Afinal, porque esse capítulo?

 1993-Agenda de Dany e minha agenda

Num processo criminal, a pessoa é destituída de sua identidade: torna-se  “a vítima”, o cadaver de um homem, mulher ou criança, de tantos anos, tanto de peso, tanto de altura. Sua humanidade se dilui nas páginas dos autos. A vítima não fala por si: a impressão que ela causa aos juízes, aos jurados e ao público, nasce a partir de descrições alheias, e não diretamente, mas através da linguagem fria e tecnica dos  legistas e dos escrivãos de polícia e de justiça.

Por outro lado, se o crime é de grande repercussão, o imaginário popular se apropria dela, e a inventa e reinventa, ao sabor das fantasias de cada um: não há limites, porque o limite seria dado pela existência real, e não há mais existencia.

Esse capítulo tem o sentido de resgatar a humanidade de Dany. Aqui eu vou compartilhar fotografias, escritos, videos caseiros, pequenos detalhes de sua vidinha cotidiana. Não é  espaço para falar da bailarina nem da atriz, mas da menina que nasceu de mim,  cresceu protegida pelas minhas asas de mãe, da moça que ela se tornou,  afetuosa e amiga. Eu vou falar de Dany , a irmã do Rodrigo e do Rafa, neta do Miguel, da Guguta e da Zuleika,  sobrinha do Saulo, prima da Babi, do Henrique, do Paulo e do Marquinhos, afilhada do tio Wilson e da tia Noca. Filha – minha e do Luis Carlos.

.

fechamento da novela De Corpo e Alma, na voz de Stenio Garcia

Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Email this to someone

144 Responses to Afinal, porque esse capítulo?

  1. Patricia 04/08/2011 at 1:17 am #

    Hoje sonhei com Dany ,meu sonho foi assim ,ela recebeu os 2bilhetes do assassino e leu e num deles Tava escrito te espero no posto de gasolina preciso falar com vc , ela ficou nervosa e falou tem genti que não intende as coisas e logo pediu para uma amiga ir com ela no ensaio de dança ,mas amiga não podia Dany ficou assustada ,ao sair do projac deu de cara com  o fdp do assassino ela se assustou pensou ela porque ele ainda estava aqui se ele tinha sido liberado as 19 horas tirou foto com as fãs dela e com um olhar assustado olhava para o assassino,no meu sonho ela estava com medo dele ,entrou no carro dela e viu que tava sendo seguida e tão boa que ela e ate no meu sonho ela pensou vou parar no posto d abastecer pois la ele não vai fazer nada comigo ,abasteceu o carro e ficava olhando assustada pra ver se via o assassino , logo que ele não chegou ela falou que bom êh já estou atrasada para o meu ensaio vou embora ,mas pelo menos eu parei aqui no posto ele nao veio ,melhor ainda ,ao sair do posto ela foi abordada  por ele e no meu sonho ela ,desceu do carro pra dizer : que isso vc esta louco estou atrasada , e foi ai que recdveu o soco no rosto ,nessa hora acordei,com uma enorme dor de cabeca e dor no olho direito ,mas queria proseguir o meu sonho ,coloquei a mao em minha cabeca e fiquei tentando rever o sonho e na mjnha imaginacao a Dany deu a ré no carro e foi direto para o posto e pediu ajuda ,assim o assassino sumiu do mapa ,ela foi embora e contou tudo para a Mae dela ,o assassino foi preso por isso e morreu na cadeia no meu sonho ..acordei com Dany na cabeça e eu ainda estou com a dor na cabeça e dor no olho esquerdo agora vim escrever isso ,para tentar me aliviar , Dany te amarei eternamente 

    Porque que todas as vezes que sonho com a Dany fico o dia todinho só pensando nela e tentando intender porque isso aconteceu queria tanto que ela estivesse viva
    Queria tanto que tudo isso não teria acontecido ,Dany não estar mais nesse mundo para mim e um sonho interrompido pois o meu maior sonho quando tinha 12 anos na época do crime era conhece- lá pessoalmente eu estava apaixonada por Dany. Ela era e foi e sempre será a atriz mais linda do Brasil

  2. Patricia 04/08/2011 at 1:11 am #

    Hoje sonhei com Dany ,meu sonho foi assim ,ela recebeu os 2bilhetes do assassino e leu e num deles Tava escrito te espero no posto de gasolina preciso falar com vc , ela ficou nervosa e falou tem genti que não intende as coisas e logo pediu para uma amiga ir com ela no ensaio de dança ,mas amiga não podia Dany ficou assustada ,ao sair do projac deu de cara com  o fdp do assassino ela se assustou pensou ela porque ele ainda estava aqui se ele tinha sido liberado as 19 horas tirou foto com as fãs dela e com um olhar assustado olhava para o assassino,no meu sonho ela estava com medo dele ,entrou no carro dela e viu que tava sendo seguida e tão boa que ela e ate no meu sonho ela pensou vou parar no posto d abastecer pois la ele não vai fazer nada comigo ,abasteceu o carro e ficava olhando assustada pra ver se via o assassino , logo que ele não chegou ela falou que bom êh já estou atrasada para o meu ensaio vou embora ,mas pelo menos eu parei aqui no posto ele nao veio ,melhor ainda ,ao sair do posto ela foi abordada  por ele e no meu sonho ela ,desceu do carro pra dizer : que isso vc esta louco estou atrasada , e foi ai que recdveu o soco no rosto ,nessa hora acordei,com uma enorme dor de cabeca e dor no olho direito ,mas queria proseguir o meu sonho ,coloquei a mao em minha cabeca e fiquei tentando rever o sonho e na mjnha imaginacao a Dany deu a ré no carro e foi direto para o posto e pediu ajuda ,assim o assassino sumiu do mapa ,ela foi embora e contou tudo para a Mae dela ,o assassino foi preso por isso e morreu na cadeia no meu sonho ..acordei com Dany na cabeça e eu ainda estou com a dor na cabeça e dor no olho esquerdo agora vim escrever isso ,para tentar me aliviar , Dany te amarei eternamente 
    Como queria acordar um dia e poder te ver

  3. allana 23/07/2011 at 5:29 pm #

    gloria meu nome é allana e eu tenho 8 anos eu nao assitir por que eu nao tava nacida mas meu pai comtou pra mim como que foi entao eu fique com corisiodade entao eu liguei o meu conputador mas eu vi tudo mas eu fiquei chocada deu vontade de pegar esse guilerme de padua e matar e nao é só ele eu tanbem fiquei com vomtade de matar a esposa manda recado thau beijocas.

  4. Daniela Galvão 12/07/2011 at 5:02 am #

    Dani Perez era uma flor delicada, um poema, a doçura em pessoa. Tão meiga e suave que dava vontade de carregar no colo e apertar. Glória uma pessoa que fez figuração em O Dono do Mundo, falou que ela era um amor, simpática mesmo exatamente como parecia ser. Um abraço!

  5. Yasmin Villefort 08/07/2011 at 9:54 pm #

    A Dany é muito especial, não resisti e fiz uma nova postagem sobre ela, farei outras, sempre completando o assunto, dessa vez foquei mais nela e menos no crime, na pessoa especial que ela era, e o pq sei que ela era especial, mesmo não a conhecendo, pois isso a gente vê pelo jeitinho dela, as fotos dela, os vídeos e entrevistas passam bem a pessoa que ela era, uma menina muito meiga e carinhosa, com muita humildade, muito talento, sempre dedicada, ensaiando, dançando. Essa era a Dany. Como dizem infelizmente parece que a maioria das pessoas boas vão embora desse mundo cedo demais.

  6. Yasmin Villefort 08/07/2011 at 9:48 pm #

    É sempre muito bom ver novas atualizações sobre a Dany, eu adoro ver tudo dela, por mínimo que seja, algumas vezes venho aqui, releio o blog, revejo as fotos, até mesmo comentários, principalmente nesta parte que mostra a humanidade da Dany. Ela é sempre muito querida, apesar de tanto tempo, sua memória permanece viva. E ultrapassa gerações, eu por exemplo, nem nascida era, porém, sei da Dany e espalho pra muitas pessoas da minha geração, e assim a memória da Dany se perpetuará, pois mesmo lá num futuro bem adiante, sempre haverão muitos que saberão que Daniella Perez existiu sim, e indulto nenhum apaga isso, com certeza.

    Bjs.

  7. Megg 05/07/2011 at 7:34 pm #

    Glória quando possível poste mais sobre nossa adorada Dani, nos posts sobre escritos, vídeos e mais fotos dela por favor. 😉

  8. Eliane 20/06/2011 at 7:14 pm #

    Só escrevendo uma parte importante que esqueci de dizer. Sempre que penso nela, olho suas fotos ou algum de seus videos, me dói o coração e, é dificil de aceitar que uma pessoa tão jovem e linda esteja morta.
    Glória, de todo o coração, sinto muito!
    Te admiro por tamanha força.
    De tanto que sinto a morte de dua filha, as vezes tenho a impressão de que a conhecia.

  9. Eliane 20/06/2011 at 6:09 pm #

    Boa Tarde pessoal!
    Tenho 23 anos e, por acaso, comecei a ler as matérias e assstir aos vídeos sobre Daniella Perez.
    Quando o crime ocorreu não havia completado nem 4 anos de idade. Não vivenciei sua trajetória e nem assisti as novelas. Mesmo assim, me sinto profundamente triste por tudo. É estranho, pois sinto saudades dela e sofro por sua morte, mesmo após quase 20 anos. Mesmo não a tendo conhecido. Fico imaginando a dor de sua familia e, a dor do Raul Gazolla. Parece que tudo aconteceu ontem. Acredito que mesmo ele refazendo a vida, a dor que ele sentiu na época não tenha diminuído. Ele perdeu o amor e todos os sonhos de uma vida inteira. É triste.
    Além de lidar com a perda, todos os amigos e familiares tem de lidar com a revolta pela forma como a vida de Daniella foi tirada e, por aquele monstro estar solto levando uma vida normal.
    Só me pergunto o porquê disso.

  10. indira 14/06/2011 at 11:06 pm #

    nem bonito ele era, diga se de passagem…

  11. Yasmin Villefort 14/06/2011 at 6:47 pm #

    Sempre vendo os vídeos da novela DE CORPO E ALMA e eu acho o Guilherme tão fraquinho como ator, não é a toa que ele não convence até hoje, e pelo que sei ele fazia teatro antes de entrar na TV por anos, mas não adiantou muita coisa, agora a Dany era ótima, não é pq gosto dela não, mas realmente ela me convenceu como atriz, parecia que existia mesmo a personagem Yasmin, aliás, muito engraçada a personagem diga-se de passagem. E olha que a Dany nunca havia feito teatro, não adianta que talento eh pra quem tem. Aliás ela sempre foi boa, desde Kananga do Japão, eu vi a cena da dança dela com o Raul, a postura dela, a dança tbm requer interpretação, Dany era uma artista nata mesmo. O Guilherme podia até ter presença no vídeo, bonito e tal, mas talento era meio artificial, eu acho. Só uma opinião. Bjoks.

  12. Yasmin Villefort 14/06/2011 at 6:17 pm #

    Eh o que eu já citei aqui no blog, sempre acontecem algumas coincidências cmg ou seja lá o que for em relação à Dany. Ontem umas 23h40min por aí, eu entrei no meu quarto e fui ligar o rádio, como eu já citei uma vez, o rádio da minha mãe tá quebrado e ela tem usado o meu, e ela adora a Nativa FM aí eu liguei e tava tocando a música “Pais e Filhos” do Legião Urbana que de tanto ouvir já até sei toda a letra. Mas já tava no final, uns 30 seg depois acabou e começou “Wishing on a Star”. Eu não vivi na época da Dany mas eh como se eu sentisse saudade de algo que eu não vivenciei, me da um aperto no peito, uma saudade, uma vontade de chorar quando escuto ou vejo alguma coisa que me remete pra ela, principalmente se ouço “Romance Rosa” ou “Wishing on a star”. Caramba eh forte demais. Fico triste demais.

  13. Kelly Cristina Leal 11/05/2011 at 12:20 am #

    Oi Paula, obrigada, quando escrevi isso, eu estava o dia inteiro vendo materiais e vídeos sobre a Dani e da Dani, e eu começei a ficar imaginando qual seria a opinião e o sentimento dela em relação a tudo isso se pudesse dizer algo. Aí me vieram essas palavras da cabeça. Eu sempre penso se a Dani tivesse um minuto ao menos que fosse pra falar, o que ela diria sobre tudo isso. Eu penso muito sobre o que a vítima diria sobre ter perdido a vida, a família, e tudo mais que era vida para ela.

    Abração.

  14. Paula Santos 02/05/2011 at 3:59 pm #

    Kelly Cristina Leal, linda e emocionante a carta-desabafo da “dany” que vc escreveu mcomo forma de protesto, nossa, me emocionou bastante, eu acho que se ela pudesse dizer algo diria mais ou menos isso.

  15. LUÍZA GUIMARÃES 29/04/2011 at 10:10 pm #

    QUE SAUDAAAADES QUE EU TO AQUI DO BLOG. TANTOS COMENTÁRIOS NOVOS, TANTA COISA, TO TENTANDO LER MAS TÁ DIFÍCIL ACOMPANHAR, É MUITAAA COISA QUE EU VOU LENDO AOS POUCOS.
    VIM SAUDAR MEUS COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS DE BLOG, A VC GLÓRIA E SAUDAR A ETERNA MEMÓRIA DE DANI.
    NUNCA ESQUEÇO A DANI, NÃO MESMO…

  16. Gabriel Ribeiro Filho 29/04/2011 at 2:03 pm #

    Sou irmão da Irene Ribeiro, minha irmã é fã da daniella, eu lembro bem quando aconteceu a morte da sua filha, minha irmão pediu que eu visse o blog e comentasse o que eu acho. Bem, acho o que sempre achei, que o crime foi uma covardia, e Daniella era uma linda garota que não merecia ter a vida interrompida assim bruscamente. Desejo força a vc e parabens pela sua luta.

    Abraço;

    Gabriel.

  17. Danielle Faria 29/04/2011 at 4:43 am #

    Glória, já mencionei vários episódios envolvendo minha sobrinha Clara. Episódios marcantes e carregados de emoção…
    Quero deixar uma foto dela para que você a conheça :

    – Com sua cadelinha Mel: http://twitpic.com/46ivhy

    Grande abraço!

  18. Danielle Faria 26/04/2011 at 4:48 am #

    Glória, já mencionei vários episódios envolvendo minha sobrinha Clara. Episódios marcantes e carregados de emoção…
    Quero deixar uma foto dela para que você a conheça :

    – Com sua cadelinha Mel: http://twitpic.com/46ivhy
    – Aqui, estava escondendo meu celular dela. Depois de fazer muito mistério,entreguei o celular: http://twitpic.com/4pmjre
    – E, por último, quando a Clara descobriu que o mistério com o celular era uma brincadeira da tia coruja (eu)… Havia filmado ela brincando : http://twitpic.com/4pmksa

    Grande abraço!

  19. glaucia 05/04/2011 at 6:09 pm #

    Como eu chorei e sofri na época com 6 anos….meus pais ate se preocuparam uma época porque não passava minha tristeza , hoje com 25 anos continuo triste e inconformada com o que aconteceu. Pena ainda acontecerem casos parecidos com os de Daniella….Oro sempre para que os familiares continuem suas vidas emitindo pensamentos positivos para quem desencarnou….. a vida continua , com certeza a evolução para os envolvidos chegou …… a Justiça Divina é implacavel para todos…..vamos passar pela vida espalhando alegria independente do tempo que ficaremos encarnados….. Gloria Perez um exemplo de força ………… BJS

  20. Gabriella Aride 11/03/2011 at 2:06 pm #

    Oi Glória.
    Sabe, através deste blog aprendi a admirar mais a sua filha, eu a admirava como atriz, achava ela linda, carismática e talentosa, à época do crime me choquei como a maioria, mas eu pouco sabia dela, e pouco sobre o crime também. Eu confesso que não fui de acompanhar minunciosamente o caso Daniella e nem sobre a vida dela, eu lia o que saia nos noticiários, mas eu não acompanhava acirradamente. A Daniella marcou bastante pra mim mas eu não acompanhava tantos detalhes como vejo que muita gente acompanhava. Como vejo que tanta gente aqui sabia tanto sobre o crime e sobre a pessoa Daniella.
    Depois desse blog, de conhecer muitos detalhes do crime que eu nem imaginava, muita coisa desconhecia totalmente, e de conhecer mais sobre a Daniella, sobre a filha, irmã, esposa, etc que ela foi, eu começei a me encantar mais ainda por ela e até mesmo me interessar mais no assunto.
    Hoje posso me dizer: sou fã incondicional da Daniella e a vc, sempre admirei e a minha admiração só aumenta, não sei se vc tem a dimensão do exemplo que vc significa, pois vc está dentro da situação e sei que age sem querer ser exemplo, age com o coração e a razão, mas ainda assim se tornou um exemplo pela sua força, determinação e sua luta por dar a possível justiça a sua filha. Talvez vc pense não haver nada de super mãe na sua atitude, mas tem sim, pq não é toda mãe que consegue ter essa força e presença que vc teve e tem até hj.
    O fato de vc ser famosa, não acho que tenha influenciado diretamente no caso, pode ter ajudado sim, na emenda, mas em relação a justiça, vc em nada foi beneficiada. Vc sofreu o que muitas pessoas anônimas sofrem: a perda brutal de um filho e a benevolência da justiça brasileira.
    Te admiro muito.

    Abração.

  21. Danielle Faria 04/02/2011 at 1:33 am #

    Compartilho com suas palavras Palewa!
    As crianças, recorrentemente, nos pegam de surpresa. Vivencio isso todos os dias, pois trabalho com crianças de 02-10 anos de idade.
    Pais sempre me perguntam: “Como responder?” Dizendo sempre a verdade! As perguntas surgem naturalmente e nós, adultos, devemos ser coerentes… Se ensinamos que não é certo mentir, também não podemos mentir para os pequenos.

    Assim é minha conduta com a Clarinha e fiquei muito feliz porque tive a oportunidade de respondê-la sobre a vida e morte da Dany. E como ela perguntou!
    Já postei aqui no blog que meus pais não me deixavam assistir noticiários na época da morte da Dany – Não os culpo… Na ânsia de acertar, acabaram escolhendo um caminho ainda mais confuso para mim.
    Experimentei a omissão, mas com a minha sobrinha, pude fazer o inverso: respondê-la mostrando a verdade dos fatos. Como foi rica essa vivência… Esse é um espaço mais que especial!

    Um abraço da Clarinha e meu no seu pequeno Caynã.

    Temos uma grande responsabilidade, que é mais do que ensinar através de palavras… É através da conduta… Solidariedade, o respeito pela alteridade, despertar a consciência coletiva… Uma tarefa nada fácil que abraço com muito prazer!

  22. Palewa Merçon 03/02/2011 at 8:21 pm #

    A Clarinha deve ser muito fofa. Cuida bem da pequena e a ensina a ser alguém de bom coração, solidária e madura. Não esconda dela as maldades do mundo, para que ela cresça sabendo se defender e sendo realista. Não a deixe se tornar submissa jamais, qualquer coisa que ela ver de errado ou fizerem de maldade contra ela, o mínimo que seja, deve ser relatado para que ela aprenda a não ser conivente e omissa. Gosto de pessoas de atitude Danielle e meu filho Caynã, de 5 anos, está sendo criado assim. Ele é muito esperto e converso com ele sobre tudo. As vezes minha mãe está vendo o Jornal Nacional e ele presta atenção em alguma notícia ruim, de crime, violência, polícia, etc. Impressionante! E não é que ele vem comentar comigo? Uma vez tambem ele me pegou assistindo CSI Investigação Criminal e perguntou o que os peritos estavam fazendo ali em volta do corpo da vítima… foi um flagra chocante para mim, mas tive que dizer, não teve jeito. Prefiro que ele cresça conhecendo o mundo como é, com toda bondade e maldade existente. Eu quero que o meu filho seja um homem safo, de bem, e que saiba se defender.

  23. Danielle Faria 03/02/2011 at 2:29 am #

    É no que acredito Palewa!
    Por isso, quis dividir a experiência que tive com minha sobrinha quando perguntou sobre a Dany.
    Até as crianças pequenas tem noção de certo, errado, do que é mau, do que é bom e se ocupam com essas questões, pois sempre perguntam sobre o assunto. Com minha sobrinha foi assim, desde que completou seu primeiro ano de vida e com outras crianças também.
    Clara entendeu sim, o caso da Dany! (obviamente não o entendeu em toda sua complexidade).
    Depois do que relatei,ela já pediu várias vezes para ver “a foto da moça com sua mamãe”… Esse foi o nome que ela deu ao blog.
    Penso que em pouco tempo chamará a “moça” pelo nome de Daniella/Dany (ela decidirá), pois na volta às aulas ganhou uma coleguinha com o mesmo nome dela: Clara. Então, está quase descobrindo que existem outras “Dani’s”, além de mim.
    Conto para vocês quando isso acontecer.
    Ah! Glória, ela sabe e a identifica pelo nome… Só subtrai a letra “L” quando vai pronunciar : “Gória” (rs).

    Abraços!

  24. Palewa 28/01/2011 at 7:25 pm #

    Danielle, sei que certas coisas para as crianças são duras, mas não devemos omitir nada delas, apenas contar as coisas numa linguagem que elas entendam e suavizar o que der… infelizmente, no caso do crime contra a vida da Daniella, não tem o que ser suavizado. Foi estúpido demais, violento demais, covarde demais, torpe demais.

  25. ANDRÉIA 24/01/2011 at 10:29 pm #

    oi Gloria mais uma veis vim prestigiar seu blog rever as lindas fotos da dany e tenho uma curiozidade em saber o que foi feito com o carro da dany e gostaria de saber como é seu convivio com o Raul se ainda continua igual ou se mudou alguma coiza vc pode me responder por favor.um grande beijo

  26. Danielle Faria 23/01/2011 at 3:22 am #

    Em setembro fiz um poema para a Dany – “Procura-se ladrão de cores” – que já postei aqui.
    Em uma parte do poema escrevo:“Desejo contar uma história diferente para minha sobrinha quando me perguntar: quem é a moça da foto?” (Para os que se interessarem, poema na íntegra: http://daniellefreis.blogspot.com/2010/09/procura-se-ladrao-de-cores-daniella.html )

    Esse dia chegou… O dia que minha sobrinha fez a pergunta…

    Cada palavra, descrita aqui, é carregada de emoção.
    Chorei quando pensava se iria ou não compartilhar minha experiência. Choro ao relatar o momento posterior à pergunta (“quem é a moça da foto?”) e ao selecionar os outros questionamentos que sucederam o primeiro, pois crianças não poupam “porquês”.

    Minha sobrinha (Clara) completará três anos no próximo mês. Nos finais de semana ela fica na minha casa e um dos seus lugares preferidos é o escritório/sala de estudos, onde há um computador.
    Explorava o blog da Palewa (http://palewa.blogspot.com/2011/01/um-crime-que-abalou-o-brasil.html ) e minha sobrinha entrou no referido cômodo para pegar algum objeto que não me recordo. Nem havia percebido sua presença… Então, surpreendeu-me com a pergunta: “por que ela (Dany) está machucada, titia? Ela caiu?” – referia-se a um foto da Dany focando seu rosto machucado. Claro, que não queria que esta fosse a primeira imagem que tivesse da Dany, mas foi e o tempo não volta.

    Glória e quem estiver lendo esse relato, confesso que se atendesse meu primeiro impulso diria que sim… Que ela havia caído e machucado…
    Imediatamente, cliquei na aba do seu blog, Glória – como mencionei explorava o blog da Palewa e não sabia que foto poderia encontrar em seguida – foi um instinto inconsciente de “proteção”.

    Contei a verdade para minha sobrinha… Que a moça da foto se chamava Daniella, que ela gostava de dançar, era muito bonita e que muitas pessoas a amavam… Expliquei como era a Dany, mostrando os vídeos, as fotos… Apontei, através das fotos do blog, que a Dany já foi uma criança como ela e, depois, foi crescendo, até se tornar a moça linda como a da foto principal do blog.

    Naturalmente, instruí que ela não havia caído e que seus machucados foram feitos por duas pessoas más. (Minha sobrinha tem noção de condutas boas, más, da morte… Noção coerente com nível de desenvolvimento dela, mas já sabe que machucar o “coleguinha” é ruim – combinado/regras do COM-viver que aprendeu, principalmente na escola. Sabe, também, que ferimentos doem e que algumas pessoas deixam de conviver conosco porque viram estrelas, no vocabulário dela “estrelinha”).

    Minha vontade é contar cada detalhe da conversa entre a Clara e eu, porque ela me fez tantas perguntas, contudo, seria inviável para um comentário. Ficaria extremamente extenso,mas extenso do que ficará.
    Destacarei somente três questionamentos que me emocionaram muito.
    Antes, é importante salientar que a inteligência intrapessoal e interpessoal da minha sobrinha me impressiona – sei que sou suspeita para realizar tal afirmativa, mas não tenho motivos para supervalorização. Ela realiza a leitura bem elaborada de um contexto. Diz: “isso não é tristeza, só está sério (a)… Ou não está sério (a), está preocupado (a). Ele (a) está é pensando! Ou, ainda, pergunta por que a testa dele (a) está com ‘rugas’ – que significaria preocupação, estranheza ou mesmo asco – não está com ‘nojeira’ – e conclui : – parece com susto, titia”. Faz essas afirmações com muita clareza e tudo que está entre as aspas é vocabulário dela.

    * O primeiro questionamento foi: “Por que eles estão rindo?” Referente a foto de casamento entre Guilherme de Pádua e Paula Tomaz.
    Primeiro, expliquei o contexto da foto e, depois, exemplifiquei o que, de fato, a pergunta dela significava: Se eles eram ruins porque estavam rindo? Ela verbalizou, não deduzi isso!
    Clara entendeu rapidamente a explicação, pois sabe que quando um amiguinho bate nela ou toma seu brinquedo, quem fica triste é ela e não o colega que a agrediu.
    * Segundo questionamento, na verdade, uma constatação. Viu uma foto da Glória, segurando foto da Dany nas mãos (blog Palewa). Depois de perguntar quem era a mulher que segurava a foto, disse: “É a mamãe dela! Está triste… Não pode pegar mais a estrelinha (Dany), não é titia, não é por isso?”
    * Por último, indagou: “eles (Guilherme e Paula) que machucaram a moça estão de castigo? A professora deles explicou os combinados e depois ficaram de castigo?” (lembrem-se que a referência dela de convivência com iguais está na sala de aula). Respondi que ficaram de castigo – sem levantar questões complexas, até porque não entenderia nosso sistema judiciário.
    Então, a Clara me surpreendeu com uma pergunta tão coerente com o pensamento infantil e ao mesmo tempo com tantas implicações: “Ainda estão de castigo?”
    Tive vergonha da verdade… Esclareci que não estavam de castigo, no entanto, deveriam estar. E acrescentei: “é que a professora deles não era boa!”

    Para minha sobrinha, a Dany é uma estrelinha agora… Que foi machucada e morreu… E porque está no céu, não pode estar com as pessoas da sua família. Ela também sabe que quem a machucou não está de castigo e que a mamãe dela não pode pegar a estrelinha.
    Sua única confusão foi admitir que a moça da foto chama-se Daniella. Na sua mente de criança de menos de três anos só existe uma Dani, que sou eu…
    As crianças entendem sim!
    Estou emocionada…
    Obrigada pela possibilidade de compartilhar essa vivência aqui.
    Danielle Faria.

  27. Michele Malta 08/01/2011 at 9:46 pm #

    Glória,

    Finalmente a encontrei!
    Sei que talvez vc não postará meu comentário, a intenção nem é essa… mas a procurei pela internet por muitas vezes… hje é q encontrei esse belíssimo blog!
    Lembro-me nitidamente quando levantei-me naquele 28/12/1992 e vi o plantão da globo: eu tinha 12 anos, fiquei chocada e chorei mto! Tinha (como ainda tenho) na Daniella um exemplo de beleza feminina e doçura que toda mulher deve ter!
    Ela te ouve! Tenho certeza! Sem saber explicar a sinto perto de mimalgumas vezes e é como se ela me pedisse: “Fala pra minha mãe que está tudo bem!”
    Glória, vc é uma mulher forte em todos os sentidos, uma incrível escritora e tenho certeza que é uma ótima mãe! O que mais uma pessoa pode querer? Sua filha a ama mto! E tem mto orgulho de vc!
    Parabéns pela força, pelas belas palavras… pela simplicidade de ser apenas vc mesma e nessa simplicidade, conseguir, explicitamente, ser grande e poderosa!

    Bjos.

  28. Irene Ribeiro 06/01/2011 at 11:31 am #

    Sou totalmente a favor de divulgar o blog, eu não tenho um blog, mas mando e-mails a amigos e até conhecidos com o link do blog e escrevo no título “Conheça a verdade sobre o caso Daniella Perez – O Crime que chocou o Brasil. Já li por aqui que muita gente tb divulga e pede a outros que divulguem tb.
    Daniella não pode ser esquecida NUNCA. Sua morte foi um grande exemplo de impunidade. Uma jovem de 22 anos brutalmente ceifada e sua vida só valeu 6 anos e poucos meses de cadeia, e muitas difamações.
    A vida de Daniella se foi totalmente em vão e o único “castigo” de seus assassinos é, como diz a Glória, a “pecha” de assassinos, o fato de nunca andarem totalmente a vontade nas ruas.

    Beijos Glória.

  29. Palewa Merçon 06/01/2011 at 3:06 am #

    As pessoas que frequentam esse blog e que tambem possuam um blog, poderiam ajudar a Glória na divulgação desse blog e tambem postar nos seus a versão verdadeira do crime que consta aqui, aliás a única que foi aceita pelo Tribunal do Júri. Principalmente os que são mais religiosos e não concordam muito que o Guilherme foi perdoado realmente por Deus.
    É importante haver bastante divulgação sobre o crime e sobre o livro que a Glória pretende lançar sobre o caso, para que a verdade prevaleça; pois muita gente ainda acredita que Daniella teve um caso extraconjugal com seu assassino e que possa ter ido sozinha até o matagal. Isso tem que ser desmentido com força, quanto mais divulgado na net for, melhor. Mostrar a verdade também é uma forma de fazer justiça. Defender a memória de nossos mortos também é um ato de amor. Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada! Não podemos devolver o Guilherme para o lugar que ele nunca deveria ter saído, a cadeia, mas podemos desmenti-lo e postando provas ainda. Basta copiar as imagens e vídeos desse blog da Dany e/ou do meu perfil “Daniella Perez – In Memorian” no Orkut. Ambos tem bastante material sobre o crime e reportagens da época. No meu orkut tem até fotos detalhadas do rosto da Dany que mostra nitidamente os socos e no peito as punhaladas. São fotos chocantes sim, mas que mostram a verdade sem tampar o sol com a peneira. Impossível alguém desmentir tais fotos. Só um outro psicopata igual o Guilherme mesmo continuaria negando o que aquelas imagens horrorosas mostram tão claramente… pq desses “doentes” deve se esperar de tudo, qualquer cúmulo do absurdo, literalmente!

  30. eder mendes 04/01/2011 at 4:16 am #

    acho realmente interessante este espaço, para que as pessoas possam ter acesso e parar de fantasiar. Glória, se realmente ler este recado quero dizer que sou um fã seu, pela força que demonstrou desde o início e ao longo destes anos de perda de sua filha. Gostaria de deixar um abraço afetuoso por mais que não nos conheçamos.

  31. Patricia 23/12/2010 at 4:01 am #

    nossa que emocao poder ver tudo que era da dany atea agenda que esta escrito entrou sem dany que crueldade dany menina linda meiga ,,sem palavras ,mas sim com sentimentos e coracao chorando a dor dessa perca

  32. Danielle Faria 23/12/2010 at 1:46 am #

    Esse cantinho é muito especial!
    É enxergar a Dany pelos seus olhos: “a menina que nasceu de mim”, como você mesma escreve.
    Lindo… Sempre choro ao ler suas intensas palavras.
    Abraços!

  33. adilene amaral 19/12/2010 at 1:37 pm #

    gloria peça á rede globo para fazer uma inesquecivel homenagem á dany,pois tudo que passou sobre ela é muito pouco e rapido demais,nos avise pelo blog,é uma forma de lembrar o que o psicopata fez e numca cair no esquecimento ,nos fãs de vc e da dany,estamos aguardando ansiosamenta,um ótimo natal pra vc e sua familia,

  34. adilene amaral 19/12/2010 at 1:33 pm #

    gloria,infelizmente está chegando a data dos 18anos sem a dany,peça á rede globo pra fazer uma inesquecivel homenagem á ela,pois o que passou sobre ela é muito rápido e pouco,e avise á nós pelo seu blog,pois é uma forma para lembrarem dela,já que nós fãs numca á esqueceremos.

  35. Marcos 18/12/2010 at 4:11 pm #

    Gloria espero anciosamente q este comentario chegue a seu conhecimento.Sou seu fã de carteirinha , eu a admiro respeito como ser humano e profissional, já a defendi de varias discussoes a respeito de suas novelas q eu acho fantasticas.Torço p vc ser muito feliz ter um natal cheio de paz e muita, muita saude.E q no ano novo q vai se iniciar vc tenha “dois mil e doze motivos p ser feliz e completamente realizada.bjsss

  36. Kelly Cristina Leal 12/12/2010 at 5:32 am #

    Muitas vezes fico pensando na Daniella e no que ela acharia disso tudo, o que diria, pensaria se tivesse uma oportunidade de falar, aí começei a escrever tentando imaginar isso, eu sempre escrevo sobre tudo que eu penso muito, aí eu escrevi tipo uma crítica, um protesto. Eu penso se a Daniella tivesse um dia, por um momento uma chance de falar o que pensa de tudo isso, aí escrevi uma idéia minha de como acho que a Daniella falaria sobre isso, é de coração(não estou me baseando em nada espiritual, nem em relação a ela ser um anjo, espirito evoluído ou algo assim, estou pensando se ela, Daniella Perez, do jeitinho que ela era, ser humano, se hj tivesse uma oportunidade de falar de alguma forma o que, na minha concepção, ela pensaria e diria), é uma forma de protesto:

    “Eu não sei porque fizeram essa barbaridade comigo, não precisava, eu só queria viver, eu só queria seguir a minha vida, fazendo as coisas que eu gosto, queria realizar meus sonhos, estar com a minha família, com os meus amigos, com os meus fãs. Não precisavam ter me matado, eu só tinha 22 anos, eu era frágil, indefesa, foi uma covardia, eu não pude me defender, eu era uma só contra 2, sendo que o Guilherme é homem e era forte, fui emboscada, levei um soco, nem tive tempo de pensar. Eu era só uma menina que queria viver, só isso. Eu tinha muitos sonhos e não pude realizá-los e todos que me amam sofrem pq eu não posso mais voltar.
    Guilherme, eu não esperava isso dele, nunca pensei que pudesse me matar e ainda depois inventar tanto sobre mim, matando a minha honra também, dizer que eu o assediava, o ameaçava e tudo mais, que decepção! Um cara que trabalhava comigo, que eu considerava um amigo, ouvia tudo o que ele dizia, depois foi mudando, quer dizer, ele não mudou, foi se mostrando como realmente era, ele ficava falando de carreira, de ajudar o personagem dele, eu nunca me intrometi no trabalho da minha mãe e tentei explicar isso pra ele, mas ele não entendeu, aí eu fui me afastando, fiquei receosa com o jeito dele, mas eu nunca ia fazer nada nem dizer nada pra prejudicar ele, ele não precisava ter ficado preocupado com isso, nunca tive essa intenção, nunca imaginei que ele fosse capaz de me assassinar, nunca. E a Paula, eu mal conhecia ela, só conhecia de vista e de ouvir o Guilherme falar, não tinha porque ela ter tanta raiva e tanto ciúme de mim, eu nunca quis o marido dela nem nunca quis prejudicar o casamento dela, eu não precisava disso, eu era casada e amava o meu marido e queria até ter um filho com ele, filho esse que eles me impediram de ter, aliás, eu queria filhos, mais de um, eu tinha esse direito. Ela cismou comigo sem nem me conhecer, sem saber como eu era, me julgou, não era mais fácil ter chegado perto de mim e conversado? Ter me perguntado?
    Eles me arrancaram das pessoas que me amavam. Minha mami, eu não pude dar a ela os netos que eu tanto queria dar, eu queria ter filhos,queria ser chamada de mãe, eu estava só esperando a novela acabar pra engravidar. E depois eu seguiria a minha carreira, eu estava feliz e empolgada, estava tudo dando tão certo na minha vida, eu nunca imaginei que tudo seria interrompido assim.
    Eles ficaram 6 anos e alguns meses na cadeia, receberam indulto e hoje estão com a ficha limpa, como se nunca tivessem matado, puxa, minha vida vale tão pouco assim? Tudo que eu perdi, todos os meus sonhos, toda a minha vida e toda a brutalidade do crime, o meu desespero naquela noite, sozinha e indefesa, a fúria com que me estocaram, todo o sofrimento dos que me amam e tiveram que me ver trucidada naquele matagal, tudo isso vale tão pouco?
    Minha mãe, uma guerreira, sobreviveu apesar de tudo, sempre me defendendo, sempre acreditou em mim e na minha dignidade, minha mãe falou por mim esses anos todos, foi a minha voz, me defendeu como uma leoa, batalhou por justiça, correu atrás de provas, procurou a verdade e ainda mudou a lei do crime hediondo no Brasil, eu tenho tanto orgulho dela, queria tanto poder abraçar e amenizar a saudade dela e a minha, queria voltar e tirar dela a dor por ter me perdido daquela maneira tão brutal, queria que ela nunca tivesse me visto daquele jeito no matagal.
    Raul meu amor, eu nunca traí vc, que bom que vc nunca acreditou nessas histórias absurdas sobre mim, vc me conhece, vc sabe que eu nunca faria nada disso que criaram sobre mim, vc sabe a história que nós tínhamos. Estou feliz que tenha reconstruído sua vida. Seja feliz. Sempre.
    Amigos, sinto tanta falta dos nossos papos, nossos risos, nossas brincadeiras, obrigada por todos vcs terem me defendido de todas as acusações injustas que eu sofri, nada melhor do que ter amigos.
    Aos fãs, eu sabia que eu era querida, mas talvez não soubesse que era tanto, muito obrigada por nunca me esquecerem, por sempre estarem apoiando a minha mami e por estarem me defendendo e me homenageando sempre, embora não conheça a todos, amo cada um de vcs.
    Minha família, meus amigos,meus fãs, sinto muita falta de vcs e de tudo que eu sempre tive, sinto falta da dança que era minha paixão, da minha carreira de atriz, queria fazer tanta coisa… lamento não ter realizando grande parte dos meus sonhos, não estar agora presente na vida de todos vcs, tirar de vcs e de mim essa dor pela maldade que me fizeram, sinto falta da minha vida.”
    Não sofram por mim, continuem cultuando a minha memória, isso me faz tão bem, ser lembrada e amada mesmo estando tão distante de todos vcs. Adeus, saudades.”

    Escrevi isso como um protesto pq sempre penso no que as vitimas da violência pensariam e diriam se pudessem falar, as vítimas difamadas e as que não tiveram justiça, penso nos pais da Suzane, o que diriam sobre o crime e sobre a filha? Menina Isabella Nardoni, menino João Hélio, o que essas crianças diriam? A jovem Eloá? Entre tantos outros casos. O que expressariam se pudessem?
    Grande abraço.

  37. Yasmin Villefort 12/12/2010 at 3:56 am #

    Tadinha da Dany gente, ela escreveu “Feliz 1993”, sem nem imaginar que não entraria 93. Ela morreu entre Natal e ano-novo, acabaram com seu reveillon né Glória, com certeza, essa virada de 92, pra 93 deve ser a mais inesquecível e com certeza de lá até hj vc nunca mais teve um reveillon feliz, pq se vc lembra dela em todas as épocas do ano, imagino nessa época em que tudo aconteceu. Minha mãe disse que todos os anos em que chega dia 28/12, vc fica reclusa. Essa data deve te machucar tanto.
    Tenho muito medo dos psicopatas, são seres estarrecedores, que destroem uma família, que não se arrependem e nem fazem nada que reparem ou amenizem seu mal. O mínimo que esse Guilherme poderia fazer, a coisa mais decente que faria, seria ter ficado na dele e nunca ter aparecido pela mídia pra cutucar uma ferida mal cicatrizada.
    Minha mãe sempre me disse que esse crime foi muita inveja, dos 2, ela pela beleza da Dany e ciúme também, e ele inveja tbm, pq a Dany era filha sua, autora de novela,e ele com certeza gostaria de ser filho de algum autor de novela, como não era, quis ficar pertinho da Dany e não deu resultado. Minha mãe sempre disse que todo mundo sabe que ela rejeitou ele e ele ficou com raiva. Aí esses dias mostrei esse blog pra minha mãe, pro meu pai, pra um monte de gente.
    Beijos. Fique com Deus.

  38. Irene Ribeiro 08/12/2010 at 12:44 pm #

    Ah uma outra coisa que eu queria partilhar aqui, como eu fico triste e revoltada de como ainda existam pessoas com a cabeça retrógrada em relação a tudo, em relação a crimes, como caso Elisa Samúdio, que ela mereceu por ser amante de homem casado. Por acaso ele é um santo né? Tão bonzinho ele, a turma dele então nem se fala. E já julgaram Daniella devido as versões malucas do Guilherme, enfim muitos e muitos casos. Já tiveram até questionamentos lá se os pais da Suzane que matou os pais, se eles seriam bons pais, caramba. Tudo invertido. E ontem eu ouvi uma coisa que mostra bem como é uma pessoa de mente atrasada, uma cliente lá da loja nossa, ela comentou que acha um absurda a Dilma ter vencida a eleição pq com os problemas que o Brasil tem, tinha que ser um homem, pq uma mulher não teria essa capacidade. Vejam beeeem, que disse isso foi uma mulher. E pelo que eu li no blog, os homens até estão menos machistas que muitas mulheres. Até meu irmão, estava do meu lado na hr, ele riu de ironia. depois comentou o absurdo daquilo. Eu procurei ficar quieta por ela ser cliente, mas ela ficava me perguntando “mas não é minha filha”, insistindo na teoria dela, aí eu respondi “não concordo não, mulher e homem tem a mesma capacidade”, ela disse “ah acho não”, e eu já mais p. da vida respondi “eu sou mulher e não me acho inferior a homem nenhum, isso é pensamento atrasado.” Meu irmão disfarçou lá. Cara daí eu faço idéia dessas pessoas de mente atrasada que acham que a mulher que faz e acontece tem que morrer, ou então se a mulher morreu é pq coisa boa não era, alguma ela aprontou, sendo que isso não interessa, crime é crime.
    Eu precisava desabafar isso. Obrigada e beijos.

  39. Irene Ribeiro 08/12/2010 at 12:18 pm #

    Ontem chorei. Por volta de 22h30min eu tava ouvindo a rádio Nativa, na verdade por engano, pensei que fosse a mix, errei na hora se sintonizar. E aí começou a tocar “Romance Rosa. Nossa lembrei na hora da Daniella, veio ela na minha cabeça, toda linda, toda perfeitinha fazendo a Yasmin, eu tava sozinha em casa e fiquei lá chorando, me deu uma grande emoção. Beijos.

  40. indira 07/12/2010 at 8:49 pm #

    Glória capricha no livro da Dany ta?Com muitas curiosidades da vida dela, trabalhos e principalmente muuuuiiiitas fotos dela..ela era tao linda..Estamos todos ansiosos.
    Um abraço e Bom trabalho.

  41. Margot Ramos 07/12/2010 at 12:39 pm #

    Muito bacana esse espaço sobre a Dany, desde o crime, até relembrar a vida dela, a simplicidade tão importante do cotidiano. Muito legal.
    À época das proximidades do julgamento, eu cheguei a t mandar uns 2 ou 3 e-mails e vc me respondeu a todos, um deles eu tenho guardado até hj, vc agradecia às palavras de apoio, os outros estavam em um e-mail que foi desativado e não consegui salvar.
    Desde pequenininha sempre me interessei em tudo voltado à psicologia, e sempre li livros relacionados à isso, e à psiquiatria tbm. Mas posso dizer que o caso Daniella Perez foi tbm um dos grandes alavancadores desse aumento do interesse. Não foi à toa que fiz um período de publicidade e desisti para estudar psicologia. Espero ir até o fim. Mas não me interesso só por psicopatia não, mas por todos os transtornos de personalidade, etc.
    Eu tinha um noivo, que quando o conheci, no início não ia com a cara dele não, parecia coisa de novela, depois ficamos juntos em uma festa, depois de muita batalha da parte dele, enfim, o relacionamento evoluiu e ele começou a se mostrar muito possessivo, indo atrás de mim em todos os lugares, querendo que eu largasse meus amigos, mas eu sempre batia de frente com ele pq não deixo ninguém mandar em mim, e muito menos quando sei que não estou fazendo nada demais, muitas vezes eu ignorava pra não ficar um clima ruim, mas reclamava de mim em festas, com amigos, na academia, em tudo, foi um inferno. Eu terminei com ele e ele não desistia, depois de um bom tempo, mais de um ano, eu com outro namorado e ele fazendo de tudo pra atrapalhar, ligando, perturbando, uma loucura. Eu precisei me mudar e mudar telefone pra se ter uma idéia. Hj em dia depois de 5 anos, ele já tem notícias minhas, ele é de Vitória-ES e voltou pra lá e volta e meia eu tenho que trabalhar por lá, mas agora me deixou em paz, está todo enrolado ae com uma mulher. Só sei que foi um sufoco. Minha mãe tinha medo. Eu nem falo com ele hj em dia, nem pensar. Faço de tudo pra viver em paz e nem assim às vezes consigo.
    E além de psicologia, tbm sempre me interessei sobre leis. Meu irmão estuda direito e sempre está me falando sobre o assunto. Mas leis pra mim não é algo que eu me interesse em fazer algum curso específico, apenas penso nisso como uma forma de levar o Brasil à avançar e dar mais certeza de justiça. Eu lembro como eu acompanhava notícias sobre as assinaturas à emenda popular, não entendia bem o que significava, mas sabia que aquilo era um marco na história do país.
    Sempre que possível acompanharei esse blog inclusive pelo celular. Tenho conciliado muito trabalho + muito estudo da facul + estudo pra concurso, então quase não entro na internet ultimamente.

    Um abraço.

  42. Danielle Faria 01/12/2010 at 3:18 am #

    Megg, espero que tenha compreendido minhas palavras quando afirmei que escrevo para Dany… É que não posto nada com intenção de receber reconhecimento. Mas fico grata.

    Bruno Faria, também agradeço pelas palavras generosas.

    Aproveito esse diálogo para divulgar algo que não sabia e procuro mais detalhes.
    Repasso as limitadas informações que tenho: existe uma escala, conhecida como Hare, que é aplicada em outros países para separar criminosos psicopatas, dos não psicopatas (simplificando).
    No livro Mentes Perigosas: o psicopata mora ao lado,a escritora e psiquiatra Ana Beatriz, faz menção a referida escala. (leitura que recomendo!)

    No Brasil, essa escala foi validada pela psiquiatra Hilda Morano (SP). Ou seja, a escala foi adequada para ser aplicada nos presídios brasileiros.
    Existiu/existe um projeto de lei para aplicar essa escala no Brasil, no entanto, não teve quórum para votação.

    Vez ou outra leio comentários aqui que expressam indignação com nossas leis. Penso que precisamos de um programa de triagem nos presídios! Afinal, a ressocialiazação de um ex-presidiário requer investimento. Mas e aqueles que não são “recuperáveis”?
    Mais do que investimento financeiro o que está m jogo é nossa segurança.
    Fica a reflexão… Um tema que vale a pena aprofundar!

    Abraços!

  43. Palewa Merçon 30/11/2010 at 5:24 am #

    Cortou-me o coração ver a sua mensagem na agenda da Company dizendo que acordou assustada pq o ano de 1993 entrou sem a Dany… triste né? Foi uma tragédia tão grande até na data, após Natal e véspera praticamente do Ano Novo. Imagino como deve ter ficado a sua cabeça Glória, da noite pro dia perder uma filha jovem e bela daquela maneira, assassinada por um crápula que vc deu oportunidade de crescer profissionalmente estreando no horário nobre global numa novela sua, por motivo torpe e de maneira tão covarde e brutal. Não tem perdão mesmo… está próximo mais um aniversário de morte da nossa Dany, imagino como deve ser péssimo passar esse dia hein Glória, deve doer como se fosse naquele dia fatídico, acho que vc revive essa morte, intensamente, todos os anos nesse maldito dia… né Glória? Muita força sempre, que a ausência da Dany não te impeça de ser feliz. Que ela te irradie luz e esperança de onde estiver para que vc consiga suportar essa falta que ela faz… um forte abraço, te amo!

  44. Palewa Merçon 30/11/2010 at 5:13 am #

    Glória, atualiza novamente pra gente. Posta mais fotos inéditas da Dany. Se der posta vídeos caseiros também, adoramos tudo referente à inequecível Daniella. Nos dê esse belo presente antecipado de Natal… rs

    Beijinhos

  45. Ana Clara 30/11/2010 at 1:22 am #

    Ai..muita saudade da Dany!!Não tem um dia que não passe por aqui,lembro da Dany todos os dias!!E fico refletindo,por que isso tinha que acontecer com esse anjinho.

    Dany,realmente um ser humano inesquecivel!!Eternamente amada,lembrada.A verdade é que nunca vou conseguir entender!!Tempo bom que não volta mais.

    Glória,atualiza mais vezes,sempre que der tá.

    Bjos mil querida!!

  46. Bruno Faria 29/11/2010 at 7:58 pm #

    Pois é, de fato, minha ‘xará de sobrenome’, Danielle Faria, escreveu uma carta que expressa muito sentimento.
    Palavras simples e bem achadas.
    Glória Perez, vc tem muita força, não sei se as teria no seu lugar.
    É incrível como até nossos dias a Daniella Perez é um ser humano inesquecível. Mesmo sua vida sido interrompida em um passado tão distante, ela continua tão viva e presente, como se nunca tivesse ido embora.
    É muito lamentável o que houve com a Daniella e acontecem com tantos outros. Enquanto nossas leis não forem reformuladas, o crime sempre se sentirá premiado e todo e qualquer embate contra a violência, será absolutamente em vão. A certeza da impunidade, encoraja a criminalidade.

    Um forte abraço.

  47. Megg 29/11/2010 at 7:19 pm #

    Danielle, faz bem em escrever diretamente pra Dani, tenho certeza de que de alguma forma, em algum lugar, ela toma conhecimento de todas as palavras carinhosas escritas a ela.
    Oi Glória, eu estava ontem com um grupo de amigos e mostrei o blog para eles, depois ficamos horas e horas comentando sobre o caso Daniella Perez, de como tudo foi tão injusto, do sofrimento da senhora e de todo o esplendor que a Dani tinha, sobre como foi tudo cruel, por motivação torpe.
    Hj eu estava com uma amiga, que tentou postar, eu estava junto, mas enfim, quando ela enviava a página não carregava, enfim, não conseguiu. O nome dela é Miccaelly Cunha. Então ela pediu que eu transmitisse a senhora toda a solidariedade dela e que também vai divulgar o blog. Que a Dani era linda e perfeita, coisa que aliás, todos nós aqui temos certeza.
    Um abraço.

  48. Sirley 29/11/2010 at 5:45 am #

    Acompanho seu sofrimento ,sua luta e sua indignação ! Sou solidária à você pois também sou mãe e não consigo nem imaginar a dor de perder um filho.Você é uma guerreira como maria que viu seu filho único ser pregado na cruz sem ter cometido pecado algum! Peço à Deus que lhe abençõe e continue lhe dando força.

  49. Danielle Faria 29/11/2010 at 4:12 am #

    Glória, todos os espaços do blog que mostram o cotidiano da Dany são especiais, mas esse é o que mais me toca em função da descrição que você faz: “(…) Não é espaço para falar da bailarina nem da atriz, mas da menina que nasceu de mim, cresceu protegida pelas minhas asas de mãe, da moça que ela se tornou, afetuosa e amiga. (…)”.
    Como essas palavras são tocantes!
    “DA MENINA QUE NASCEU DE MIM”… Sempre lembro dessa canção: http://www.youtube.com/watch?v=dFb1jKEzER0&playnext=1&list=FLbMiWXZC1Jz0

    Vou deixar só o link pelo twitter.

    Obs: Hoje vi que o comentário vai passar por moderação. Só queria deixar a canção para você, acompanhada da explicação, porque pelo twitter nada é segredo (rs). Minha intenção é expressar o grande carinho que tenho por você… Nada mais.
    Não é necessário postar o comentário. Abraços!

  50. Danielle Faria 29/11/2010 at 3:27 am #

    Megg,
    Obrigada pelas palavras tão gentis!
    A história da Dany vem ao encontro da minha história pessoal. Sempre sou tomada pela emoção ao escrever aqui.
    Esse espaço é da Dany e é para ela que sempre escrevo. Se, em algum momento, minha escrita a tocou, fico contente.
    Abraços!

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes