e saiu lá de casa com as  bolsas de sempre: uma pochet da Yes Brazil e uma bolsinha preta, pequena, que parecia uma lancheirinha. Nesse dia, Daniella pediu a mim os 6 mil dólares que pertenciam a ela e eu guardava, porque pretendia acertar o pagamento do carro que estava comprando, um vitara. Fazia tempo que vinha juntando esse dinheiro. Guardou os dólares na pochette, onde havia também uma caderneta eletronica que ela havia ganho no natal.

Naquele dia, a caminho lá de casa, ela passou na loja, onde já tinha dado entrada para a compra do carro. Almoçamos com a produtora Marcela Honignam, que acertava com Daniella e a coreografa Sandra Regina, detalhes do ensaio daquela noite, que seria especial, porque a atriz Marilu Bueno estaria presente para avaliar o trabalho. Sandra Regina gravou ainda com Daniella, numa fita cassete, um mambo que seria dançado.  Dali, Dany seguiu para a Academia Rio Sport Center, que fica exatamente ao lado da Tycon, malhou e foi gravar.

Veja a declaração do professor da Academia, no processo

Veja a declaração do maquiador Guilherme Pereira, que chegou a ver os dólares na pochet (1) (2)

Aqui, na última cena que ela gravou, um erro flagrante de continuidade permite ver que estava com a aliança: deveria te-la tirado, porque a personagem Yasmin não era casada.

Na saída da Tycoon, na fotografia que tirou com as duas crianças, as bolsas aparecem nitidamente. Veja a alça da pochet:

E  outra bolsa, tipo lancheirinha:

As bolsas, os dólares, a caderneta, e a aliança de casamento que ela usava, não foram encontradas. Ali,no local do crime, informei aos policiais e aos delegados sobre o desaparecimento delas. O delegado Antonio Serrano acompanhado de um policial, chegou a abrir o porta malas do carro de Daniella, na minha presença e na do produtor Nilson Raman, em busca dessas bolsas.

Dia seguinte, ao confessar, Guilherme de Padua tenta negociar com o delegado, para que registrasse o crime como assalto. E explicou: tinha levado as duas bolsas de Daniella para simular que ela tinha sido assaltada. Ninguém ainda tinha contado pra ele que roubar duas bolsas implicava numa pena muito maior do que assassinar uma pessoa! O sub secretário da Policia Civil, Joel Vieira, presente na delegacia, também ouviu a proposta e conta em depoimento na Justiça:

Que o declarante já ia deixando a sala, quando Guilherme pediu que ficasse e começou a dizer que era um homem apaixonado, relatando também a tatuagem que possuia no penis, mas negando a autoria e afirmando que não estava no local do crime. Momentos depois chegou a noticia da adulteração da placa do carro, e também da lavagem dos bancos do carro, que foi repassada a Guilherme. Em seguida o Acusado perguntou se tinha gravador na sala e o declarante retrucou, perguntando o porque, quando então Guilherme disse que ia admitir que estava lá (…) Guilherme afirmou que havia matado Daniella para roubar. Naquele momento o declarante afirmou que tal era dificil, pois não constava nada de roubo, quando ele então retrucou dizendo que havia roubado uma bolsa de Daniella.

O delegado Mauro Magalhães diz em depoimento na ALERJ:

Na ocasião, uma escrivã da 16a DP  confidenciou a jornalista Tete Nahaz, que a estranha liberação do carro do crime, que ao inves de ser imediatamente retido pela polícia, foi entregue ao pai de Paula, para que ele próprio o levasse à perícia, deveu-se ao fato  de que ele tinha sido incubido de passar em casa -como de fato passou- para pegar esses dólares. A escrivã me confirmou o fato. Notícia publicada, tendo sofrido ameaças graves, a moça me pediu que a deixasse fora, e tratou de desmentir que tivesse falado alguma coisa. Razão pela qual, não publico seu nome nesse post.

Dona Hannelore Haupt, sindica do prédio, confirma a nova lavagem do santana, ali, na garagem do prédio:

A defesa de Guilherme de Pádua, diante da força das provas, apela para o cinismo:

Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Email this to someone

, , , , , , , , , , ,

59 Responses to O roubo das bolsas: aliança e dólares

  1. anonima 20/12/2014 at 11:28 pm #

    era uma criança muito nova deixei pra la e esqueci, o fato é que relembrar esse caso, a fundo, me deixa ainda mais atordoada com a impunidade que se deu depois do crime. Mas notem na foto em que a dani esta com as crianças, que aparece algo atras dela, como se fosse uma mancha com contorno, pode ser coisa de foto mesmo, espero , mas essa foto está cheia de mini rostos e levei um choque ao abrir elas. sinal que o que estava com ela nao era coisa boa infelizmente. mas acredito em Deus e sua justiça, e a dani hoje esta muito bem , recuperada ate, é o que eu sinto. força a gloria e que a justiça seja feita em casos impunes como o da dani. abraços

  2. Anonima 02/06/2013 at 7:57 pm #

    Se eu tivesse, sem querer, matado alguém, uma morte que causou tanta dor a tanta gente, jamais sorriria novamente, como ele faz.

  3. CECDÍLIA MARIA PAVESI SIMÃO ALBANI 20/12/2012 at 11:00 pm #

    Glória Perez, quando recebi a notícia do falecimento de sua saudosa filha, estava amamentando a minha primeira filha que estava com 2 meses e meio. O leite parou de descer tamanho susto e sofrimento… Com o passar do tempo ao ve-la crescendo e apresentando veia artística comecei a imaginar como estaria a Daniella se não tivesse acontecido tamanha brutalidade. Infelizmente não podemos trazer de volta aqueles que amamos e partiram desta vida, mas resta-nos o conforto de que o Pai do Céu os recebe com tamanho carinho em seu colo que nossa dor acaba ficando mais leve. Minha menina hoje, encontra-se com 20 anos e um dos seus sonhos é conhece-la pessoalmente. Se precisar de um colinho, venha nos visitar. Procure ficar em Paz, sempre!

  4. Elaine 26/08/2012 at 9:56 pm #

    O que mais me impressiona é a capacidade de algumas pessoas de tentarem justificar o que não tem justificativa.

    Fico chocada que nos dias de hoje ainda procuram culpar as mulheres que são vítimas de crimes bárbaros como o de Daniela.

    Eu era uma criança na época do ocorrido mas aquilo me tocou de tal maneira que não sei explicar. Novela é algo muito lúdico, os atores parecem ser pessoas especiais, de uma realidade muito diferente, tudo aquilo é de mentirinha, até o vilão é muito legal na vida real, essa era minha visão de criança.

    E quando soube o que tinha acontecido fiquei sem entender quase 20 anos depois, continuo sem entender, tal brutalidade.

    Glória eu te admiro como profissional, mas principalmente como mulher e mãe que não permitiu que manchassem a memória de sua filha. Pode ter certeza que sua filha tem muito orgulho disso.

    Essa mágoa não se apaga, um filho que perde pai ou mãe é órfão, uma esposa perde o marido é viúva. Mães que perdem o filho não existe nome.

    Deus e as pessoas de bem estão com você e mandando boas energias e orações a você e sua família.

  5. rosangela marques 08/02/2012 at 4:04 am #

    NOSSA QUE ABSURDO …É TANATA COISA Q VC NEM ACREDITA Q ESTA LENDO REALMENTE AQUILO…MUITO CINISMO DAQUELES DOIS

  6. Mayra B 09/11/2011 at 7:03 pm #

    Como é triste saber que existem pessoas tão maléficas, tenho 19 anos, nasci em agosto de 1992 e cresci ouvindo a historia de Daniela Perez,por causa de uma musica internacional, que minha tia me dizia que era a musica da moça que faleceu com tesouradas quando eu era um bebe, sempre leio os artigos que dizem respeito a morte dela, é muito triste, e comovente, esse rapaz é desiquilibrado, nao deveria estar solto.

  7. Irene Ribeiro 04/10/2011 at 1:05 pm #

    Eu sou uma pessoa até calma, eu até comento sempre com o meu irmão, que posta aqui as vezes tb, que temos personalidade completamente opostas, agora o que eu quero desabafar aqui é que diante de tantas provas ainda tem gente que tem cara de pau de falar a favor dos assassinos e dizer que o crime foi passional e um monte de baboseira, ainda denegrindo a Dany após tantos anos, após tantas provas, este post por exemplo falando sobre o sumiço das bolsas e alianças. Sinceramente algo que não tenho a mínima paciência é burrice, e burrice pra mim não é desconhecer algo, é não querer aceitar o que é fato, é alguém me mostrar algo concreto e eu não querer aceitar, ignorar e falar e ou escrever o que der na telha.
    Glória, estaremos sempre do seu lado.

    Abraços a todos do blog.

  8. marcella 18/08/2011 at 11:56 pm #

    O que esses dois fizeram foi uma atrocidade.Agora eu nunca vi nenhuma pessoa que morre em decorrer de um assalto ser morto com tantas punhaladas,se ela tivesse sido morta em um assalto ela teria sido baleada ou podia ter levado uma facada apenas.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Daniela Perez Morta Fotos | Ultimas Noticias - 06/09/2015

    […] O roubo das bolsas: aliança e dólares | daniella perez […]

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes